Sobrália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Sobralia (gênero botânico).
Sobrália
  Município do Brasil  
Símbolos
Brasão de armas de Sobrália
Brasão de armas
Hino
Gentílico sobraliense[1]
Localização
Localização de Sobrália em Minas Gerais
Localização de Sobrália em Minas Gerais
Mapa de Sobrália
Coordenadas 19° 14' 06" S 42° 05' 52" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária[2] Governador Valadares
Região imediata[2] Governador Valadares
Região metropolitana Vale do Aço
Municípios limítrofes Alpercata, Tarumirim, Fernandes Tourinho, Engenheiro Caldas, São João do Oriente, Dom Cavati e Iapu
Distância até a capital 297 km
História
Fundação 30 de dezembro de 1962 (58 anos)[3]
Administração
Distritos
Prefeito(a) Roberto Moreira Rodrigues Júnior[4] (Republicanos, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 206,787 km²
População total (estatísticas IBGE/2019[1]) 5 553 hab.
Densidade 26,9 hab./km²
Clima tropical quente semiúmido (Aw)
Altitude 270 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35144-000 a 35145-999[5]
Indicadores
IDH (PNUD/2010[6]) 0,631 médio
PIB (IBGE/2016[7]) R$ 49 481,26 mil
PIB per capita (IBGE/2016[7]) R$ 8 507,78
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[8]
Sítio sobralia.mg.gov.br (Prefeitura)
camarasobralia.mg.gov.br (Câmara)

Sobrália é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Localiza-se no Vale do Rio Doce e pertence ao colar metropolitano do Vale do Aço. Sua população estimada em 2019 era de 5 553 habitantes.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O desbravamento da região do atual município, até então povoada exclusivamente pelos índios Puris e Botocudos, teve início no começo do século XX, quando chegaram ao lugar vários exploradores em busca de terras férteis para a agricultura e pecuária. Com o passar do tempo, formou-se um povoado, denominado Córrego das Pedras e, mais tarde, Itaúba.[3] Dado o desenvolvimento populacional, foi criado o distrito subordinado ao município de Tarumirim e com o nome de Sobrália pelo decreto-lei estadual nº 1.058, de 31 de dezembro de 1943. A emancipação foi decretada pela lei estadual nº 2.764, de 30 de dezembro de 1962, constituindo-se pelo distrito-sede e pelo distrito de Plautino Soares.[3]

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[9] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Governador Valadares.[2] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Governador Valadares, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Rio Doce.[10]

O principal córrego é o Córrego das pedras, que passa no centro da cidade e é transposto por 4 pontes. A pedra Itaúba é o principal ponto turístico, onde está localizado o "Cruzeiro". Muitas pessoas sobem lá para pagar promessas, outras simplesmente a passeio.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Conta hoje com um posto do Programa Saúde em Casa na Sede e um Posto de Saúde na sede e outro no distrito. Duas ambulâncias para transporte de pacientes que precisam de atendimento fora da cidade. Possui também, em pleno funcionamento, um Conselho Municipal de Saúde que atua na fiscalização e contribui com idéias para o melhoramento da qualidade de vida da população. O Município participa do Convênio CISDOCE, cooperativa entre municípios, que viabiliza atendimento médico e laboratorial à toda população, com descontos consideráveis em consultas e exames ou isenção de pagamento para pessoas carentes. Conta, também com uma unidade da Farmácia Popular de Minas Gerais a partir do ano de 2011.

Educação[editar | editar código-fonte]

Sobrália conta com uma Escola Estadual que oferece o ensino da Fase Introdutória até o 3º ano do Ensino Médio. Conta ainda com duas creches (uma na Sede e outra no Distrito)e três Escolas Municipais (Nos Córregos Santa Terezinha e Caixa Larga e uma no distrito) que oferecem desde a fase introdutória até à oitava série do Ensino Fundamental. Conta ainda com transporte escolar que atende a maior parte da demanda da Educação Básica.

Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]

Esporte[editar | editar código-fonte]

  • Itaúba Futebol Clube
  • Boka Juniors Futebol Clube
  • Associação Taekwondo Sobrália
  • Panelinha Futebol Clube (Futsal)
  • Associação ALMA (escalada em rochas)

Principais festas religiosas[editar | editar código-fonte]

  • São Sebastião (20 de janeiro) - Com leilão de bezerros doados pelos fazendeiros e outros animais,doados pela comunidade.
  • Mês de Maria (maio) - Coroação de Nossa Senhora e reza do terço todos os dias à noite com barraquinhas e leilões após e a, que já virou tradicional, canjiquinha com costelinha.
  • Festa de Nossa Senhora da Conceição e Santa Luzia - 5 a 13 de dezembro - Missa todos os dias. Nossa Senhora da Conceição é a Padroeira e Santa Luzia foi adotada na devoção pelo povo junto com o antigo Pe. Roberto Bocca (pároco - conhecido por Frei Roberto - in memorian).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Sobrália». Consultado em 1 de março de 2019. Cópia arquivada em 1 de março de 2019 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  3. a b c d Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Sobrália - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 19 de junho de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2013 
  4. «Candidatos a vereador Sobralia-MG». Estadão. Consultado em 16 de maio de 2021 
  5. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  6. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  7. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2016». Consultado em 1 de março de 2019. Cópia arquivada em 1 de março de 2019 
  8. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 4. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 25 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.