Pixelfed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pixelfed
Pixelfed-logo.png
Pixelfed-2.png
Perfil do usuário e desenvolvedor dansup na rede social Pixelfed
Desenvolvedor Daniel Supernault
Plataforma Navegador web
Android
iOS
Lançamento Abril 2018
Versão estável v.0.10.9 (18 de abril de 2020)
Idioma(s) árabe, grego, espanhol, hebraico, japonês, russo, turco, catalão, inglês, francês, italiano, português, tcheco, galês, dinamarquês, alemão, esperanto, basco, persa, finlandês, indonésio, malaio, holandês, polonês, sueco, tailandês.
Escrito em PHP
Sistema operacional GNU Linux
Gênero(s) Rede Social
Licença AGPLv3
Estado do desenvolvimento Ativo
Página oficial Pixelfed.org

Pixelfed é uma plataforma federada de compartilhamento de imagens na forma de software livre que utiliza o protocolo ActivityPub para federar e compartilhar imagens com outras plataformas, como; Friendica, Mastodon, Nextcloud, PeerTube, Funkwhale, etc.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento da rede social começou após o programador canadense Daniel Supernault (dansup), fazer o anúncio da então jovem rede social federada em maio de 2018 no Mastodon.[1]

O trabalho de desenvolvimento seguiu com reaproveitamento dum repositório no GitHub que Daniel Supernault utilizava para outros projetos desde 2011, ele serviu como base para hospedar o código-fonte do Pixelfed.[2]

Também houve a necessidade de atrair patrocinadores para o projeto por meio do Patreon,[3] da Liberapay[4] e também na Open Collective.[5]

A campanha da plataforma nos serviços de patrocínio alcançou em duas semanas pouco mais de 750 assinantes.

A primeira versão estável do Pixelfed, de número v0.1.9, foi lançada em novembro de 2018 e estava disponível apenas no idioma inglês com recursos bastante limitados.[6] Todavia, era possível enviar fotos individuais ou em álbuns, aplicar filtros, comentar publicações e seguir usuários ou hashtags.

O anúncio oficial para inscrição pública na plataforma deu-se pouco mais de um ano depois, em novembro de 2019 no Twitter.[7]

Plataforma descentralizada[editar | editar código-fonte]

Pixelfed é uma plataforma descentralizada, isto significa que os dados não são armazenados num servidor central. Igual a outras redes sociais federadas, Pixelfed possui diferentes servidores, também chamados de "instâncias".[8] A vantagem das instâncias é a possibilidade para inscrever-se num servidor local, assim, obter conteúdo localizado. Os próprios usuários das instâncias fazem a gestão da rede de forma orgânica.

As instâncias, mesmo independentes, podem interagir umas com as outras. Essa capacidade de comunicação em diferentes servidores vem do protocolo utilizado, o ActivityPub. Ele permite a criação de redes socias abertas e descentralizadas, como; Mastodon, Friendica, PeerTube, Diaspora, entre outros.[9]

A primeira instância do Pixelfed foi a; pixelfed.social, ele hospedava o perfil do programador; Daniel Supernault.

Comparação[editar | editar código-fonte]

A plataforma é frequentemente apresentada como uma alternativa livre e de código aberto ao Instagram por sua semelhança. Também é totalmente livre de anúncios, algoritmos e rastreadores,[10] o que ajuda a economizar largura de banda e tornar a experiência do usuário mais rápida.[11]

Apesar da semelhança da interface "Instagram", o serviço Pixelfed efetivamente incorpora recursos da rede social Mastodon.[12] O serviço também possui um sistema de notificação que possibilita saber tudo o que acontece no perfil do usuário, como; reações, comentários, hashtags e tópicos, atividades dos seguidores, compartilhamento de postagens, entre outros.[13]

Privacidade[editar | editar código-fonte]

Em termos de privacidade, Pixelfed possui; sistemas de autenticação de dois fatores, registros de contas, capacidade de bloquear contas, capacidade de conectar dispositivos, além de um centro de ajuda.[14] Também pode silenciar contas, tornar o perfil privado, remover postagens, desabilitar comentários e ocultar contagem de seguidores.[15]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]