Braúnas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Braúnas
Bandeira indisponível
Brasão de Braúnas
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 12 de dezembro de 1953 (63 anos)[1]
Gentílico braunense
Prefeito(a) Jovani Duarte Menezes (PROS)
(2017–2020)
Localização
Localização de Braúnas
Localização de Braúnas em Minas Gerais
Braúnas está localizado em: Brasil
Braúnas
Localização de Braúnas no Brasil
19° 03' 21" S 42° 42' 57" O19° 03' 21" S 42° 42' 57" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Vale do Rio Doce IBGE/2013[2]
Microrregião Guanhães IBGE/2013[2]
Região metropolitana Vale do Aço
Municípios limítrofes Açucena, Dores de Guanhães, Joanésia, Guanhães, Virginópolis e Mesquita
Distância até a capital 284 km
Características geográficas
Área 378,318 km² [3]
População 5 024 hab. estatísticas IBGE/2016[4]
Densidade 13,28 hab./km²
Altitude 425 m
Clima tropical quente semiúmido Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,624 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 101 868 mil IBGE/2014[6]
PIB per capita R$ 20 100,15 IBGE/2014[6]
Página oficial

Braúnas é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Pertence à Mesorregião do Vale do Rio Doce, à Microrregião de Guanhães e ao colar metropolitano do Vale do Aço e sua população estimada em 2016 era de 5 024 habitantes.[4]

História[editar | editar código-fonte]

O atual município de Braúnas foi criado inicialmente como distrito pertencente a São Miguel de Guanhães, pela lei provincial nº 2.805, de 3 de outubro de 1881. Sua primeira denominação recebida foi Baraúnas, mais tarde alterada para Nossa Senhora do Amparo de Guanhães. Pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, recebeu o nome de Braúnas de Guanhães, ao mesmo tempo que São Miguel de Guanhães passou a denominar-se simplesmente Guanhães. A emancipação do distrito ocorreu pela lei estadual nº 1.039, de 12 de dezembro de 1953, recebendo o novo município sua denominação atual e instalando-se a 1º de janeiro de 1954.[1]

Suas principais atrações turísticas são os rodeios e cavalgadas, como o tradicional encontro da "barganha", dentre outras que acontecem ao longo do ano. Sua principal fonte de renda vem da agropecuária e da produção de leite.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Braúnas - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 
  2. a b Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (19 de julho de 2013). «Divisão Territorial do Brasil». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 8 de julho de 2014 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Área territorial oficial». Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2016). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2016» (PDF). Consultado em 30 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2016 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking IDH-M Municípios 2010». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 24 de junho de 2017. Cópia arquivada em 24 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.