Conceição de Ipanema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Conceição de Ipanema
Fachada da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Fachada da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição
Bandeira indisponível
Brasão de Conceição de Ipanema
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Aniversário 1 de janeiro de 1954 (64 anos)
Fundação 12 de dezembro de 1953[1]
Gentílico ipanemense[2]
Prefeito(a) Grosmane Hermsdorff (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Conceição de Ipanema
Localização de Conceição de Ipanema em Minas Gerais
Conceição de Ipanema está localizado em: Brasil
Conceição de Ipanema
Localização de Conceição de Ipanema no Brasil
19° 55' 40" S 41° 41' 38" O19° 55' 40" S 41° 41' 38" O
Unidade federativa Minas Gerais
Região
intermediária

Juiz de Fora IBGE/2017[3]

Região
imediata

Manhuaçu IBGE/2017[3]

Municípios limítrofes Taparuba, Ipanema, Santana do Manhuaçu, São José do Mantimento, Chalé e Mutum
Distância até a capital 374 km
Características geográficas
Área 253,935 km² [2]
População 4 644 hab. estatísticas IBGE/2017[4]
Densidade 18,29 hab./km²
Altitude 300 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,676 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 39 207,03 IBGE/2015[6]
PIB per capita R$ 8 473,53 IBGE/2015[6]

Conceição de Ipanema é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Sua população estimada em 2017 era de 4 644 habitantes.[4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo é formado por dois termos. Conceição refere-se a Maria, mãe de Jesus, e Ipanema, que na língua tupi significa "rio ruim, rio sem peixe" (y-panéma). A ideia original é que o arraial dedicado a Nossa Senhora da Conceição ficava na região de Ipanema.

História[editar | editar código-fonte]

O atual município foi originado de um povoado que se formou volta de 1850. Nessa ocasião, Francisco Inácio Fernandes Leão construiu uma capela em honra a Nossa Senhora da Conceição e, ao redor, algumas casas. Aquele povoamento prosperou nas décadas seguintes e com a lei estadual nº 336, de 27 de dezembro de 1948, foi criado o distrito subordinado ao município de Ipanema, denominado Conceição de Ipanema. Sua emancipação ocorreu pela lei estadual nº 1.039, de 12 de dezembro de 1953, instalando-se em 1º de janeiro de 1954.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[7] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária de Juiz de Fora e Imediata de Manhuaçu.[3] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Aimorés, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Rio Doce.[8]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Principais rios e córregos:
    • Rio José Pedro
    • Córrego do Cobrador
    • Córrego Piabanha
    • Córrego Santa Maria
    • Córrego do Cotovelo
    • Córrego São Domingos
    • Córrego São Geraldo
    • Córrego do Funil
    • Córrego do Angelim
    • Córrego do Mexerico
    • Córrego Bom Jardim
    • Córrego São Luís
    • Córrego do Canivete
    • Córrego Conceição
    • Córrego da Saudade
    • Córrego Santa Silvéria

Bacia: Bacia do Rio Doce

Clima[editar | editar código-fonte]

  • Temperatura:
    • Média anual: 24,6 C
    • Média máxima anual: 31,2 C
    • Média mínima anual: 19,4 C
  • Índice médio pluviométrico anual: 1162,6 mm

Topografia %[editar | editar código-fonte]

  • Plano: 10
  • Ondulado: 20
  • Montanhoso: 70

Povoados[editar | editar código-fonte]

Lista de Párocos, Vigários e Administradores Paroquiais[editar | editar código-fonte]

Pôr do sol em Conceição de Ipanema.
  • 1º Francisco de Assis Barbosa (1955-1957)
  • 2º João Beentjes (1958-1960)
  • 3º Jaime Vila Moratinos (1960-1962)
  • 4º Elpides Andrade Franklin (1962-1963)
  • 5º Geraldo Silva Araújo (1963-1966)
  • 6º Inácio Tito de Azevedo (1967-1974)
  • 7º Humberto Boreli (1975-1978)
  • 8º José de Souza Lucas (1978-1980)
  • 9º Aníbal Borges Sobrinho (1980-1983)
  • 10º Geraldo Mayrink (1983-1988)
  • 11º José Moreira Bastos Neto (1988-1997)
  • 12º Flávio Alves Ferreira (1997-2004)
  • 13º Raimundo Turíbio Coelho (2004-2009)
  • 14º Roberto Carlos Vilela (2009-2012)
  • 15° João Batista de Oliveira (2013-2018)
  • 16º Ely da Terra Cristo (2018 - .....)

