Sismo de Elazığ de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sismo de Elazığ de 2020
Epicentro Turquia
38° 19' 48" N 39° 5' 2.4" E
Profundidade 10 km
Magnitude 6.7 MW
Tipo Falha geológica
Data 24 de janeiro de 2020
Zonas atingidas Elazığ, Diarbaquir, Malatya, Adıyaman e Samsun
Vítimas 38 mortes e 1607 feridos[1]

O sismo em Elazığ de 2020 ocorreu em 24 de janeiro de 2020 às 20h55, horário local da Turquia (17:55 UTC).[2] A magnitude do sismo foi determinada em 6,7. O abalo foi sentido nas províncias vizinhas de Elazığ, Diarbaquir, Malatya, Adıyaman e Samsun. O Observatório Kandilli reviu a magnitude para 6,5.[3] Inicialmente, 22 pessoas foram confirmadas como mortas, sendo que mais de mil ficaram feridas.[4][5] Posteriormente, o número subiu para pelo menos 38 mortes e 1607 feridos.[1]

Configuração tectônica[editar | editar código-fonte]

A maior parte da Turquia fica na placa da Anatólia, que está sendo forçada a oeste pela colisão entre a placa Arábica e a placa Eurasiática. Esse movimento para o oeste é acomodado por duas grandes zonas de falha geológica, a Falha Setentrional da Anatólia na direção oeste-leste no norte do país e a Falha Oriental da Anatólia na direção leste ao sudeste. O movimento nessas duas falhas tem sido responsável por muitos grandes sismos com danos significativos. Os principais e mais recentes na falha da Anatólia Oriental foram o sismo de Bingöl em 2003 e o sismo de Elazığ de 2010.[2]

Sismo[editar | editar código-fonte]

O abalo sísmico teve uma magnitude de 6,7 Mw e uma profundidade de 10,0 km de acordo com a ANSS e 6,5 Mw e uma profundidade de 5,0 km de acordo com o Observatório Kandilli.[2][6] A duração foi de 40 segundos, segundo reportado.[4]

O mecanismo focal observado e a localização epicentral são consistentes com o sismo causado pelo movimento na Falha Oriental da Anatólia.[2]

Danos[editar | editar código-fonte]

Vários edifícios desabaram em partes das províncias de Elazığ e Malatya, deixando pessoas presas dentro dos prédios. Inicialmente, relatou-se que um total de 22 pessoas foram mortas, sendo 18 em Elazığ e outras 4 em Malatya. Pelo menos 1030 pessoas ficaram feridas.[4] Posteriormente, o número subiu para pelo menos 38 mortes e mais de 1607 feridos.[1]

Referências

  1. a b c «Rescue efforts under way after deadly quake rattles east Turkey» (em inglês). Al Jazira. 26 de janeiro de 2020. Consultado em 27 de janeiro de 2020 
  2. a b c d «M 6.7 - 4km ENE of Doganyol, Turkey» (em inglês). United States Geological Survey. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2020 
  3. «Massive quake of magnitude 6.5 rocks Turkey's Elazığ» (em inglês). Daily Sabah. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2020 
  4. a b c Sariyuce, Isil; Alkhshali, Hamdi; Vera, Amir (25 de janeiro de 2020). «At least 22 dead, more than 1,000 injured in Turkey earthquake». CNN (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2020 
  5. «Powerful earthquake strikes eastern Turkey» (em inglês). BBC. 24 janeiro de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2020 
  6. «24 OCAK SİVRİCE-ELAZIĞ DEPREMİ» (em turco). Kandilli Observatory. 25 de janeiro de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]