Greasers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Típico greaser norte americano de Quebec, Canadá. (por volta de 1960)

Greasers eram uma subcultura de etnia predominantemente branca que se originou nos anos de 1950 entre os jovens do nordeste e sul nas gangues de rua dos Estados Unidos. O estilo e a subcultura então se tornaram popular entre outros tipos de pessoas, como uma expressão de rebeldia.

Nos anos de 1950 e início de 1960, esses jovens foram conhecidos como ''hoods''. O nome greaser surgiu de seus penteados "greased-back" (engraxado para trás), que incluiu pentear o cabelo com cera capilar, gel de cabelo, cremes, tônicos ou pomada. O termo greaser (lubrificador ou engraxate em português, nessa acepção pode ser traduzido como mecânico) reapareceu depois como parte de um ressurgimento da cultura popular dos anos 1950. Uma das primeiras manifestações desse ressurgimento foi num comercial de televisão americano de 1971, 7 Up, que apresentava um greaser de 1950 dizendo: "Ei lembra de mim? Eu sou o anjo adolescente!". A música Sha Na Na também desempenhou um papel importante no ressurgimento.

Embora a subcultura greaser for amplamente um fenômeno jovem americano, havia subculturas similares no Reino Unido, Austrália e Suécia. Nos anos 1950 britânicos, os equivalentes foram os ton-up boys, de quem se desenvolveram os rockers nos anos 1960. Membros de subculturas rivais no Reino Unido, tal como os skinheads, às vezes referiam se aos greasers simplismente como graxa.

Ao contrário dos rockers britânicos que foram exclusivamente motociclistas, os greasers americanos foram conhecidos mais por seu amor ao carros hot rod, não necessariamente motocicletas, apesar de ambas subculturas serem conhecidas por serem fãs do rock'n'roll dos anos 1950 e da rockabilly.

Estilo[editar | editar código-fonte]

Itens de vestuário normalmente usado pelos greasers incluem: Camisetas brancas ou pretas (frequentemente com as mangas arregaçadas); camisas brancas (como uns "casacos"); camisas clássicas ringers T-shirts (em inglês); camisas de malha italianas; camisas "estilo-o-papai" (daddy-o-style); jaquetas de trabalho preta, azul ou caqui; casacos preto ou marrom; jaquetas jeans Levi; jaquetas de couro; 501 jeans da Levi (com as mangas aregaçadas em qualquer parte entre 1-4 polegadas) e calças de sarja de trabalho largas de algodão.

Os calçados típicos dos greasers incluiam: botas de motociclistas; tais como botas de arreio ou botas de engenheiro; botas militares; Winklepickers ("apanhador de caramujo" em português); Brothel creepers ("trepadeira de bordéis" em português), botas de vaqueiros e All-Stars da Converse. Acessórios comuns incluiam bandanas, chapéus de aba curta (como os Fedora), boinas ou bonés chatos (como o coppola) e carteiras de corrente.

Os penteados típicos incluiam: o penteado pompadour; o "bunda de pato" (Duck's ass) e mais penteados para trás entilo Folsom. Esse penteados foram mantidos no lugar com gel de cabelo e às vezes como a pomada Brylcreem.

Retratos na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Os greasers são usualmente retratados como urbanos grupos étnicos da classe trabalhadora, frequentemente ítalo-americanos ou hispano-americanos. Os termos greaser ou greaseball (cabelo engordurado) são insultos étnicos aplicados aos ítalo-americanos ou hispano-americanos, devido aos estereótips de ambos os cabelos naturalmente ao cabelo oleoso ou da utilização generalizada de graxa no cabelo. As exceções notáveis para o retrato étnico urbano incluem filmes como: O Selvagem (1953); Rebel Without a Cause (1955); The Outsiders (1983), que retratou uma mais rural, no sul do Estados Unidos da subcultura greaser. Outros filmes e programa de TV apresentando greasers incluem: Crime in the Streets (1956), The Delinquents (1957), 77 Sunset Strip (1958), The Young Savages (1961), Two-Lane Blacktop (1971), American Graffiti (1973), Badlands (1973), Happy Days (1974–1984), The Lords of Flatbush (1974), The California Kid (1974), Grease (1978), The Wanderers (1979), Grease 2 (1982), The Loveless (1982), The Outsiders (1983), Eddie and the Cruisers (1983), Rumble Fish (1983), Streets of Fire (1984), Tuff Turf (1985), Stand By Me (1986), La Bamba (1987), Full House (1987–1995), Last Exit to Brooklyn (1989), Cry-Baby (1990), It (1990), This Boy's Life (1993), Roadracers (1994), Deuces Wild (2002), Secondhand Lions (2003), o cartum das crianças Johnny Bravo, o jogo de video game Bully (2006), Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008), Fallout 3 (2008), Mafia II (2010) and Fallout: New Vegas (2010), The Violent Kind (2010).

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.