Sigismundo I, o Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sigismundo I da Polônia
Rei da Polônia
Zygmunt I Stary.jpg
Governo
Reinado 1506 - 1548
Coroação 24 de janeiro de 1507 na Catedral de Wawel
Antecessor(a) Alexandre da Polônia
Sucessor(a) Sigismundo II Augusto
Dinastia Jaguelônica
Vida
Nascimento 1 de janeiro de 1467
Kozienice, Mazóvia, Polônia
Morte 1 de abril de 1548 (81 anos)
Cracóvia, Polônia
Sepultamento Catedral de Wawel
Cônjuge(s)
Barbara Zápolya (1495-1515)
Bona Sforza (1494-1557)
Pai Casimiro IV da Polônia
Mãe Isabel da Áustria
Assinatura Assinatura de Sigismundo I da Polônia

Sigismundo I, o Velho (em polaco: Zygmunt I Stary, em lituano: Zygimantas Senasi; Kozienice, 1 de janeiro de 1467 - Cracóvia, 1 de abril de 1548), foi Rei da Polônia e Grão-duque da Lituânia de 1506 a 1548.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era o oitavo dos treze filhos do rei Casimiro IV da Polônia e de Isabel da Áustria. Eram seus avós paternos Jogaila, o patriarca da Dinastia Jagelônica, e de Sofia de Holszany. Pelo lado materno, era neto de Alberto, rei dos Romanos, e de Isabel de Luxemburgo.

Em 1408, no reinado de seu irmão mais velho, João I da Polônia, foi feito duque de Glogów e, em 1501, Alexandre da Polônia fê-lo duque de Opole. Quando este morreu sem filhos, em 19 de agosto de 1506, Sigismundo sucedeu-o como rei da Polônia e grão-duque da Lituânia.

Logo ao assumir o governo, Sigismundo assinou o Nihil novi, um estatuto que alterou o modo de governo da Polônia, visto que determinava que nenhum novo negócio poderia ser conduzido sem o consentimento unânime dos três estados: o rei, o senado e os representantes dos latifundiários. Uma vez que estes temiam dar ao rei um exército forte, o país ficou militarmente debilitado. Mesmo assim, ele conseguiu expulsar os russos da Lituânia após a vitória em Orsha, em 1514.

Em 23 de fevereiro de 1512, Sigismundo casou-se com Barbara Zápolya, filha de Estêvão Zápolya, palatino da Hungria, e de Edviges de Teschen. Eles tiveram duas filhas:

Morta Bárbara, em 1515, casou-se pela segunda vez com Bona Sforza, filha de João Galeácio II Sforza e de Isabel de Nápoles. Eles tiveram seis filhos:

Além destes, Sigismundo ainda teve mais três filhos naturais com Catarina Telniczanka (c. 1480 - 1528):

Sigismundo faleceu aos 81 anos, em idade avançada comparado à estatística da época, e seu corpo foi sepultado na Catedral de Wawel, em Cracóvia. Sucedeu-o seu filho Sigismundo II Augusto[2] .

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.