Chalé (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Chalé
Bandeira de Chalé
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 1 de março
Fundação 1 de março de 1963 (54 anos)
Gentílico chaleense
Prefeito(a) Carlos Rodrigues

da Silva (PSDB)
(2017–2020)

Localização
Localização de Chalé
Localização de Chalé em Minas Gerais
Chalé está localizado em: Brasil
Chalé
Localização de Chalé no Brasil
20° 02' 38" S 41° 41' 16" O20° 02' 38" S 41° 41' 16" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [1]
Microrregião Manhuaçu IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Lajinha, Conceição de Ipanema, São José do Mantimento, Durandé, Ipanema (Minas Gerais)
Distância até a capital 361 km
Características geográficas
Área 212,513 km² [2]
População 5 647 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 26,57 hab./km²
Altitude 370 m m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,720 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 35 160,568 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 268,60 IBGE/2008[5]
Página oficial

Chalé é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2004 era de 5.732 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo deve-se à existência de um chalé de madeira no povoado em 1929. A palavra vem do francês chalet.

História[editar | editar código-fonte]

No século XIX, existia dentro município de Manhuaçu um povoado chamado São Domingos do Rio José Pedro. Em 1929, o povoado mudou o nome para Chalé por causa da existência de um chalé de madeira na localidade. Em 1938, ao ser criado o município de Lajinha, Chalé (Minas Gerais) é transferido de Manhuaçu para ele e, em 1963, veio a sua própria emancipação.

Religião[editar | editar código-fonte]

A região é caracterizada pela presença de católicos e evangélicos. A Igreja Católica se faz representar pela Paróquia Nossa Senhora do Amparo (Chalé). Existem também cristãos protestantes (evangélicos), e minorias de outras religiões.

Educação[editar | editar código-fonte]

A cidade possui uma faculdade, um polo de educação à distância da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra).

Distritos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.