Osmar Ribeiro de Almeida Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Osmar Júnior
Replace this image male.png
Vereador Teresina Teresina
Período 19831989
Vice-governador  Piauí
Período 1 de janeiro de 1999
6 de novembro de 2001
1 de janeiro de 2003
1 de janeiro de 2007
Antecessor(a) Osmar Araújo
Felipe Mendes
Sucessor(a) Felipe Mendes
Wilson Martins
Deputado federal  Piauí
Período 1 de fevereiro de 2007
1 de fevereiro de 2015
Dados pessoais
Nascimento 8 de outubro de 1959 (59 anos)
São Paulo, SP
Alma mater Universidade Federal do Piauí
Cônjuge Isa Madeira
Partido PMDB
PCdoB
Profissão advogado

Osmar Ribeiro de Almeida Júnior (São Paulo, 8 de outubro de 1959) é um advogado e político brasileiro, que foi por duas vezes vice-governador do Piauí.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Osmar Ribeiro de Almeida e Regina Maria de Carvalho Almeida, possui raízes familiares em Ipiranga do Piauí tendo vivido também em Teresina e Florianópolis, sendo nesta última onde cumpriu estágio profissional junto ao Banco do Brasil. De volta à capital piauiense ingressou no serviço público estadual, onde foi professor de química na rede privada de ensino e gerenciou um escritório de advocacia.[1]

Política[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira política no movimento estudantil chegando ao cargo de presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Piauí, onde estudou engenharia, curso que não concluiu, embora tenha obtido o bacharelado em direito pela mesma instituição, para o período 1981/1982 quando já estava filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), sendo eleito vereador de Teresina em 1982.[1] Com o advento da Nova República em 1985, filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PC do B), legenda pela qual foi segundo suplente de vereador de Teresina em 1988 e segundo suplente de deputado estadual em 1990.[1]

No ano de 1992, seu partido integrou a coligação Acreditar de Novo, pela qual Wall Ferraz, que venceu as eleições e retornou à prefeitura de Teresina em primeiro turno. Nomeado em 1993 para a Secretaria Municipal de Transportes Públicos (atual Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito - STRANS), foi eleito terceiro suplente de deputado federal em 1994 e, como o seu partido integrou a coligação Resistência Popular, que elegeu Mão Santa para governador em segundo turno, foi nomeado presidente de Fundação de Desportos e Cultura do Estado do Piauí (FUNDEC),[1] cargo do qual só se afastou em 1996 quando disputou a eleição para prefeito de Teresina sendo derrotado em primeiro turno à frente da coligação Eleja Teresina, ficando na sexta colocação de um total de nove candidatos.

Vice-governador[editar | editar código-fonte]

Em 1998, foi eleito vice-governador do Piauí, em 2º turno, num pleito marcado pela reeleição de Mão Santa. Cassado pelo TSE em 6 de novembro de 2001, sob a acusação de abuso de poder econômico durante a campanha de 1998. Foi novamente eleito vice-governador do estado, ainda em primeiro turno, na chapa de Wellington Dias em 2002, derrotando em primeiro turno Hugo Napoleão. Em sua segunda passagem pela vice-governadoria do Piauí, ocupou por breve período a secretaria de Governo.

Cassação[editar | editar código-fonte]

Em 6 de novembro de 2001, teve o mandato de vice-governador, junto com o governador Mão Santa, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral, sob acusação de abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 1998.[2]

Deputado federal[editar | editar código-fonte]

Foi eleito deputado federal em 2006 com 96.935 votos. Em 2010 foi eleito para um novo mandato, com 95.985 votos.[3] Em 2014 concorreu novamente a deputado federal, ficando com a suplência.[4]

Referências

  1. a b c d e Câmara dos Deputados - Conheça os Deputados - Osmar Júnior Acessado em 17 de outubro de 2017
  2. SILVANA DE FREITAS (7 de novembro de 2001). «TSE cassa mandato de Mão Santa». Folha de S.Paulo. Consultado em 17 de outubro de 2017. 
  3. Noícias UOL - Políticos do Brasil - Osmar Júnior Acessado em 17 de outubro de 2017
  4. Eleições 2014 - Candidatos a deputado federal do Piauí - Osmar Júnior 6565 Acessado em 17 de outubro de 2017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.