Soraya Montenegro (personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soraya Montenegro
Personagem fictícia de Maria do Bairro
Ficheiro:Soraya Montenegro.jpg
Língua original Espanhol
Morada Mansão de la Vega
Mansão de Oscar
Nascimento 1958
Morte 3 de maio de 1996 (38 anos)
Origem  México
Sexo Feminino
Espécie Humana
Cabelo Castanho Escuro
Olhos Castanhos
Características Vingativa
Ocupação Antagonista
Família Calixta Popoca (mãe); Victoria de la Vega (tia)Fernado de la Vega (tio)
Amigo(s) Oswaldo Trevino (antigo amante); Ricardo Mejía (Médico); Aldo Armenteros
Inimigo(s) Maria do Bairro
Família de la Vega
Alícia
Esperança
Voz Marisa Leal (Dublagem Brasileira)
Género(s) Drama, Suspense
Primeira aparição "Piloto" (María la del Barrio)
Última aparição "Final" (María la del Barrio)
Época(s) 1995
Interpretado por Itatí Cantoral
Internet Movie Database IMDb
Espécie Humana
Situação presente Morta

Soraya Montenegro ou Soraya Montenegro de Montalbán é uma psicopata fictícia. Ela é a vilã da telenovela María la del Barrio. Rendeu diversos prêmios à sua intérprete, Itatí Cantoral. No início, se fingia boa para agradar a todos, principalmente sua tia, Victória. Com a chegada de Maria do Bairro à mansão dos De La Vega, Soraya se mostra uma mulher cruel e disposta a tudo e contra todos para obter seus objetivos, é "apaixonada" pelo filho herdeiro da fortuna da família, Luis Fernando. Faz de tudo para conseguir seu maior objetivo, conquistar e ser esposa de Luis Fernando, sendo que tudo é em vão, já que Luis Fernando ama Maria. Mesmo assim, ela consegue se casar com Luis Fernando e transforma a mansão em um verdadeiro inferno. Se faz de morta após cair do alto de um prédio, em uma discussão com seu amante Osvaldo. Anos depois volta para se vingar da Família De la Vega. Seus bordões são chamar Maria do Bairro de catadora, morta de fome e marginal. Maltrata Alícia, sua enteada a quem chama de Aleijada e seduz o filho de Maria e Luis Fernando.[1]

Bordões[editar | editar código-fonte]

  • Marginal! (Maria)
  • Catadora! (Maria)
  • Morta de fome! (Maria)
  • Bruxa do Demônio! (Calixta)
  • Velha maldita! (Victória)
  • Velho maldito! (Fernando)
  • Eu sou sua a esposa!/Você é o meu marido! (Luís Fernando)
  • Satanás me dá forças! (Ela mesma)
  • Maldita aleijada! (Alícia)
  • Sua insolente! (Esperança)
  • Hipócrita! (Carlota)
  • Meu Nandinho! (Nandinho)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]