The King Is Dead (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The King Is Dead
Álbum de estúdio de The Decemberists
Lançamento 14 de Janeiro de 2011
Gravação Primavera de 2010 na Pendarvis Farm (perto de Portland)
Gênero(s) Indie folk, folk rock[1]
Duração 40:26
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, descarga digital
Gravadora(s) Capitol, Rough Trade
Produção Tucker Martine
Cronologia de The Decemberists
The Hazards of Love
(2009)
Long Live the King
(2011)
Singles de The King Is Dead
  1. "Down by the Water"
    Lançamento: Novembro de 2010
  2. "This Is Why We Fight"
    Lançamento: 25 de Janeiro de 2011

The King Is Dead é o sexto álbum de estúdio pela banda norte-americana The Decemberists, lançado a 14 de Janeiro de 2011 pela editora discográfica Capitol Records. Alcançou a primeira posição na tabela musical Billboard 200, com 94 mil cópias vendidas na sua semana de estreia.[2] Em novembro de 2011, a banda lançou o EP de sobras de estúdio intitulado "Long Live the King".

Gravação[editar | editar código-fonte]

The King Is Dead foi gravado em meados de 2010,[3] com a maior parte sendo feita em um período de seis semanas no celeiro de uma fazenda de 80 acres chamado Pendarvis Farm, próximo à Portland, Oregon.[4] Especula-se que o título do álbum seja uma homenagem ao disco The Queen Is Dead, do The Smiths,[5] em grande parte devido à conhecida influência de Colin Meloy pela banda.[6] O álbum foi co-produzido por Tucker Martine.[4] Ao menos três das dez músicas - “Down by the Water”, “Rise to Me” e “June Hymn” - foram apresentadas ao vivo em 2010.[7] Meloy disse que o R.E.M. foi a sua principal influência musical para compor boa parte do álbum,[8] e três músicas, “Don’t Carry It All”, “Calamity Song” e “Down by the Water”, tem a participação do guitarrista Peter Buck..[9] O álbum foi lançado em 18 de janeiro de 2011.[10] Em 26 de janeiro de 2011, se tornou o primeiro álbum da banda a alcançar o topo da parada nos Estados Unidos.[11] Em 1º de Novembro de 2011, o EP "Long Live the King" foi lançado, contendo seis músicas gravadas durante as sessões de The King Is Dead.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 77/100[12]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3.5 de 5 estrelas.[13]
BBC (positivo)[14]
The Boston Phoenix 2.5 de 4 estrelas.[15]
Consequence of Sound 4 de 5 estrelas.[16]
Pitchfork Media 7.2/10[17]
Rolling Stone 4 de 5 estrelas.[18]
The Skinny 4 de 5 estrelas.[19]
Slant Magazine 3.5 de 5 estrelas.[20]
SPIN 7/10[21]

The King Is Dead recebeu uma nota 77 de 100 no Metacritic.[22] A revista Uncut colocou o álbum sob o número 26 de sua lista de Melhores 50 álbuns de 2011,[23] enquanto a revista Rolling Stone classificou o álbum como o 7º melhor de 2011.[24]

O álbum estreou no topo da Billboard 200 com 94.000 cópias vendidas nos EUA em sua primeira semana, de acordo com a Nielsen SoundScan.[25] Até agosto de 2011 já haviam sido vendidas 275.000 cópias.[26]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Colin Meloy. 

N.º Título Duração
1. "Don’t Carry It All"   4:17
2. "Calamity Song"   3:50
3. "Rise to Me"   4:59
4. "Rox in the Box"   3:10
5. "January Hymn"   3:14
6. "Down by the Water"   3:42
7. "All Arise!"   3:10
8. "June Hymn"   3:58
9. "This is Why We Fight"   5:30
10. "Dear Avery"   4:52
Duração total:
40:26

Créditos[editar | editar código-fonte]

De acordo com as notas de encarte de The King Is Dead.

