Operação Cifra Oculta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Operação Cifra Oculta é uma operação brasileira deflagrada pela Polícia Federal em 1 de junho de 2017.[1] É um desdobramento da Operação Lava Jato.[2] O alvo da operação é o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.[3] A operação apura crimes eleitorais e lavagem de dinheiro relacionados à campanha de Haddad, em 2012.[4] O inquérito teve início em novembro de 2015 após a determinação do Supremo Tribunal Federal para desmembrar o acordo de colaboração premiada de executivos da UTC Engenharia.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Operação Cifra Oculta». IstoÉ. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  2. Julia Affonso, Fausto Macedo e Luiz Vassallo (1 de junho de 2017). «Veja imagens da Cifra Oculta, que investiga crimes eleitorais na campanha de Haddad». Estadão. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  3. Julia Affonso, Fausto Macedo e Luiz Vassallo (1 de junho de 2017). «Operação Cifra Oculta, da PF, mira em campanha de Haddad à prefeitura de SP em 2012». Estadão. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  4. Julia Affonso, Fausto Macedo, Luiz Vassallo e Elisa Clavery (1 de junho de 2017). «PF vai intimar Haddad na Cifra Oculta». Estadão. Consultado em 11 de julho de 2017. 
  5. «Operação Cifra Oculta mira crimes eleitorais na campanha de Haddad em 2012». Jovem Pan. Uol. 1 de junho de 2017. Consultado em 11 de julho de 2017.