Prêmio Carlos Gomes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Prêmio Carlos Gomes de Ópera e Música Erudita é um prêmio brasileiro oferecido a artistas ou organizações culturais que mais se distinguiram naquele ano no segmento de música clássica.


História[editar | editar código-fonte]

Foi criado em 1996 pelo então secretário-adjunto de Cultura de São Paulo Zélio Alves Pinto e, mais tarde, pela promoter Alice Carta. Em 2009 passou a ser realizado pela Algol Editora e está na sua 15ª Edição (2012).

Atualmente tem 13 categorias: Solista Instrumental, Regente, Conjunto de Câmara, Orquestra Sinfônica, Cantor Solista, Cantora Solista, Regente de Ópera, Direção de Cena, Figurino, Cenário, Iluminação, Espetáculo de Ópera. Além disso, há o Troféu Guarany que dá o prêmio em reconhecimento do conjunto da obra de um artista.

A votação inicial é feita por um colegiado com 30 especialistas, depois um corpo de jurados com uns 150 nomes votam somados aos votos de um júri popular. Os vencedores são anunciados em uma cerimônia na Sala São Paulo.

Em 2009 foi lançado o livro Prêmio Carlos Gomes, Uma Retrospectiva (1996-2006) de João Luiz Sampaio que conta a história do prêmio desde a sua criação. A obra traz fotos dos vencedores entre 1996 e 2006.

Foram criadas novas categorias em 2009 para profissionais que trabalham em montagens de ópera.

Na categoria Cantor Solista teve empate em 2009 e dois foram os vencedores.

Premiados em 1996[editar | editar código-fonte]

Em 1996 existiam 5 categorias e os vencedores foram:

Premiados em 2009[editar | editar código-fonte]

Premiados em 2010[editar | editar código-fonte]

Entrega dos troféus: dia 5 de maio de 2010 na Sala São Paulo

Premiados em 2011[editar | editar código-fonte]

Entrega dos troféus: Dia 11 de Julho de 2011 às 21horas na Sala São Paulo

Premiados em 2012[editar | editar código-fonte]

Entrega dos troféus: Dia 27 de Agosto de 2012 às 21 horas no Theatro Municipal de São Paulo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]