Rádio Difusora (Bagé)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rádio Difusora
Rádio Sociedade Difusora "A Voz de Bagé" Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) 1170 kHz AM
Sede Rio Grande do Sul Bagé, RS
Slogan O Eco do Pampa
Fundação 27 de fevereiro de 1956 (61 anos)
Fundador Vicente Gallo Sobrinho
Afiliações Rádio Guaíba
Idioma Língua portuguesa
Prefixo ZYK 213
Cobertura Bagé e região
Potência 5 kW
Página oficial http://www.difusorabage.com.br/

A Rádio Difusora é uma estação de rádio brasileira com sede em Bagé, RS. Opera na frequência de 1170 kHz AM.

História[editar | editar código-fonte]

A Rádio Difusora foi fundada em 27 de fevereiro de 1956 pelo empresário italiano Vicente Gallo Sobrinho, a partir do antigo serviço de alto-falantes "A voz de Bagé", criado pelo mesmo em 1935.[1][2]
A partir da "Voz de Bagé" e da primeira transmissão de rádio em Bagé (quando o então presidente do Brasil Getúlio Vargas visitou a cidade, em 1942), foi planejada a criação de uma emissora de rádio no município. Porém, a primeira tentativa de criar a emissora fracassou, pois a autorização de transmissão foi concedida a uma empresa de Pelotas, que viria mais tarde a fundar em Bagé a Rádio Cultura.[1] Mas, em uma segunda tentativa, a criação da Rádio Difusora foi autorizada, e, em 27 de fevereiro de 1956, a emissora iniciou suas transmissões em 1210 kHz AM, prefixo ZYU-46, com potência de transmissão de 100 watts.[1]
Nas décadas de 1960 e 1970, a Difusora realizou várias transmissões jornalísticas, como os eventos Miss Bagé e Miss Rio Grande do Sul, programas de auditório com grandes artistas da época, transmissões esportivas e rádio-novelas. A partir da década de 1970, a emissora foi a primeira a possuir uma unidade externa de transmissões, e a pioneira em Bagé nas transmissões internacionais de rádio.[1]
Em outubro de 1981, a Rádio Difusora passa a ter potência de transmissão de 5 kW, e passa a operar na frequência de 1170 kHz AM, prefixo ZYK-213. Em janeiro de 2000, a rádio passa a ser a quarta emissora no Rio Grande do Sul a transmitir sua programação pela internet.[1] Recentemente, promoveu várias mudanças em seu site, tornando-o mais completo, além de fazer do uso do aplicativo WhatsApp para interatividade com os ouvintes e disponibilizou aplicativos nas lojas virtuais Google Play e Apple Store.

Em 2016, a emissora comemorou seus 60 anos com uma programação especial, onde montou durante o dia 27 de fevereiro daquele ano um "estúdio vitrine" no andar térreo de seu endereço, na Avenida Sete de Setembro. Durante o dia, radialistas, ex-funcionários e autoridades visitaram os estúdios, além da comunidade bageense. Teve uma nova reformulação em seu site e interações com o Facebook e WhatsApp são evidenciadas.

Em 2017, foi uma das primeiras emissoras a ser oficialmente autorizada pelo Ministério das Comunicações a migrar para a frequência FM. Estreou novos programas, entre eles o jornalístico "Em Pauta", apresentado aos sábados pelo radialista Emanuel Müller e que traz notícias e variedades das 13h15 às 14h45, às vezes passando do horário tamanha a audiência dos ouvintes.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e Rodrigues, Ivan Dorneles. «O rádio no RS - O rádio em Bagé». Memorial Landell de Moura. Consultado em 3 de julho de 2016 
  2. Adib, Carlos. «História do Rádio - RS (1924 - 1960)». Ver <<27/Fev/1956>>. Consultado em 3 de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.