Thermas dos Laranjais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thermas dos Laranjais
Logotipo
Localização Olímpia, São Paulo
 Brasil
Website www.termas.com.br

Thermas dos Laranjais é um parque aquático localizado no município de Olímpia, no interior de São Paulo, Brasil. É o parque aquático mais visitado na América Latina e o quinto no mundo, com cerca de 1,8 milhão de visitante anuais.[1]

Em 2015, o parque também foi considerado o 11º melhor parque aquático do mundo pelos usuários do site TripAdvisor.[2] O turismo por águas termais em Olímpia movimenta 350 milhões de reais por ano.[3]

Com mais de 260 mil metros quadrados, o Thermas dos Laranjais tem capacidade de receber cerca de 15 mil visitantes por dia e conta com mais de 50 atrações, como complexos de toboáguas, pista de surfe, piscina de ressurgência, piscinas de sonolências, rio lento de corredeira, parque infantil e duas praias artificais.[4]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 2015, o parque foi acusado pelo Departamento Nacional de Produção Mineral de retirar água do Aquífero Guarani sem autorização através de um poço aberto pela Petrobras em 1953. Nos anos 1980, a prefeitura de Olímpia recebeu autorização da Petrobras para usar o poço e depois repassou o poço para o empreendimento.[5]

Em 21 de julho de 2015, o empresário Carlos Alberto Magon sofreu um acidente em um brinquedo no parque aquático e quebrou duas vértebras e ficou tetraplégico, após cair de um brinquedo chamado “bolha gigante”. Uma pessoa pulou perto do homem e ele caiu da bolha, fraturando a coluna. O empresário foi socorrido e levado pelos funcionários do parque aquático até a Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia. Em seguida, ele foi encaminhado para a Santa Casa local e logo transferido ao Hospital Austa, em São José do Rio Preto.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Thermas dos Laranjais conquista título de primeiro parque aquático do Brasil e o quinto do mundo». Revista Hóteis. 31 de maio de 2016. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  2. «Beach Park, no Ceará, é eleito o segundo melhor parque aquático do mundo». UOL. 15 de julho de 2014. Consultado em 23 de setembro de 2014 
  3. «Turismo por águas termais cresce em Olímpia e movimenta R$ 350 milhões». G1. 4 de janeiro de 2015. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  4. «Estrutura». Thermas dos Laranjais. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  5. «Parque aquático de SP é acusado de tirar água de forma ilegal de aquífero». Fantástico. 3 de agosto de 2015. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  6. «Empresário que ficou tetraplégico em parque há 1 ano quer indenização». G1. 21 de julho de 2016. Consultado em 13 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]