Shout at the Devil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shout at the Devil
Álbum de estúdio de Mötley Crüe
Lançamento 26 de setembro de 1983
Gravação Cherokee Studios em Hollywood, Califórnia
Gênero(s) Heavy Metal
Duração 44:10
Gravadora(s) Elektra
Produção Tom Werman
Cronologia de Mötley Crüe
Último
Too Fast for Love
(1981)
Theatre of Pain
(1985)
Próximo

Shout at the Devil é o segundo álbum de estúdio da banda de heavy metal Mötley Crüe, lançado em 26 de Setembro de 1983. É sucessor do Too Fast for Love. As faixas "Looks that Kill" e "Too Young to Fall in Love" junto com a faixa-título "Shout at the Devil" fizeram um grande sucesso nos EUA entre 1983 e 1984.

O álbum foi apontado por grupos fundamentalistas cristãos como satanista, por conta da faixa-título e da capa original, que continha um pentagrama invertido. No entanto o mesmo não possui uma proposta de adoração ao diabo, mas sim de revolução contra líderes políticos opressores, representados pela figura do diabo. Um mote que era sempre repetido pela banda em resposta a essas críticas era: "Shout AT the devil, not WITH."("Grite CONTRA o diabo, não COM ele").

A estética visual da banda tornou-se mais chamativa: além dos tradicionais cabelos armados, foram adicionadas maquiagem pesada, fantasias de couro e botas com salto, dando aos músicos o aspecto de guerreiros de um mundo pós-apocalíptico.

Conforme revelado pelo Mötley Crüe anos mais tarde, tanto a temática lírica quanto a estética foram inspiradas nos filmes Mad Max 2 e Fuga de Nova York, aos quais os integrantes assistiam repetidamente em meados de 1981, quando moravam no mesmo apartamento.

Shout at the Devil ganhou 4 discos de platina (vendeu mais de 4 milhões de cópias). A segunda capa do álbum, contendo os rostos dos quatro integrantes (que posteriormente substituiu a original por conta das controvérsias) foi inspirada na capa do álbum Let It Be dos The Beatles.[1]

Shout at the Devil chegou à 17ª colocação na Billboard 200.[2] "Shout at the Devil", "Looks That Kill" e "Too Young to Fall in Love" foram lançadas como singles, e as duas últimas alcançaram as 54ª e 90ª posições respectivamente na Billboard Hot 100 em 1984, com "Shout at the Devil" chegando à 30ª colocação na Hot Mainstream Rock Tracks chart.[2] Shout at the Devil foi certificado como platina quádrupla em 15 de maio de 1997.[3]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas. [4]
Robert Christgau (D) [5]
Rolling Stone 2 de 5 estrelas. [6]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "In the Beginning" (Geoff Workman, Nikki Sixx) – 1:13
  2. "Shout at the Devil" (Sixx) – 3:16
  3. "Looks That Kill" (Sixx) – 4:07
  4. "Bastard" (Sixx) – 2:54
  5. "God Bless the Children of the Beast" (Mick Mars) – 1:33
  6. "Helter Skelter" (John Lennon, Paul McCartney) – 3:09
  7. "Red Hot" (Mars, Vince Neil, Sixx) – 3:21
  8. "Too Young to Fall in Love" (Sixx) – 3:34
  9. "Knock 'Em Dead, Kid" (Neil, Sixx) – 3:40
  10. "Ten Seconds to Love" (Neil, Sixx) – 4:17
  11. "Danger" (Mars, Neil, Sixx) – 3:51

Versão remasterizada de 2003[editar | editar código-fonte]

Faixas bônus do Shout at the Devil

  1. "Shout at the Devil (demo)" (Sixx) – 3:18
  2. "Looks That Kill (demo)" (Sixx) – 5:06
  3. "Hotter Than Hell (demo)" (Sixx) – 2:49
  4. "I Will Survive" (Mars, Sixx) – 3:19
  5. "Too Young to Fall in Love (demo)" (Sixx) – 3:03

Créditos[editar | editar código-fonte]

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Álbum - Billboard (América do Norte)

Ano Tabela Posição
1983 The Billboard 200 17[2]

Singles[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Mötley Crüe é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.