Virginópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Virginópolis
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 9 de março
Fundação 9 de março de 1923
Gentílico virginopolitano
CEP 39730-000
Prefeito(a) Hiran Amaro Pinheiro Roque (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Virginópolis
Localização de Virginópolis em Minas Gerais
Virginópolis está localizado em: Brasil
Virginópolis
Localização de Virginópolis no Brasil
18° 49' 22" S 42° 42' 14" O18° 49' 22" S 42° 42' 14" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Vale do Rio Doce IBGE/2008 [1]
Microrregião Guanhães IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Peçanha, Guanhães, Gonzaga, Divinolândia de Minas e Açucena.
Distância até a capital 270 km
Características geográficas
Área 440,424 km² [2]
População 10 801 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 24,52 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,717 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 60 212,122 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 5 356,47 IBGE/2008[5]
Página oficial

Virginópolis é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2004 era de 10.180 habitantes.

É conhecido pela tradicional festa da Jabuticaba. Um aspecto interessante é que apesar da festa a cidade não se configura como grande produtor da fruta.

É a cidade natal da maquiadora e blogueira Camila Coelho, que adquiriu notoriedade através do Youtube.

História[editar | editar código-fonte]

Os primitivos habitantes da região foram os índios da tribo Porte também Botocudos e os primeiros colonizadores que aqui aportaram foram fazendeiros agro pecuaristas vindos da antiga cidade de São Miguel e Almas (Guanhães), sendo os mesmos oriundos de famílias da antiga Vila do Príncipe, atual Serro: Félix Gomes de Brito, José Antônio da Fonseca, Capitão Figueiredo, João Batista Coelho e Joaquim Nunes Coelho, por volta de 1838. As primeiras casas do povoado surgiram em 1858, sendo o tenente Joao Batista Coelho um dos pioneiros de Patrocínio, nome com que foi registrado em 1862, na freguesia de São Miguel e Almas. Em 1871 tornou-se freguesia com a denominação de Nossa Senhora do Patrocínio do Serro. Em 1923, desmembrada do territorio de Guanhães, foi elevada à condição de município. O nome - Virginopólis foi dado ao município em homenagem à Virgem Maria, formado pelas palavras Virginis (do latim Virgo) e polis (do grego) cidade.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.