Preppy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Remo, esporte habitualmente associado aos preppies.

Preppy, também pronunciado preppie, é um termo surgido nos EUA. Refere-se a uma tribo urbana, tradicionalmente adotada nos colégios-preparatórios particulares do nordeste estadunidense; e frequentadores das prestigiadas universidades desse Estado Nacional. O termo preppy envolve características sofisticadas no vocabulário, na atitude, no vestuário e principalmente no estilo de vida de quem o adota. Essa palavra possui uma ideia cultural do mesmo modo que os hippies e yuppies tiveram na história.

O termo teve sua grande aparição nos anos de 1970 e 1980. Sua grande audiência destacada primeiramente em 1970 com o filme Love Story, onde a personagem interpretada por Ali MacGraw's tinha características dessa tribo.

Para a língua portuguesa podem se considerar como pejorativos os termos patricinha e mauricinho (no Brasil) ou "queque" e "betinho" (em Portugal)[1] .

A Tribo Urbana dos Preppies[editar | editar código-fonte]

A tribo tradicional dos preppies, ou preps, se refere às pessoas de um alto nível social e econômico. Atualmente isso já não é mais regra, pois esse estilo, através da mídia, divulgou um modo de vida de viável adoção por qualquer nível social, econômico, e principalmente por qualquer origem étnica. Tradicionalmente, os preppies frequentavam as faculdades preparatórias da elite, sendo ícones no que se refere a inteligência, capacidade atlética, sociabilização e saúde.

Nos desfiles, o estilo não está ligado aos exagerados designers da moda, mas sim às roupas e acessórios clássicos e conservadores. As marcas que vestem essa cultura são tais como o estilo destas: Brooks Brothers, J. Press, J.Crew, J. Mclaughlin, Polo Ralph Lauren, Lacoste, Vineyard Vines, Lilly Pulitzer, Patagonia e muitas outras.

No mais autêntico modo de vida dos preppies, existe uma maior preocupação com o lado econômico como, por exemplo, os locais de passagem de férias da família - um fator muito importante para os preppies tradicionais. Eles costumam frequentar nas férias de verão locais como: Newport, RI; Bar Harbor, ME; Palm Beach, FL; Hilton Head Island, SC; Millbrook, NY; The Hamptons, NY; Block Island, RI; Nantucket, MA; Cape Cod, MA; Bald Head Island, NC and Martha's Vineyard, MA, e Kennebunkport, ME.

Preppies tradicionais e atuais[editar | editar código-fonte]

Nos dias de hoje, a cultura preppy se modificou popularmente. Essa mudança foi causada principalmente pela mídia, que acabou quebrando alguns antigos padrões que eram ditados pelos partícipes tradicionais como, por exemplo, a necessidade de um alto nível social e econômico. Hoje em dia já não é mais preciso ter muito dinheiro para adotar esse modo de vida. Os mais antigos valorizavam, além do estilo da roupa e dos acessórios, o fator econômico, ou seja, o status. Sem esse status não era possível frequentar lugares nem manter relações com integrantes, logo não era possível ser reconhecido assim. Mas hoje é comum encontrarmos preppies que não possuem vínculos com as antigas tradições; já que essa tribo, agora, está ligada diretamente com a personalidade e com o tipo de roupa utilizada pelo indivíduo. Com essa mudança, o estilo de vida foi gradativamente perdendo padrões. Um exemplo é os lugares que atualmente frequentam, geralmente shoppings e academias. Isso difere dos mais tradicionais, que tinham obrigatoriamente um lazer mais luxuoso. Em suma as diferenças básicas entre os estilos são:

Preppies tradicionais: Modo de vida inevitavelmente faustoso, valorizavam o status, a reputação da família, os lugares de lazer.

Preppies atuais: Modo de vida não necessariamente requintado, e a não obrigatória aquisição do poder econômico para a obtenção desse título social.

As semelhanças que prevalecem entre esses dois tipos as roupas e acessórios,a personalidade e o modo de ver a vida, sempre com classe e educação.

Estilo dos Preppies[editar | editar código-fonte]

Há vários esportes, roupas, bebidas e alimentos considerados preppies. Esse adjetivo denota bens utilizados pela tribo, e formam um dos fatores necessários tanto atualmente, como tradicionalmente, para a adequação do indivíduo. Alguns dos esportes considerados preppy são: Esgrima, natação, tênis, golfe entre outros. As bebidas destacadas pela tribo, no livro The Official Preppy Handbook, são gin, vinho, vermutes, vodka e champanhe, entre outros.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Os termos mauricinho e patricinha são usados pejorativamente apesar de serem uma tribo urbana popular. Entretanto, com a chegada dos preppies através do mundo da moda, a semelhança popular entre eles e os mauricinhos/patricinhas acabou criando uma confluência cultural verosímil, embora errônea, entre essas terminologias. As diferenças não são poucas. As roupas e os acessórios se modificam tornando-se bem mais clássicos dos que usualmente se adéquam a mauricinhos, como por exemplo a camisa pólo ajustada para cima, cintos coloridos, calças e sapatos sociais, penteados clássicos. Outros fator são as cores e os tons concernentes aos preppies, e o considerável interesse pela moda. A personalidade dos preppies é popularmente conhecida como desinibida, sem preocupações e sofrimentos (correlação com a questão financeira), mas ao mesmo tempo apresentam um forte nível social, cultural, por isso têm conhecimento de etiqueta, que em qualquer ocasião colocam em prática, tanto no vocabulário (não utilizam gírias) como nos gestos (cavalheirismo inglês), o altruísmo é inerente, de forma a serem identificados principalmente pela personalidade.

The New York Times (19 de julho de 1987). LISA BIRNBACH, AUTHOR, TO MARRY IN SEPTEMBER. Visitado em 31 de agosto de 2008.