Tahrir al-Sham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hay'at Tahrir al-Sham
Organização pela Libertação do Levante
Participante na Guerra Civil Síria
Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg
Datas 28 de janeiro de 2017 - presente
Ideologia Islamismo sunita
Salafismo
Jihadismo
Wahhabismo
Objetivos Derrube do governo de Bashar al-Assad
Transformar a Síria num emirado, liderado pela Al-Qaeda
Organização
Parte de Flag of Jihad.svg Al-Qaeda (negado pelo HTS)
Flag of the Syrian Salvation Government.svg Governo de Salvação Sírio
Líder Abu Jaber Shaykh (líder)
Abu Mohammad al-Julani (líder militar)
Orientação
religiosa
Sunismo
Sede Idlib, Síria
Área de
operações
 Síria
Líbano
Efetivos 31,000 a 50,000
(20,000 combatentes da Al-Nusra)
Antecessor(es)
anterior
Jabhat al-Nusra
Frente Ansar al-Din
Movimento Nour al-Din al-Zenki
Liwa al-Haqq
Jaysh al-Sunna
Relação com outros grupos
Aliados  Turquia (de facto)[1][2]
Flag of Ansar al-Islam.svg Facção de Ansar al-Islam
Flag of Jihad.svg Ajnad al-Kavkaz
Flag of Jihad.svg Katiba Abd Ar-Rahman
Flag of Jihad.svg Katibat Jabal al-Islam
Flag of Caucasian Emirate.svg Emirado do Cáucaso
Flag of the Turkistan Islamic Party in Syria.svg Partido Islâmico do Turquestão na Síria
Flag of Jihad.svg Junud al-Makhdi
Flag of Chechen Republic of Ichkeria.svg Malhama Tactical
Logo of the Army of Glory.png Jaysh al-Izza
Flag of Jihad.svg Jund al-Islam
Flag of Syria 2011, observed.svg Exército Nacional Sírio (ocasionalmente)
Inimigos  Síria
 Rússia
 Irão
 Estados Unidos
Líbano (até 2017) InfoboxHez.PNG Hezbollah
Flag of Syrian Democratic Forces.svg Forças Democráticas Sírias
WataniaTahrirFlag.png Frente Nacional para a Libertação da Síria
Afeganistão Liwa Fatemiyoun
Paquistão Liwa Zainebiyoun
Síria Liwa Abu al-Fadhal al-Abbas
Iraque Harakat Hezbollah al-Nujaba
Estado Islâmico do Iraque e do Levante Estado Islâmico do Iraque e do Levante
Conflitos
Guerra Civil Síria

Hay'at Tahrir al-Sham[3] (árabe: هيئة تحرير الشام, Hayʼat Taḥrīr al-Shām; português: Organização pela Libertação do Levante ou Comité de Libertação do Levante),[4] simplesmente conhecido por Tahrir al-Sham e tendo como abreviatura de HTS, ou, também conhecido como Al-Qaeda na Síria,[5][6] é um grupo militante salafita jihadista envolvido na Guerra Civil Síria.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo foi formado a 28 de janeiro de 2017 após um acordo de fusão entre Jabhat Fateh al-Sham (ex-Jabhat al-Nusra), Frente Ansar al-Din, Jaysh al-Sunna, Liwa al-Haqq e Movimento Nour al-Din al-Zenki.[7] Após a criação, diversos outros grupos e pessoas se juntaram ao grupo. Esta nova organização é liderada, essencialmente, por membros da Jabhat Fateh al-Sham e antigos membros do Ahrar al-Sham.[8][9] Diversos membros do Ahrar al-Sham juntaram-se a este grupo, guiados pelos seus valores salafitas e conservadores. Apesar da fusão, muitos analistas continuam a referir-se a este grupo pelo nome Jabhat al-Nusra ou Jabhat Fateh al-Sham, o grupo mais poderoso desta fusão.[10]

Mesmo com a fusão, Tahrir al-Sham é considerado como o braço armado da Al-Qaeda na Síria,[11] com diversos combatentes e líderes do grupo a seguirem as ordens da Al-Qaeda, e, que apesar desta fusão, muitos dos seus líderes respondem perante aos líderes da Al-Qaeda, bem como, muitos dos seus membros se guiam pelos mais valores mais extremistas e radicais defendidos pela Al-Qaeda.[12]

Tahrir al-Sham continua a defender a ideologia da Al-Nusra, em transformar a Síria num emirado islâmico salafita, liderado pela Al-Qaeda.[13] Apesar destas acusações, o grupo recusa quaisquer ligações atuais com a Al-Qaeda e afirmando numa declaração que "é uma organização independente e não uma extensão de antigas organizações ou facções[14]. Além disto, grupos como o Movimento Nour al-Din al-Zenki chegaram a ser apoiados diretamente pelos Estados Unidos[15].

