Soğanlı

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Turquia Soğanlı 
  Vila (köy)  
Habitações trogloditas e pombais no Vale de Soğanlı.
Habitações trogloditas e pombais no Vale de Soğanlı.
Mapa dos pincipais locais históricos e turísticos da Capadócia
Mapa dos pincipais locais históricos e turísticos da Capadócia
Soğanlı está localizado em: Turquia
Soğanlı
Localização de Soğanlı na Turquia
Coordenadas 38° 20' 9" N 34° 59' 27" E
Região Anatólia Central
Província Kayseri
Distrito Yeşilhisar
Administração
 - Prefeito İsmaıl Ablak [1]
Área
 - Total 1 008 km²
Altitude 1 300 m
População (2009) [2]
 - Total 324
    • Densidade 0,3 hab./km²
Código postal 38800
Prefixo telefónico 0352
Tahtali Kilise, igreja troglodita bizantina.

Soğanlı é uma aldeia e município (em turco: köyler) da região histórica da Capadócia, pertencente ao distrito de Yeşilhisar, à província de Kayseri e à região administrativa da Anatólia Central da Turquia. Em 2009 a população do município era de 324 habitantes.

Introdução[editar | editar código-fonte]

O município é conhecido principalmente pelo Vale de Soğanlı, um local de grande beleza natural, com formações geológicas de tufo típicas da Capadócia, onde se encontram diversas igrejas e mosteiros bizantinos escavados na rocha,[nt 1] concentrados sobretudo a cerca de 2 km a noroeste da aldeia.

A economia do município baseia-se sobretudo na agricultura, embora também haja algum turismo, se bem que ínfimo comparado com outras áreas mais populares da Capadócia. Um aspeto curioso, se bem que ainda comum nesta parte da Turquia, é o uso como fertilizante dos excrementos de pombos, criados em covas naturais e artificiais das rochas, que muitas vezes foram habitações e igrejas no passado.[nt 1]

A aldeia está dividida em duas — Aşağı Soğanlı ("Soğanlı de Baixo") e Yukarı Soğanlı ("Soğanlı de Cima"). É uma localidade muito pitoresca, situada à beira de um mesa (monte escarpado com topo plano).[3] Encontra-se 10 km (17 km por estrada) em linha reta a oeste de Yeşilhisar, e a 37 km (54 km por estrada) em linha reta a sudeste de Göreme, o centro turístico da Capadócia. Entre os séculos IX e XIII o vale foi povoado por monges bizantinos, que aí construíram cerca de cem igrejas e vários mosteiros,[nt 1] que escavaram na rocha calcária e vulcânica das encostas do vale estreito. Grande parte dessas construções colapsaram, encontrando-se algumas enterradas, e outras foram ou ainda são usadas como estábulos e pombais.[nt 1]

O nome, que literalmente significa "com cebola" ou "bulboso", terá derivado de sona kaldi ("deixado para o fim"), o que pode ter derivado do facto de Soğanlı ter sido a última aldeia da região a ser conquistada durante as invasões árabes do século VIII[a] lideradas por Abdallah al-Battal.[3]

Igrejas[editar | editar código-fonte]

A Tokalı Kilise (igreja da fivela; não confundir com a igreja com o mesmo nome em Göreme) encontra-se na parte inferior (sudeste) do Vale de Soğanlı, junto à aldeia. Está localizada no alto de uma escarpa e é acessível por uma escadaria íngreme e muito gasta com 50 degraus. No exterior existem vários túmulos em ruínas. O interior tem três naves e frescos nas paredes, os quais estão praticamente destruídos.[nt 1]

A Karabaş Kilisesi (igreja da cabeça preta) tem uma nave com uma abóbada de berço. A crer numa inscrição do general bizantino Miguel Skepides que se encontra sobre a porta ocidental, os frescos mais recentes datam do século XIII.[nt 1] Nas capelas da abside encontram-se frescos do século X e XI com cenas da vida de Jesus.[3] As imagens estão pintadas sobre fundo negro, o que deu origem ao nome dado pelos locais à igreja, embora as cabeças não sejam negras. A existência de diversas construções à sua volta sugerem que a igreja faria parte de um complexo monástico.[nt 1]

A Saklı Kilise (igreja escondida) tem frescos com representando os Apóstolos.