Comunidades Eclesiais da Paróquia[editar | editar código-fonte]

  • Alto São Luís:

Padroeiro: São Luiz.

  • Angelim:

Padroeiro: São Sebastião.

  • Barra Alegre:

Padroeira: Nossa Senhora Aparecida.

  • Boa Vista:

Padroeiro: São Judas Tadeu.

  • Bom Jardim:

Padroeiro: São Sebastião. Área: 10 Km2. População: 21 famílias católicas e 13 evangélicas. Fundador: Joaquim P. Lacerda. Data: Por volta de 1950. Pastorais: 4. Coordenador:

  • Cobrador (Comunidade):

Padroeiro: São João Batista. Área: 8 Km2. População: 58 famílias católicas e 7 evangélicas. Fundador: João José Vidal. Data: 1950. Pastorais: 6 catequistas, 4 Grupos de Reflexão. Coordenador: Maria da Cunha Hermsdorff.

  • Pau de Óleo:

Padroeiro: Nossa Senhora das Graças.

  • Pedra Redonda:

Padroeira: Santa Luzia.

  • Penha do Bananal:

Padroeira: Nossa Senhora da Penha.

  • Piabanha:

Padroeiro: São Sebastião.

  • Santa Maria:

Padroeiro: Santa Rita. Área: 5 Km2. População: 55 católicos, constituindo 15 famílias. Córrego: Santa Maria. Fundadores: Delfino. Data: 1973. Pastorais: 4. Coordenador: Valter de Q. Ronaldo. Pessoa marcante na história: Maria Pires Balzam.

  • São Barnabé (povoado).
  • São Bento:

Padroeiro: São Bento. Área: 2 Km2. População: 50. Fundador:. Vergílio Floriano. Data: 1964. Pastorais: 1.

  • São Geraldo (povoado):

Padroeiro: São Geraldo.

  • São José do Mantimento:

Padroeiro: São José.

  • São Sebastião, em São José do Mantimento:

Padroeiro: São Sebastião.

População[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

A população do município é composta por uma grande porcentagem de descendentes de imigrantes alemães, italianos e espanhóis. É registrada a presença das famílias alemãs: Braun, Heins, Heringer, Hermsdorf, Horst, Kaiser, Keller, Klein, Knaip, Saar, Sathler e Rot Schimidt e Balmant. Da imigração italiana estão os Bertolacci, os Paviones e os Garonci. As famílias espanholas são Gamito, Huebra e Sanchez.

Essas pessoas chegaram à região a partir da década de 20, através de Juiz de Fora e Manhumirim. A comunidade rural do Funil é resultado de uma colônia alemã que ainda conserva costumes e o seguimento da Igreja Luterana.

Dados da cidade[editar | editar código-fonte]

  • Localização: Rio Doce
  • Área: 254,11 km²
  • Altitude:
    • Máxima: 1340 m. local: Pontão de Santa Elisa
    • Mínima: 493 m. local: Rio José Pedro
    • Ponto central da cidade: 300 m

Transportes[editar | editar código-fonte]

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

  • A frota de 2007 era de 339 automóveis. Para viagens intermunicipais existe a empresa Caparaó que faz linha Conceição de Ipanema, Alto São Luís a Ipanema.
  • Distâncias aproximadas aos principais centros (km):
  • Principais rodovias que servem ao município:

Religião[editar | editar código-fonte]

O catolicismo está presente no núcleo do município desde as origens. A partir da década de 30, apareceram as igrejas evangélicas: Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Igreja Batista. Grande parte da população local professa o catolicismo, no entanto, o protestantismo conta com um representação significativa de fiéis.

As igrejas presentes: Católica, Presbiteriana, Batista Nacional, Assembleia de Deus , Deus é Amor, Tabernáculo, Casa da Bênção e Adventista do Sétimo Dia, Primeira Igreja Batista, Capela Nossa Senhora Aparecida no alto da torre.

O município conta com duas paróquias, uma católica a outra protestante. A paróquia Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Conceição de Ipanema) foi criada em 18 de novembro de 1955; a Paróquia Evangélica Luterana do Funil foi fundada em 1923.

Educação[editar | editar código-fonte]

Em 2007, segundo o IBGE, havia 645 matrículas no Ensino Fundamental. Sendo 219 na rede pública estadual e 496 na rede municipal. No pré-escolar havia 96. E no Ensino Médio, 136 matrículas.

