Paul Tillich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul Johannes Oskar Tillich
Paul Tillich
Nascimento 20 de agosto de 1886
Starzeddel, Flag of Prussia (1892-1918).svgReino da Prússia
Morte 22 de outubro de 1965 (79 anos)
Chicago,  Estados Unidos
Nacionalidade Alemanha Alemão
Principais trabalhos Teologia Sistemática
Escola/tradição Luteranismo
Principais interesses Teologia, filosofia, existencialismo, Novo Testamento
Ideias notáveis socialismo religioso

Paul Johannes Oskar Tillich (Starzeddel, 20 de agosto de 1886Chicago 22 de outubro de 1965) foi um teólogo alemão-estadounidense e filósofo da religião. Tillich foi contemporâneo de Karl Barth, também um dos mais influentes teólogos protestantes do século XX.

Paul Tillich nasceu a 20 de agosto de 1886 em Starzeddel na Prússia Oriental. Estudou sucessivamente a filosofia e a teologia em Berlin, Tübingen e Halle, sendo contemporâneo de Karl Barth e Rudolf Bultmann. Sua tese de livre-docência foi dedicada à filosofia de Schelling.

Ordenado pastor em 1912, participou da Primeira Guerra Mundial como capelão de guerra. Até 1933, lecionou em Berlin, Marburg, Dresden, Leipzig e Frankfurt, onde sucedeu a Max Scheler em 1929.

Desempenhou um papel importante na fundação da Escola de Frankfurt, tendo orientado a tese de doutorado de Theodor Adorno. Foi fundador, com um grupo de amigos, do movimento intelectual do "socialismo religioso" - um dos motivos de seu estranhamento com o regime totalitário de Hitler. Ele foi um dos que recusaram a ceder o pós-doutoramento ao filósofo Leo Strauss, o qual teve de recorrer ao financiamento de David Rockefeller.[1][2]

Tendo perdido sua cátedra por causa de suas posições anti-nazistas, Tillich emigrou para os Estados Unidos em 1933, a convite dos amigos Reinhold e Richard Niebuhr. De 1933 a 1955, foi professor de Teologia Filosófica no Union Theological Seminary e na Columbia University (New York).

Depois, lecionou nas universidades de Harvard e de Chicago. Nesta última cidade, coordenou importantes seminários de estudos da religião com Mircea Eliade. Depois da Segunda Guerra, fez freqüentes viagens a Europa para cursos e conferências. Recebeu o prêmio da paz dos editores alemães em 1962.

Obras em português[editar | editar código-fonte]

  • A coragem de ser (The Courage to be). Trad. Eglê Malheiros, Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1972.
  • Dinâmica da fé (Dynamics of Faith). Trad. Walter O.Schlupp, São Leopoldo, RS, Editora Sinodal, 1985.
  • Teologia Sistemática (Systematic Theology). Trad. Getúlio Bertelli,São Paulo, Ed. Paulinas/São Leopoldo, Editora Sinodal, 1984 .
  • História do pensamento cristão (A History of Christian Thought). Trad. Jaci Maraschin,São Paulo, ASTE, 1988.
  • Perspectivas da Teologia Protestante nos séculos XIX e XX (Perspectives on 19th and 20th Century Protestant Theology). Trad. Jaci Maraschin, São Paulo, ASTE, 1986.
  • A Era Protestante ( The Protestant Era). Trad. Jaci Maraschin, São Bernardo do Campo, Ciências da Religião e Traço a Traço Editorial, 1992.
  • Amor, poder e justiça. São Paulo: Novo Século, 2004
  • Teologia da cultura. Trad. Jaci Maraschin. São Paulo: Fonte editorial, 2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre um teólogo cristão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. The Moral Decoding of 9-11: Beyond the U.S. Criminal State
  2. The Moral Decoding of 9-11: Beyond the U.S. Criminal State, The Grand Plan for a New World Order