Serra dos Aimorés (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Serra dos Aimorés
  Município do Brasil  
Avenida São Francisco
Avenida São Francisco
Símbolos
Bandeira de Serra dos Aimorés
Bandeira
Brasão de armas de Serra dos Aimorés
Brasão de armas
Hino
Gentílico serrense[1]
Localização
Localização de Serra dos Aimorés em Minas Gerais
Localização de Serra dos Aimorés em Minas Gerais
Serra dos Aimorés está localizado em: Brasil
Serra dos Aimorés
Localização de Serra dos Aimorés no Brasil
Mapa de Serra dos Aimorés
Coordenadas 17° 46' 58" S 40° 14' 52" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária[2] Teófilo Otoni
Região imediata[2] Teófilo Otoni
Municípios limítrofes Nanuque (em MG); Mucuri e Lajedão (BA)
Distância até a capital 615 km
História
Fundação 30 de dezembro de 1962
Administração
Prefeito(a) Iran Pacheco Cordeiro (PDT, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 213,538 km²
População total (estatísticas IBGE/2018[1]) 8 685 hab.
Densidade 40,67 hab./km²
Clima tropical (Aw)
Altitude 209 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,651 médio
PIB (IBGE/2015[4]) R$ 109 908,16 mil
PIB per capita (IBGE/2015[4]) R$ 12 536,58

Serra dos Aimorés é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Sua população estimada em 2018 era de 8 685 habitantes.[1] Localiza-se no Vale do Mucuri e leva o nome da formação geológica Serra dos Aimorés.

História[editar | editar código-fonte]

Vista da Serra dos Aimorés, que dá nome à cidade.

A cidade foi fundada por Arnô Schaper e Hermann Júlio Reuter. Serra dos Aimorés já pertenceu a Nanuque na condição de distrito até o ano de 1962, quando foi elevada a categoria de município.

A história de "serra" está ligada à instalação de depósitos e serrarias para extração da madeira, riqueza natural da região. Inicialmente, o povoado formado ao redor dos depósitos, recebeu o nome de "Km 158", passando a ser chamado, em seguida, Artur Castilho. A denominação Serra dos Aimorés, recebida posteriormente, deve-se à sua localização na serra em que habitavam os índios Aimorés, ao nordeste do Estado de Minas Gerais. Emancipou-se em 1962. Como atrativo, apresenta o Horto Florestal, com 20 mil m², plantado com árvores de pequeno porte, e uma represa, que completa o cenário. Tem uma área de 216,0 km². Sua economia esta baseada na agro-pecuária, em destaque a cana-de-açúcar. De acordo com o censo do IBGE, de 2002, sua população total é 7.752 habitantes, sendo que 1.684 moram na área rural.[5]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Nevoeiro ao amanhecer em um dia de inverno na zona rural.

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[6] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Teófilo Otoni.[2] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Nanuque, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Mucuri.[7]

Clima[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1991 a fevereiro de 2006,[nota 1] a menor temperatura registrada em Serra dos Aimorés foi de 6 °C em 7 de agosto de 2000,[8] e a maior atingiu 39,2 °C em 15 de fevereiro de 1995.[9] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 159 milímetros (mm) em 3 de janeiro de 2002. Outros grandes acumulados foram 128 mm em 20 de novembro de 1998 e 117 mm em 4 de fevereiro de 2002.[10] Dezembro de 1992, com 401 mm, foi o mês de maior precipitação.[11]

Já segundo a estação meteorológica automática do INMET, em funcionamento desde agosto de 2006,[12] a menor temperatura registrada foi de 11,3 °C em 8 de agosto de 2017, e a maior atingiu 39,2 °C em 11 de março de 2013.[13][14]

Dados climatológicos para Serra dos Aimorés
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Temperatura máxima recorde (°C) 37,4 39,5 37,9 36,2 35,7 35,1 34,6 34,4 35,6 39,2 37,5 39,4
Temperatura máxima média (°C) 31,8 32,8 32 30,6 - 27,7 27,3 27,3 - 29,9 29,9 31,2
Temperatura média compensada (°C) 25,2 25,6 25,3 24,4 - 21,6 21 20,8 - 23,4 23,8 24,5
Temperatura mínima média (°C) 19,5 19,4 19,1 18,2 - 15,3 14,3 13,4 - 17,1 17,8 18,3
Temperatura mínima recorde (°C) 15,2 15,8 15 14 10,2 11,3 7 6 11,6 14,1 13,8 16,9
Precipitação (mm) 138,7 68,9 105,5 70,1 38,5 21,9 41,7 21,9 - 81 166,7 159,9
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 10 6 9 8 5 6 6 5 - 8 12 10
Umidade relativa compensada (%) 80,6 79,1 80,8 84,8 - 85,2 84,6 84 - 78,6 82,3 82,7
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[15] recordes de temperatura: 01/01/1991 a 28/02/2006)[8][9][nota 1]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b Para os recordes de temperatura mínima, conta-se a partir de 01/01/2000, por inconsistência de dados.

Referências

  1. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Serra dos Aimorés». Consultado em 23 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de julho de 2019 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  3. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 29 de julho de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015». Consultado em 23 de julho de 2018. Cópia arquivada em 23 de julho de 2018 
  5. Ferias.tur. «História de Serra dos Aimorés». Consultado em 30 de agosto de 2011 
  6. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 23 de julho de 2018. Cópia arquivada em 23 de julho de 2018 
  7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 23 de julho de 2018 
  8. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Serra dos Aimorés». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  9. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Serra dos Aimorés». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  10. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Serra dos Aimorés». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  11. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Serra dos Aimorés». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  12. «Estação Meteorológica de Observação de Superfície Automática - Serra dos Aimorés». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  13. Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). «Dados Meteorológicos - Minas Gerais». Consultado em 23 de julho de 2018 
  14. «Consulta Dados da Estação Automática: Serra dos Aimorés (MG)». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 
  15. «Normais climatológicas do Brasil». Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Consultado em 23 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.