Rio Paraopeba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Paraopeba
Rio Paraopeba entre os municípios de Betim e São Joaquim de Bicas.
Comprimento 510 km
Nascente Cristiano Otoni, em Minas Gerais, no Brasil
Foz Represa de Três Marias, no município de Felixlândia, em Minas Gerais, no Brasil
Área da bacia 13 643 km²
Afluentes
principais
Águas Claras, Macaúbas, Betim, Camapuã e Manso
País(es)  Brasil

O rio Paraopeba é um rio que banha o estado de Minas Gerais, no Brasil.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Seu nome é de origem tupi e significa "rio largo", através da junção dos termos pará (rio) e popeba (largo).[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Sua nascente está localizada ao sul no município de Cristiano Otoni e sua foz está na represa de Três Marias, no município de Felixlândia, ambos em Minas Gerais. A extensão do rio é de 510 km e sua bacia cobre 13 643 km² e 35 municípios[2]. Seus principais afluentes são o rio Macaúbas, o rio Camapuã, o rio Betim,o rio Manso e o ribeirão Serra Azul. Estes três últimos cursos de água são represados para formação dos três reservatórios que compõem o Sistema Paraopeba: Sistema Vargem das Flores, Sistema Rio Manso e Sistema Serra Azul, respectivamente.[3]

É um dos principais afluentes do rio São Francisco.[4]

Referências

  1. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 591.
  2. http://www.juatuba.mg.gov.br/vernoticias.php?id=352
  3. «Parecer Único SUPRAM CM n.º 238/2010» (PDF). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD. 18 de junho de 2010 
  4. Minas Gerais. Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM). Estudos das Metas De Qualidade Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba (2005). Disponível em: <http://aguas.igam.mg.gov.br/aguas/downloads/acordo_resultados/Estudo_Metas_Paraopeba.pdf>. Acessado em 27 de setembro de 2008.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.