Rádio Internacional da China

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rádio Internacional da China
中国国际广播电台
中國國際廣播電台
(China Radio International)

CRI
{{{alt}}}
Logótipo da rádio
País  China
Fundação 3 de dezembro de 1941 (75 anos)
Afiliações Administração Estatal de Imprensa, Publicações, Rádio, Cinema e Televisão da República Popular da China
Cobertura mundo Mundial
Página oficial portuguese.cri.cn
Rádio Internacional da China
Chinês simplificado: 中国国际
广播电台
Chinês tradicional: 中國國際
廣播電台

A Rádio Internacional da China (CRI) (chinês: 中国国际广播电台, pinyin: Zhōngguó Guójì Guǎngbō Diàntái, ou em inglês: China Radio International) é uma emissora de radiodifusão internacional da República Popular da China, sediada em Babaoshan, um subdistrito de Pequim. Anteriormente conhecida como Radio Beijing e originalmente Radio Peking, foi fundada a 3 de dezembro de 1941.

A Rádio Internacional da China adoptou a posição política do governo da República Popular da China sobre questões políticas, como o estatuto político da República da China e o estatuto de Dalai Lama. Tal como acontece com as empresas de radiodifusão externas como a Voz da América, o Serviço Mundial da BBC e a Rádio Austrália, a CRI desempenha um papel significativo na estratégia do poder brando da República Popular da China. A Rádio Internacional da China também é transmitida em língua portuguesa.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

A rádio foi introduzida pela primeira vez na China na década de 1920 e 1930. No entanto, poucos domicílios tinham receptores de rádio. Algumas cidades possuíam estações comerciais. Na maioria das vezes, a rádio era utilizada para fins políticos, frequentemente em nível local.

O Partido Comunista da China utilizou a rádio pela primeira vez na cidade de Yan'an em março de 1940, com um transmissor importado de Moscovo. A Rádio Nova China (XNCR) entrou no ar a partir de Yan'an, no dia 30 de dezembro de 1940. A XNCR foi transmitida numa área geográfica maior depois de 1945, e seus programas tornaram-se mais regulares e formais com transmissões de notícias, anúncios oficiais, boletins de guerra, artes e programas literários.

O serviço anglófono começou a 11 de setembro de 1947, transmitido no XNCR a partir duma caverna de Shahe nas Montanhas Taihang,[3] quando a China estava no meio de uma guerra civil, para anunciar as áreas recém-conquistadas e transmitir uma perspectiva política e cultural chinesa para o mundo em geral.[4][5] A estação foi mudada para a capital, Pequim, quando a República Popular da China foi estabelecida em 1949. Seu nome foi mudado para Radio Peking no dia 10 de abril de 1950 e para Radio Beijing em 1983. No dia 1 de janeiro de 1993 o nome da estação foi novamente alterado, desta vez para China Radio International, a fim de evitar qualquer confusão com a radiodifusão local de Pequim.

Referências

  1. Caeiro, António (10 de dezembro de 2014). «CRIpor - A rádio chinesa que fala português». Lusa. Revista MACAU 
  2. «Rádio Internacional da China lança portal em português». Instituto Internacional da Língua Portuguesa. 2 de julho de 2015 
  3. «CRI Marks China's First English Radio Show» (em inglês). Rádio Internacional da China. 25 de novembro de 2011 
  4. Chang, Wan Ho (1989). Mass Media in China: The History and the Future (em inglês). Ames, Iowa: Universidade Estatal de Iowa. p. 151-152 
  5. «History and Milestones: CRI English Service» (em inglês). Rádio Internacional da China 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.