Senador Firmino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Senador Firmino
  Município do Brasil  
Vista aérea da cidade de Senador Firmino
Vista aérea da cidade de Senador Firmino
Símbolos
Bandeira de Senador Firmino
[[1]]
Brasão de armas de Senador Firmino
Brasão de armas
Hino
Gentílico firminense
Localização
Localização de Senador Firmino em Minas Gerais
Localização de Senador Firmino em Minas Gerais
Senador Firmino está localizado em: Brasil
Senador Firmino
Localização de Senador Firmino no Brasil
Mapa de Senador Firmino
Coordenadas 20° 54' 43" S 43° 05' 49" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Ubá, Presidente Bernardes, Brás Pires, Paula Cândido, Divinésia, Dores do Turvo
Distância até a capital 312 km
História
Fundação 1 de janeiro de 1939
Aniversário 17 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Antônio Donizeti Durso (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 166,152 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 7 230 hab.
Densidade 43,51 hab./km²
Clima tropical de altitude
Altitude 660 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 36540-000 a 36541-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,73 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 38 175,925 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 5 232,45
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[6]
www.senadorfirmino.mg.gov.br (Prefeitura)
www.senadorfirmino.mg.leg.br (Câmara)

Senador Firmino é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

A cidade originou-se do antigo arraial do Rocha, fundado por volta de 1701 por Antônio Fernandes Furtado e o Capitão Feliciano Cardoso de Mendonça, filhos do fundador de Mariana, o Coronel Salvador Fernandes Furtado de Mendonça.[carece de fontes?]

Tornou-se distrito em 1841 com o nome de Conceição do Turvo, pertencente ao município de Piranga, e posteriormente ao de Ubá, do qual se emancipou em 17 de dezembro de 1938.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município localiza-se na Mesorregião da Zona da Mata e dista por rodovia 312 km da capital Belo Horizonte.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Relevo e hidrografia[editar | editar código-fonte]

A altitude da sede é de 660 m, possuindo como ponto culminante a altitude de 909 m. O município está inserido na bacia hidrográfica do rio Doce, sendo banhado pelo rio Turvo. (ALMG)

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 6.598

  • Urbana: 3.998
  • Rural: 2.600
  • Homens: 3.383
  • Mulheres: 3.215

(Fonte: AMM)

Densidade demográfica (hab./km²): 39,6

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 23,2

Expectativa de vida (anos): 71,9

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,4

Taxa de alfabetização: 78,7%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,730

  • IDH-M Renda: 0,606
  • IDH-M Longevidade: 0,782
  • IDH-M Educação: 0,802

(Fonte: PNUD/2000)

Turismo[editar | editar código-fonte]

Senador Firmino é conhecido por suas festas, são elas: Festas Religiosas: Jubileu de N. S. da Conceição (1 a 15 de agosto), Festa da Padroeira (8 de dezembro). Torneio Leiteiro (julho), e também um dos melhores carnavais de rua da região. A cidade também conta com belas cachoeiras e é famosa pela sua típica comida mineira.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 4. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. «História». Assembleia Legislativa de Minas Gerais 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]