Taparuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Taparuba
Bandeira indisponível
Brasão de Taparuba
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 21 de dezembro de 1995 (23 anos)
Gentílico taparubense
Prefeito(a) George Oliveira da Silva (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Taparuba
Localização de Taparuba em Minas Gerais
Taparuba está localizado em: Brasil
Taparuba
Localização de Taparuba no Brasil
19° 45' 32" S 41° 36' 57" O19° 45' 32" S 41° 36' 57" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Vale do Rio Doce IBGE/2008[1]
Microrregião Aimorés IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Ipanema, Pocrane, Mutum, Conceição de Ipanema
Distância até a capital 362 km
Características geográficas
Área 193,081 km² [2]
População 3 137 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 16,25 hab./km²
Altitude 230 m
Clima tropical de altitude Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,7 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 17 115,656 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 5 113,73 IBGE/2008[5]

Taparuba é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Taparuba, segundo algumas explicações locais, vem da língua tupi e significa "Ponte Nova".

História[editar | editar código-fonte]

A história de Taparuba se acha ligada à de Ipanema. Os índios aimorés foram os primeiros habitantes da região onde hoje se situa o município de Ipanema. Por outro lado, segundo a tradição, foi José Pedro de Alcântara o primeiro europeu que conseguiu vencer as matas virgens da época e penetrar em seus domínios. Talhada em velha figueira ao lado do rio, encontrou-se a inscrição seguinte: “Até aqui chegou José Pedro”. Fala-se também de Manoel Francisco de Paula Cunha, desertor da guarda nacional e que encontrava-se fugido da Guerra de Santa Luzia.

Esses acontecimentos são atribuídos ao período que vai de 1840 a 1850. Em 1851, um aventureiro de nome Bernardes Leão também combateu os índios, tendo se demorado na localidade por algum tempo. Faz parte, ainda, da história da fundação de Ipanema o nome de Antônio José da Costa que, segundo a tradição oral, plantou 5 hectares de terra, com café e árvores frutíferas.

O primeiro nome dado ao lugar foi Povoado do Rio José Pedro, naturalmente referente à inscrição encontrada na velha figueira. Em 1872, o padre de Vermelho Novo, padre. Maximiliamo, celebrou a primeira missa no local. A capela foi edificada em 1873, pelo Padre Sócrates Colare, intelectual e historiador. O povoado de Rio José Pedro desenvolveu-se com relativo progresso, baseando a sua economia na agricultura e na pecuária. Em 1891 é elevado a distrito de paz, pertencente ao município de Manhuaçu, em 1911, e pela Lei nº566, de 30 de agosto, é elevado à categoria de município, instalando-se a 7 de setembro de 1912.

Em 20 de agosto de 1928, teve o seu topônimo alterado para Ipanema. É sede de comarca desde 1.º de janeiro de 1926. Pela Lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, a vila de Rio José Pedro tomou a denominação de José Pedro o distrito de São José da Ponte Nova a chamar-se Tuparuba. E pela Lei estadual nº 12030, de 2 1 de dezembro de 1995, desmembra do município de Ipanema o distrito de Taparuba. Elevado à categoria de município.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2007 era de 3.243 habitantes, conforme estatistica IBGE.[1]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.