Platanthera micrantha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaPlatanthera micrantha
P. micrantha no Pico Timão, ilha Graciosa.
P. micrantha no Pico Timão, ilha Graciosa.
Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo IUCN 2011.2
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: Angiospermas
Clado: Monocots
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Orchidoideae
Tribo: Orchideae
Subtribo: Orchidinae
Género: Platanthera
Nome binomial
Platanthera micrantha
(Hochst. ex Seub.) Schltr.

Platanthera micrantha (Hochst. ex Seub.) Schltr. é uma espécie de plantas pertencente à família Orchidaceae, conhecido pelo nome comum de conchelo-do-mato. A espécie é endémica do arquipélago dos Açores, onde ocorre em todas as ilhas. A espécie está ameaçada de extinção por perda de habitat[1].

Descrição[editar | editar código-fonte]

P. micrantha é uma orquídea com 15–35 cm, raramente até 50 cm, de altura, com caule erecto, delgado e não ramificado. As raízes são carnudas, apresentado 2 tubérculos ovoide-elipsoides.

Apresenta 2 folhas basais espatiformes a oblongo-lnaceloadas, erectas a patentes, com 6–15 cm de comprimento e 4-(5) cm de largura, com inserção sub-oposta a afastada. As folhas caulinares, em geral em número de 4 a 6, são bastante menores, por vezes reduzidas a uma bainha, passando na planta adulta gradualmente a brácteas.

A flores são pequenas, amarelo-esverdeadas e pouco conspícuas, agrupadas numa inflorescência racemosa muito densa[2], quase cilíndrica, com 7–14 cm de comprimento e 3–4 cm de largura. As brácteas são mais curtas que as respectivas flores. As sépalas laterais são patentes, elípticas, assimétricas, com 2–4 mm de comprimento. As pétalas são triangulares, com bordos e ápice arredondados, aderentes à sépala dorsal ao longo de uma gálea com 3–4 mm de comprimento. A corola apresenta o labelo típico das orquídeas, com 2–4 mm de comprimento, oblongo e incurvado, e um esporão com 3–5 mm de comprimento, obtuso e recurvado, em geral com comprimento inferior a um terço do ovário[3].

Habitat[editar | editar código-fonte]

Ocorre em locais húmidos em altitudes dos 200 – 1000 m acima do nível médio do mar, sendo mais frequente acima dos 600 m. Cresce em habitats húmidos expostos e luminosos, embora apareça por vezes em locais relativamente abrigados nas margens e nas clareiras da floresta natural. Prefere solos ácidos e mal drenados, sendo frequente na bordadura de turfeiras arborizadas[4]. Algumas populações, como as do Pico Timão na Graciosa, encontram-se em locais bem drenados e secos, o que as diferencia da generalidade. Os povoamentos são em geral esparsos, predominado as pequenas manchas com menos de 10 indivíduos.

Notas

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]