Realismo clássico (relações internacionais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O realismo clássico é uma escola de pensamento na teoria das relações internacionais associada com os pensadores Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes.[1] Os pensadores modernos associados ao realismo clássico são Hans Morgenthau e Carl von Clausewitz.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Jackson, Robert, Sorensen, Georg, Introduction to International Relations: Theories and Approaches, 3rd ed, (2007), p 305
  2. Lebow, R.N. (2005). Classical Realism, in T. Dunne, M.Kurki and S. Smith, International Relations Theory. Oxford: Oxford University Press.