Pra Valer (programa de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pra Valer
Informação geral
Formato Programa de variedades
Duração 120 minutos
País de origem Brasil Flag of Brazil.svg
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Mauro Troiano
Diretor(es) de criação Hélio Bannwart (ilustrações)
Ocimar de Castro (operações)
Produtor(es) Carla Brandão
Apresentador(es) Claudete Troiano
Elenco Marcela Troiano
Joana Prado
Exibição
Emissora de televisão original Rede Bandeirantes
Transmissão original 26 de setembro de 200524 de maio de 2007
N.º de episódios Vários

Pra Valer foi um programa de variedades apresentado por Claudete Troiano na Rede Bandeirantes, entre 26 de setembro de 2005 a 24 de maio de 2007[1][2].


História[editar | editar código-fonte]

Em 2005, Claudete Troiano rescindiu seu contrato com a Rede Record e ainda havia trocado a emissora pela Rede Bandeirantes.[3] O fim do Note e Anote foi programado para o segundo semestre, avaliando que o formato do programa estava desgastado, e a produção de uma revista eletrônica matutina, o Hoje em Dia. A grade do canal sofreu uma reformulação.

Com sua saída da Record, Claudete assinou o contrato com a Band para apresentar um novo programa de televisão voltado para o público feminino. Para isso, a emissora escolheu a modelo e ex- integrante do Programa H, de Luciano Huck, Joana Prado, para ser repórter principal do programa. Mauro Troiano, irmão da apresentadora que dirigiu o Note e Anote na TV Record, foi contratado para ser diretor geral do programa. E ainda, Claudete contratou sua filha Marcela Troiano para ser repórter de um quadro.

A atração estreou em 26 de setembro de 2005, às 15h00, substituindo o Melhor da Tarde, de Leonor Corrêa, ficou no ar por apenas um ano e meio, apesar de Claudete ter assinado um contrato de três anos com a emissora. O programa deu uma boa audiência para a Band na época, chegando a conquistar o terceiro lugar. Devido à reformulação da grade de programação em 2007, a Band extinguiu o programa e rescindiu o contrato com Claudete, que chegou a processar a emissora.[4][5] No lugar do Pra Valer entrou o Atualíssima com Leão Lobo e Patricia Maldonado, na faixa seguinte entrou no ar o programa Márcia, apresentado por Márcia Goldschmidt.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Apresentação
Ano Apresentação
2005-2007 Claudete Troiano
Elenco
Ano Elenco
2005-2007 Lucília Diniz (culinária)
2005-2007 Francesco Tarallo (culinária)
2005-2007 Dr. Daniel Habib (saúde e sexo)
2005-2007 Fábio Arruda (etiqueta)
2005-2007 Rodolfo Lima (cinema)
2005-2007 Edson Freitas (beleza)
2005-2007 Andréa Guimarães (casa)
2005-2007 Cadu Dib (culinária)
2005-2006 Dra. Cristiana Reis (saúde)
Reportagens
Ano Reportagens
2005-2007 Luís Guerra
2005-2007 Joana Prado
2006-2007 Marcela Troiano
Direção de arte
Ano Direção de arte
2005-2007 Hélio Bannwart (ilustrações)
Direção de criação
Ano Direção de criação
2005-2007 Hélio Bannwart (ilustrações)
2005-2007 Ocimar de Castro (operações)
Produção
Ano Produção
2005-2007 Carla Brandão
Direção geral
Ano Direção geral
2005-2007 Mauro Troiano
Empresas de Produção
  • Rede Bandeirantes de Televisão

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Em 2007, o Pra Valer foi cancelado e Claudete Troiano foi demitida da Rede Bandeirantes por conta de um caso em que sua filha Marcela Troiano foi presa em flagrante com a bolsa cheia de drogas. A apresentadora chegou a processar a emissora.

Denúncias[editar | editar código-fonte]

Em 2007 o programa ficou em segundo lugar no 13º ranking "Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania", que é formado por denúncias de telespectadores e pelo Comitê de Acompanhamento da Programação (CAP), onde estão como representantes mais de 60 entidades que assessoram a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados para criar a lista com o "Ranking da Baixaria na TV". As queixas da população que formaram a lista, eram de discriminação religiosa e violência contra animais. [6]

Referências

  1. «Claudete Troiano estréia na Band nesta segunda». Terra. 24 de setembro de 2005. Consultado em 9 de maio de 2016. 
  2. «Claudete Troiano estréia hoje na Band». Folha Ilustrada. 26 de setembro de 2005. Consultado em 9 de maio de 2016. 
  3. OFuxico. «Claudete Troiano alfineta Ana Hickmann em coletiva» 
  4. «Claudete Troiano é demitida da Band». O Globo. 25 de maio de 2007 
  5. «Entra e sai: Band reformula grade de programação.». Virgula. Consultado em 25 de abril de 2017. 
  6. Patricia Roedel (9 de outubro de 2007). «Big Brotherlidera 13º ranking da baixaria na TV». observatoriodaimprensa.com.br. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.