Quanto ao quadro de docentes atuando no município, havia 49 lecionando para o Ensino Fundamental, 4 no Ensino pré-escolar e 19 no Ensino Médio. As escolas estão na cidade e nos povoados, são 7: Córrego Boa Vista, Córrego da Coluna, Córrego da Palha Branca, São Barnabé, Alto São Luís e São Geraldo. Há apenas uma escola estadual, a Escola Estadual Governador Juscelino Kubitschek. As demais são municipais.

Política[editar | editar código-fonte]

O município possui um eleitorado de 3.526 (segundo o IBGE/2007). Em 2017, o prefeito é Grosmane Hermsdorff (PSDB)e o vice é Samuel Lopes .A câmara é composta por 9 vereadores.

Economia[editar | editar código-fonte]

As atividades econômicas predominantes são a pecuária e a cafeicultura. Área empregada em estabelecimentos agropecuários são 21.775 hectares. Sendo 3.438 área de lavouras permanentes. As criações de animais são bovinos (12.161 cabeças), caprinos, ovinos (68), suínos (656) e aves (8.730). A produção de leite de vaca é 4.724 litros e produção de 19.000 dúzias de ovos de galinha.

A empregabilidade é baixa. Na cidade, os empregos estão no comércio e no setor público (Município e Estado). Há serviços financeiros oferecidos por dois bancos: SICOOB Credicaf, Bradesco e Caixa Econômica.

Os serviços representam 10.088 do PIB, a agropecuária 4.519 e finalmente a indústria, 1. 138. A participação no PIB dos municípios é de 4.250.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em Conceição de Ipanema, há um hospital e uma unidade básica de saúde. Há 7 estabelecimentos de saúde no município. No hospital São Geraldo há atendimento básico e de emergência, com 25 leitos para internação.

Lista de Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Mandato Prefeito e vice-prefeito Vereadores
31 de maio de 1955 a 31 de janeiro de 1959 Antenor Heringer / José de Oliveira
  1. Aristides Ramos Balmant - Presidente da Câmara
  2. Antônio Rodrigues Travassos (Tonico Travassos) - Vice-presidente
  3. Cecília da Silva Matta - Secretária
  4. Amaro José de Oliveira
  5. Avelino Horsth
  6. Joel Bonifácio Gomes
  7. Dair Luiz de Souza
  8. Wallfrid Saar - Funil
  9. Wilson Tanos Abdalla
31 de janeiro de 1959 a 31 de janeiro de 1963 Geraldo de Barros / Obed Ribeiro
  1. Quirino Balmant - Presidente da Câmara
  2. Julião de Araújo - Vice-presidente
  3. Édson Evangelista de Oliveira - Secretário
  4. Aquiles Rodrigues Costa
  5. José Ferreira Leal (Zezinho Daniel)
  6. Itamar de Oliveira
  7. Wilson Ambrósio Trindade
  8. Willy Arnold Kaizer - Funil
  9. Daniel Xavier da Costa - Tigre
31 de janeiro de 1963 a 31 de janeiro de 1967 Obed Ribeiro / Geraldo de Barros
  1. Pastor Benjamim Cândido do Bem - Presidente da Câmara
  2. José Ferreira Leal (Zezinho Daniel) - Vice-presidente - Cobrador
  3. Manoel Antônio de Lima (Nenzim Lima) - Secretário - Cobrador
  4. Pedro Fontoura de Moraes
  5. Alaídes Alves de Castro
  6. Willy Arnold Kaizer - Funil
  7. Dilardo Silva
  8. Alzerino Antônio da Silva
  9. Lorival Soares
31 de janeiro de 1967 a 31.01.1971

Geraldo de Barros / Sebastião Luís da Matta Júnior (Tatão Matta)

