Senador Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Senador Amaral
[[Ficheiro:
Bandeira do Município de Senador Amaral
|125px|none|border|Bandeira de Senador Amaral]]
[[Ficheiro:
Brasão do Município de Senador Amaral
|85px|none|Brasão de Senador Amaral]]
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 28 de abril de 1992 (23 anos)
Gentílico amaralense
Prefeito(a) Lairto Antonio de Almeida [1] (PR)
(2013–2016)
Localização
Localização de Senador Amaral
Localização de Senador Amaral em Minas Gerais
Senador Amaral está localizado em: Brasil
Senador Amaral
Localização de Senador Amaral no Brasil
22° 59' 36" S 46° 17' 43" O22° 59' 36" S 46° 17' 43" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Sul/Sudoeste de Minas IBGE/2008[2]
Microrregião Pouso Alegre IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Bom Repouso, Cambuí, Camanducaia, Munhoz, Bueno Brandão[3]
Distância até a capital 447 km
Características geográficas
Área 151,135 km² [4]
População 5 225 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 34,57 hab./km²
Altitude 1496 m
Clima Tropical de Altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,661 médio PNUD/2010[6]
PIB R$ 45 111,307 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 8 678,59 IBGE/2008[7]
Página oficial

Senador Amaral é um município do estado de Minas Gerais. Historicamente ligado a Cambuí, obteve sua independência político-administrativa em 1992. Localiza-se na Serra da Mantiqueira, com altitude média de 1500 metros, sendo considerado o município mineiro de maior altitude[8] . O setor agropecuário representa grande parcela do PIB municipal[9] , destacando-se as culturas do morango, batata e brócolis, além da relevante produção de flores.


História[editar | editar código-fonte]

Sua história começa em meados de 1890, quando a família Borges doou ao município de Cambuí uma área para a construção da igreja em honra a São Sebastião. O primitivo lugarejo foi chamado de São Sebastião dos Campos da Lagoa Grande. Elevado a distrito em 1948, já com o nome de Senador Amaral, adquiriu sua independência político-administrativa em abril de 1992. O município possui inúmeras cachoeiras, destacando-se uma localizada na área central, a poucos metros da prefeitura, frequentada por toda a população, além de oferecer passeios ecológicos, como a Pedra da Onça, com excelente vista panorâmica, o Pilão de Pedra, que traga a água de dois rios, devolvendo-as cinco metros abaixo, com várias quedas d'água. Devido ao seu clima ameno e sua elevada altitude, pretende-se fazer de Senador Amaral uma estância climática. Fonte: Secretaria da Cultura em 1 de outubro de 1999.

Geografia e Clima[editar | editar código-fonte]

Senador Amaral é o município com a sede mais alta de Minas Gerais e a segunda do Brasil, superado apenas por Campos do Jordão, no estado de São Paulo. Sua prefeitura encontra-se a 1495,64[10] metros de altitude, ante os 1639,20[10] metros da cidade paulista. Monte Verde, apesar de seus 1555[11] metros (Aeroporto de Monte Verde), não entra neste ranking pois não é um município, mas um distrito pertencente à Camanducaia.

A cidade é das mais frias do estado de Minas Gerais e do Brasil, podendo superar ou ser igualada, em condições térmicas, às conterrâneas: Maria da Fé, Marmelópolis, Delfim Moreira, Bueno Brandão, Gonçalves, Alto Caparaó e Barbacena. Geadas são relativamente comuns no inverno, principalmente no mês de julho. A ocorrência de neve, apesar do registro de temperaturas negativas, é muito rara, haja vista o frequente bloqueio de frentes frias por massas de ar seco que predominam no período mais frio. Caracterizadas pela baixa umidade, tais massas dificultam a ocorrência de precipitações, inviabilizando o fenômeno.

O clima de Senador Amaral é Tropical de Altitude tipo Cwb, ou literalmente um Clima Oceânico tipo Cwb, com verões úmidos caracterizados por dias mornos e alguns dias quentes e noites muito frescas. Os invernos são secos e relativamente frios, principalmente durante à noite, apresentando dias ensolarados com temperatura amena e névoa úmida durante as manhãs.

Sua paisagem é marcada pelos campos de altitude, ponteada por resquícios da Mata Atlântica original e plantações, em sua maioria de morangos e brócolis. Destaca-se a significante presença de araucárias e outras árvores de clima temperado. Há forte a presença de roedores, como os esquilos e capivaras na fauna local.

Gráfico climático para Senador Amaral, Minas Gerais
J F M A M J J A S O N D
 
 
308
 
23
13
 
 
268
 
23
13
 
 
205
 
22
12
 
 
86
 
21
10
 
 
60
 
19
7
 
 
52
 
18
5
 
 
31
 
18
5
 
 
38
 
20
6
 
 
75
 
21
9
 
 
161
 
22
10
 
 
195
 
22
12
 
 
279
 
22
12
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: [1]

Senador Amaral, localizada no sul do Estado de Minas Gerais, dista 447 km da capital Belo Horizonte, 171 km de São Paulo, 94 km de Bragança Paulista, 66 km de Pouso Alegre e 20 km de Cambuí, município mais próximo. O acesso rodoviário principal se dá pela Rodovia Fernão Dias (BR-381) e a MG-295, na altura de Cambuí (Km 895 da Fernão Dias).

O Censo Demográfico de 2010 do IBGE indicou o total de 5.219[12] moradores no município. Já a estimativa populacional de 2015 noticia 5.419[12] munícipes.

Apresenta clima temperado e úmido, com temperaturas máximas e mínimas variando, em média, entre 22°C e 11°C, e índice pluviométrico de 1758[13] mm. A temperatura média anual é de 15°C[13] , apresentando verões amenos e chuvosos e invernos frios e secos, com a ocorrência eventual de temperaturas próximas de 0°C.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

A rodovia MG-295 corta o município, que pode ser acessada pela Rodovia Fernão Dias (Km 895).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Prefeito do Município de Senador Amaral. Visitado em 28 de janeiro de 2016.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. Mapa Político do Estado de Minas Gerais (PDF) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2009). Visitado em 29 de junho de 2010.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  5. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  6. Ranking IDHM Municípios 2010 Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2013). Visitado em 15 de junho de 2015.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  8. "Lista de municípios brasileiros mais altos em cada estado". Visitado em 28 de janeiro de 2016.
  9. IBGE | Cidades | Infográficos | Minas Gerais | Senador Amaral | Economia cidades.ibge.gov.br. Visitado em 2016-01-28.
  10. a b Mapeamento das Unidades Territoriais - Cadastro de Localidades. Visitado em 27/01/16.
  11. Como chegar a Monte Verde - Aeroporto. Visitado em 27/01/16.
  12. a b IBGE | Cidades | Infográficos | Minas Gerais | Senador Amaral | Dados Gerais cidades.ibge.gov.br. Visitado em 2016-01-27.
  13. a b Clima: Senador Amaral - Gráfico climático, Gráfico de temperatura, Tabela climática - Climate-Data.org pt.climate-data.org. Visitado em 2016-01-27.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.