A Meryem Ana Kilisesi (igreja da Virgem Maria) tem quatro capelas na ábside com frescos e ornamentos típicos do período iconoclasta.[3]

Tokalı Kilise (igreja da fivela).

A Yilanli Kilise (igreja da serpente; não confundir com a igreja com o mesmo nome em Göreme) deve o seu nome a um dos seus frescos, datado do século XI, onde se representa São Jorge matando o dragão. Muitos dos estragos das pinturas são graffiti gregos e arménios. No exterior há dois arcossólios.[3]

A Kubbeli Kilise (igreja com cúpula) é uma construção do século X, que como o nome local indica, tem uma cúpula, além de estruturas laterais.[nt 1] A sua aparência exterior é das mais curiosas das inúmeras igrejas de rocha da Capadócia, pois a cúpula é a ponta de uma chaminé de fada que assenta em cima de um cilindro rochoso, criando a ilusão de ser uma construção de alvenaria,[3] o que é acentuado pelas linhas escavadas para dar a impressão de silhar e cornijas dentilhadas.[nt 1]

Mais a norte encontram-se a Tahtalı Kilise (igreja da madeira) e a Barbara Kilise. O nome da primeira deve-se a uma ponte de madeira por onde se acede a ela.[nt 1] A segunda tem uma nave única, em abóbada, dividido em dois por um arco transversal;[3] segundo inscrições numa das paredes, data de 1006 ou 1021. Os frescos representam diversas cenas do Novo Testamento e um deles tem a única representação dos "Sete Adormecidos"[b] da Capadócia.[nt 1]

A Geyikli Kilise (igreja com o veado) deve o seu nome à imagem quase desvanecida de um veado, visível num fresco de Santo Eustáquio. É uma construção do século XI com duas naves.

Notas

[a] ^ O Rough Guide[3] refere que as invasões árabes teriam acontecido no século VI, o que parece evidentemente um erro. Partindo do princípio que as invasões da Capadócia foram lideradas por Battal Gazi ou suas contemporâneas, fazendo fé na veracidade do artigo «Battal Gazi» na Wikipédia em inglês, essas invasões devem ter acontecido no século VIII.
[b] ^ Nota de tradução: Siebenschläfer von Ephesus no original.[nt 1] O editor não tem a certeza de que "Sete Adormecidos"[4] seja o nome pelo qual a história bíblica do Novo Testamento é mais conhecida. Ver «Seven Sleepers» na Wikipédia em inglês.
  1. a b c d e f g h i j k l Artigo «Soğanlı-Tal» na Wikipédia em alemão (acessado nesta versão).

Referências

  1. «Soğanlı Köyü». www.yerelnet.org.tr (em turco). YerelNET. Consultado em 15 de julho de 2010. 
  2. «Address based population registration system (ABPRS) database (2009)». www.tuik.gov.tr (em inglês). TURKSTAT. Consultado em 15 de julho de 2010. 
  3. a b c d e f g h Ayliffe, Rosie; Dubi, Marc; Gawthrop, John; Richardson, Terry (2003). The Rough Guide to Turkey (em inglês) 5 ed. [S.l.]: Rough Guides, Ltd. 662 páginas. ISBN 1-84353-071-6 
  4. «Santas 7 crianças emparedadas (os "Sete Adormecidos") de Éfeso: Maximiliano, Jâmblico, Martiniano, João, Dinis, Constantino e Antonino (+c.150)». ortodoxia-brasil.blogspot.com. Blog da Igreja Ortodoxa do Brasil. 17 de agosto de 2009. Consultado em 16 de julho de 2010. 
  • Não usadas diretamente, mas que constavam do artigo «de» e «Soğanlı-Tal» na Wikipédia em alemão (acessado nesta versão) de onde grande parte do texto foi traduzido:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Soğanlı