  1. Obed Ribeiro - Presidente da Câmara
  2. Pastor Benjamim Cândido do Bem - Vice-presidente
  3. Daniel Xavier da Costa - Secretário - Tigre
  4. José Ferreira Leal (Zezinho Daniel) - Cobrador
  5. Francisco Cornélio da Costa (Chico Dinor)
  6. Joel Nantes - Tigre
  7. Esmael Rodrigues Alves
  8. Alzerino Antônio da Silva - Angelim
  9. Pedro Fontoura de Moraes
31 de janeiro de 1971 a 31 de janeiro de 1973 Obed Ribeiro / Pedro Fontoura de Moraes
  1. Lorival Soares - Presidente da Câmara
  2. Altivo Saldanha Marinho - Vice-presidente
  3. Sebastião Correia da Silva (Sebastião do Alzerino) - Secretário
  4. Eurides José de Souza
  5. Manoel Antônio de Lima (Nenzim Lima)
  6. Francisco Cornélio da Costa (Chico Dinor)
  7. Antônio Rodrigues Neto (Tota Rodrigues)
  8. Sebastião Saturnino do Prado - São Geraldo
  9. Pastor Benjamim Cândido do Bem
31 de janeiro de 1973 a 31.01.1977 Geraldo de Barros / Aristides Ramos Balmant
  1. Eurides José de Souza - Presidente da Câmara
  2. Josias Carvalho de Almeida - Vice-presidente
  3. Vigilato Martins da Costa - Secretário
  4. José Pereira de Lacerda
  5. Sebastião Saturnino do Prado - São Geraldo
  6. José Olímpio Filho - Piabanha/Cobrador
  7. Raimundo Nolasco da Cunha - Cobrador
  8. Wallfrid Saar - Funil
  9. Antônio Prata Sobrinho
31 de janeiro de 1977 a 31 de janeiro de 1983 José Pereira de Lacerda / Eurides José de Souza
  1. Altivo Saldanha Marinho - Presidente da Câmara
  2. Adney Paulo de Arantes - Vice-presidente
  3. Vigilato Martins da Costa - Secretário
  4. Sebastião Saturnino do Prado - São Geraldo
  5. Joaquim de Oliveira (Joaquim Jacinto) - Angelim
  6. Luiz Borel Sobrinho
  7. Josias Carvalho de Almeida
  8. Izolino Feitoza (Neném Flor)
  9. Sebastião Rodrigues de Oliveira (Tatão Bilico) - Mexerico
31 de janeiro de 1983 a 31 de janeiro de 1988 Geraldo de Barros - 31 de janeiro de 1983 a 12 de junho de 1987 (dia de sua morte) / Altivo Saldanha Marinho