The Decemberists[editar | editar código-fonte]

Músicos adicionais=[editar | editar código-fonte]

  • Peter Buckbandolim em "Don't Carry It All", guitarra de 12 cordas em "Calamity Song", guitarra e violão barítono em "Down by the Water"
  • David Rawlings – backing vocals em "Don't Carry It All", "June Hymn" e "Dear Avery"
  • Gillian Welch – backing vocals em "Don't Carry It All", "Rise to Me", "Rox in the Box", "Down by the Water", "All Arise!", "June Hymn" e "Dear Avery"
  • Laura Veirs – backing vocals em "Dear Avery"
  • Annalisa Tornfelt – violino em "Don't Carry It All", "Rox in the Box" e "All Arise!"
  • Tucker Martine – tamborim em "Calamity Song"

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Produzido por Tucker Martine com The Decemberists
  • Gravação e mixagem por Tucker Martine
  • Masterização por Stephen Marcussen
  • Engenheiro assistente: Rich Hipp e Clinton Welander
  • Design por Jeri Heiden pela SMOG Design, Inc.
  • Ilustrações e lettering por Carson Ellis
  • Fotografia por Autumn de Wilde

Referências

  1. Amos Barshad (3 de Novembro de 2010). «The Decemberists Let It Swag» (em inglês). New York Magazine. Consultado em 20 de Dezembro de 2011 
  2. Keith Caulfield (26 de Janeiro de 2011). «Decemberists' 'King Is Dead' Is No. 1 on Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 20 de Dezembro de 2011 
  3. «The Decemberists | News 11.2.10». The Decemberists Official site. 2 de novembro de 2010. Consultado em 4 de novembro de 2010. Arquivado do original em 8 de novembro de 2010 
  4. a b Wolk, Douglas (4 de novembro de 2010). «Colin Meloy Reveals Details of New Decemberists Album». Rolling Stone. Jann S. Wenner. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  5. Wawzenek, Bryan (3 de novembro de 2010). «Decemberists Announce New Album». Gibson. Gibson Guitar Corporation. Consultado em 4 de novembro de 2010. Arquivado do original em 22 de junho de 2011 
  6. Luerssen, John D. (3 de novembro de 2010). «The Decemberists Announce 'The King Is Dead' Album, Offer Free Song». Spinner. Spinner.com. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  7. Puiu, Tibi (2 de novembro de 2010). «New Decemberists album announced – The King is Dead». ZME Music. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  8. Zeidses des Plantes, Erik (3 de novembro de 2010). «Down by the water». Prefix magazine. prefixmag.com. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  9. «Rihanna and Katy Perry's Duet & More». Spin Magazine. SPIN MEDIA LLC. 2 de novembro de 2010. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  10. «The Decemberists Announce New Album». Pitchfork Media. Pitchfork Media Inc. 2 de novembro de 2010. Consultado em 4 de novembro de 2010 
  11. Caulfield, Keith (26 de janeiro de 2011). «Folk-rock band Decemberists lead U.S. album chart». Reuters. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  12. «Reviews for The King Is Dead by The Decemberists - Metacritic». Metacritic 
  13. James Christopher Monger. «The King Is Dead - The Decemberists - Songs, Reviews, Credits, Awards - AllMusic». AllMusic 
  14. «BBC - Music - Review of The Decemberists - The King Is Dead» 
  15. «The Decemberists The King Is Dead». Consultado em 17 de dezembro de 2014 
  16. «The Decemberists – The King Is Dead - Album Reviews - Consequence of Sound». Consequence of Sound 
  17. «The Decemberists». Pitchfork 
  18. «The Decemberists The King Is Dead Album Review». Rolling Stone 
  19. «The Decemberists – The King Is Dead» 
  20. Jonathan Keefe (14 de janeiro de 2011). «The Decemberists: The King Is Dead - Album Review - Slant Magazine». Slant Magazine 
  21. «The Decemberists, 'The King Is Dead' Review». SPIN 
  22. «The King Is Dead by The Decemberists». Metacritic. Consultado em 26 de julho de 2018 
  23. «Uncut's Top 50 Albums Of 2011 - Stereogum». Stereogum 
  24. «The Decemberists, 'The King Is Dead'». Rolling Stone 
  25. https://www.billboard.com/articles/news/473403/decemberists-king-is-dead-is-no-1-on-billboard-200
  26. http://www.oregonlive.com/music/index.ssf/2011/08/with_two_edgefield_shows_the_d.html
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de The Decemberists é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.