Atualmente, é um dos grupos armados anti-governo de Bashar al-Assad mais fortes, sendo apenas superado pelo Exército Nacional Sírio, grupo financiado e armado pela Turquia, com quem Tahrir al-Sham tem relações ambíguas, ora combatendo lado-a-lado contra o regime, ora entrando em confronto entre si[16]. Apesar de ser considerado um grupo terrorista pela Turquia, as relações com o governo turco são, desde 2017, de cooperação e entendimento com ambos a partilharem o desejo de impedir o avanço das tropas sírias e russas na província de Idlib[17].

Tahrir al-Sham declarou a sua ligação ao Governo de Salvação Sírio, que é um governo alternativo da Oposição Síria localizado na província de Idlib[18].

Referências

  1. Predefinição:In lang 'As long as those refugees don't trouble us'. NRC Handelsblad, 1 March 2020. Retrieved 6 March 2020.
  2. «Key characteristics of Turkish use of Syrian armed proxies | Strategies of Turkish proxy warfare in northern Syria». www.clingendael.org. November 2019. Consultado em 30 de janeiro de 2020  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Monitoring, B. B. C. (28 de fevereiro de 2017). «Tahrir al-Sham: Al-Qaeda's latest incarnation in Syria». BBC News (em inglês) 
  4. Society, People’s Printing Press (14 de fevereiro de 2017). «Syria: Factions jockey for position ahead of new peace talks» (em inglês) 
  5. Ahmed, Akbar Shahid (4 de março de 2017). «Syria Rebels Want Trump To Know They're The Ones Fighting ISIS». Huffington Post (em inglês) 
  6. «Al-Qaeda Reshapes the Insurgency in Northern Syria». Henry Jackson Society. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 10 de maio de 2019 
  7. «Al Qaeda and allies announce 'new entity' in Syria | FDD's Long War Journal». FDD's Long War Journal (em inglês). Consultado em 10 de junho de 2017 
  8. «Syria Islamist factions, including former al Qaeda branch, join forces: statement». Reuters. 28 de janeiro de 2017 
  9. «Al-Qaeda merges with former US supplied rebel forces in Syria». AMN - Al-Masdar News | المصدر نيوز (em inglês). 28 de janeiro de 2017 
  10. i24NEWS. «Ex-Qaida affiliate Jabhat Fateh al-Sham claims Homs attacks which killed dozens». i24NEWS (em inglês) 
  11. Reports, CATF. «Al-Qaeda's Grand Plan for Syria Passes Through Hayat Tahrir al-Sham» (em inglês) 
  12. Reports, CATF. «Al-Qaeda's Grand Plan for Syria Passes Through Hayat Tahrir al-Sham» (em inglês) 
  13. Salim, Nilgun (22 de fevereiro de 2017). «A new terrorist organization might replace ISIS». Stock News USA. Consultado em 10 de junho de 2017 
  14. says, Matt (10 de fevereiro de 2017). «Hay'at Tahrir al Sham leader calls for 'unity' in Syrian insurgency | FDD's Long War Journal». www.longwarjournal.org (em inglês). Consultado em 7 de março de 2020 
  15. Chulov, Martin (20 de julho de 2016). «Syrian opposition group that killed child 'was in US-vetted alliance'». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  16. «The Syrian National Army: For the Syrian revolution or against the Kurds?». Syria Direct (em inglês). Consultado em 7 de março de 2020 
  17. «Reviewing the Turkey–HTS Relationship». Syria From Within | Chatham House (em inglês). Consultado em 7 de março de 2020 
  18. «The Syrian General Conference Faces the Interim Government in Idlib». Enab Baladi (em inglês). 18 de setembro de 2017. Consultado em 7 de março de 2020