Altivo Saldanha Marinho - 17 de junho de 1987 a 31 de dezembro de 1988

  1. Gumercino Inácio de Assis - Presidente da Câmara
  2. Raimundo Nolasco da Cunha - Vice-presidente
  3. Sebastião Rodrigues de Oliveira (Tatão Bilico) - Secretário - Mexerico
  4. Adriel Rodrigues Ferraz - Angelim
  5. Joaquim de Oliveira (Joaquim Jacinto) - Angelim
  6. Gedalias Luiz da Silva (Seu Gidim) - Tigre
  7. Manoel Pereira da Costa (Manoel Xavier) - Tigre
  8. Pedro Fontoura de Moraes
  9. Izolino Feitoza (Neném Flor)
31 de janeiro de 1989 a 31 de dezembro de 1992 José Pereira de Lacerda (PDC) / Antônio Rodrigues Neto (Tota Rodrigues) (PFL)
  1. Célio Simão da Costa (PFL) - Presidente da Câmara
  2. Gumercino Inácio de Assis (PFL) - Vice-presidente
  3. Ademar Dutra (PFL) - Secretário
  4. João Floriano de Assis (PFL) - São Luiz
  5. Joaquim de Oliveira (PFL) (Joaquim Jacinto)
  6. Adauto Alves Aleixo (PT) - São Barnabé
  7. Germano Saar (Manim) (PFL)
  8. Sebastião Saturnino do Prado (PMDB) - São Geraldo
  9. Adney Paulo de Arantes (PFL)
1 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1996 Altivo Saldanha Marinho / Célio Simão da Costa (PFL)
  1. Germano Saar (Manim) - Presidente da Câmara (PFL)
  2. Adauto Alves Aleixo - Vice-Presidente (PFL) - São Barnabé
  3. Nirley Roberto de Carvalho - Secretário (PFL)
  4. Joaquim Pereira Diniz (PT) (Joaquim Lauriano) - São Geraldo
  5. Ademar Dutra (PFL) - São Barnabé
  6. Adney Paulo de Arantes (PFL)
  7. João Floriano de Assis (PFL) - São Luiz
  8. Cléber Cordeiro de Miranda (PT) (Cléber Póvoas)
  9. Adenir Armando (PFL) (Nilim Armando) São Geraldo
1 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2000 Gottfrid Kaizer (PT) (Frit Kaizer) / Moysés Raymundo de Lacerda (PSB)
  1. Manoel Pereira da Costa (Manoel Xavier) (PSDB) - Presidente da Câmara
  2. Fábio Cornélio da Costa (PSDB) - Vice-presidente
  3. José Geraldo de Oliveira (PT) - Secretário - São Luiz
  4. Adauto Alves Aleixo (PSB)
  5. Ademar Dutra (PFL) - São Barnabé
  6. Germano Saar (PFL)( Manim )
  7. Nirley Roberto de Carvalho (PFL) - Piabanha
  8. Joaquim Pereira Diniz (Joaquim Laureano) (PFL) - São Geraldo
  9. João Pires (PT) (João Veim)
1 de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2004 Altivo Saldanha Marinho / Célio Simão da Costa (PFL)
  1. Dionésio da Paz Pinheiro (PPS) - São Geraldo - Presidente da Câmara
  2. Adney Paulo de Arantes (PFL)
  3. Cléber Cordeiro de Miranda (Cléber Póvoas)
  4. Geraldo Magela Lopes Malta (PPS) (Geraldinho)
  5. Adalto Alves Aleixo (PSB)
  6. Manoel Pereira da Costa (Manoel Xavier) (PT)
  7. Ademar Dutra (PFL) - São Barnabé
  8. Deuzedino Lopes de Faria (PSB)
  9. Oscar de Paula Xavier (PPS) - Tigre
1 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2008 Gottfrid Kaizer (Frit Kaizer) (PT) / Willfried Saar (PL)
  1. Adauto Alves Aleixo (PSB) - Presidente da Câmara
  2. Deuzedino Lopes de Faria (PSB) - Vice-presidente
  3. Fabiane Costa Anacleto (PP)
  4. Samuel Lopes de Lima (PP)
  5. Dionésio da Paz Pinheiro (PP) - São Geraldo
  6. Cléber Cordeiro de Miranda (Cléber Póvoas) (PT)
  7. Osmar Menezes Martins (Osmarim) (PT) - São Luiz
  8. Djalma Rodrigues de Souza (PT) - São Geraldo
  9. Ademar Dutra (PFL) - São Barnabé
1 de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012 Willfried Saar (PR) / Simone Marques da Silva (PSB)
  1. Adauto Alves Aleixo (PSB) - Presidente da Câmara
  2. Manoel Pereira da Costa (Manoel Xavier) (PT) - Vice-presidente
  3. João Paulo de Oliveira Schimit (PSB)
  4. Vandelir Ricardo Braun (PT) - São Luiz
  5. Samuel Lopes de Lima (PP)
  6. Patrícia C. M. Marinho (PFL)
  7. Gilmar Henrique - São Barnabé
  8. Joacir de Oliveira Costa - (Cirico) (PDT)
  9. Ademar Dutra - (PFL) - São Barnabé
1 de fevereiro de 2013 a 31 de dezembro de 2016 Willfried Saar (PR) / Simone Marques da Silva (PSB)
  1. Gilmar Henrique - Presidente da câmara - São Barnabé
  2. Paulo Sérgio de Souza Freitas - Vice-presidente
  3. Arílton J. Rodrigues (Toba) - Piabanha
  4. Samuel Lopes de Lima
  5. Vandelir Ricardo Braun - São Luiz
  6. João da Mata Ferreira
  7. Odair José A. Emídio - São Luiz
  8. Hudson Luiz Alves - Angelim
  9. Manoel Pereira da Costa (Manoel Xavier)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Conceição de Ipanema - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 16 de julho de 2018 
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Conceição de Ipanema». Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada em 16 de julho de 2018 
  3. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 16 de julho de 2018 
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 16 de julho de 2018 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015». Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada em 16 de julho de 2018 
  7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada em 16 de julho de 2018 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 76–78. Consultado em 16 de julho de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 16 de julho de 2018 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

ANACLETO, Maria Elza Rodrigues & TEIXEIRA, Rafael Anacleto. A história de Conceição de Ipanema.Ipanema: Centro Universitário de Caratinga, 2008.

CASTRO, Josiana Lopes de, & SILVA, Verônica do Nascimento e. A influência dos costumes alemães na região de Conceição de Ipanema - MG. Ipanema: Centro Universitário de Caratinga, 2008.

Secretaria da Cultura em 1 de Outubro de 1999

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Conceição de Ipanema