Thomas Gravesen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thomas Gravesen
Informações pessoais
Nome completo Thomas Gravesen
Data de nasc. 11 de março de 1976 (44 anos)
Local de nasc. Vejle, Dinamarca
Altura 1,78 m
Destro
Apelido Ogro, Shrek, Tommy
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Volante
Clubes de juventude
Dinamarca Vejle Boldklub
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1995–1997
1997–2000
2000–2005
2005–2006
2006–2008
2007–2008
Total
Dinamarca Vejle Boldklub
Alemanha Hamburgo
Inglaterra Everton
Espanha Real Madrid
Escócia Celtic
Inglaterra Everton (emp.)
058 000(10)
054 000(5)
0142 00(12)
035 000(1)
029 000(6)
014 000(0)
0332 00(34)
Seleção nacional3
1995
1996–1997
1998–2006
Flag of Denmark.svg Dinamarca Sub-19
Flag of Denmark.svg Dinamarca Sub-21
Flag of Denmark.svg Dinamarca
03 0000(0)
011 000(4)
066 000(5)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 3 de novembro de 2007.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 23 de setembro de 2006.

Thomas Gravesen (Vejle, 11 de março de 1976) é um ex-futebolista dinamarquês que atuava como volante.[1][2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vejle e Hamburgo[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira no Vejle Boldklub, suas boas aparições lhe renderam uma proposta para o Hamburger SV, em 1997.

Everton FC[editar | editar código-fonte]

Após 3 temporadas na Alemanha, Gravesen foi contratado pelo Everton, da Inglaterra. Suas atuações e liderança no meio campo do Everton despertaram o interesse do Real Madrid, na era dos galáticos.

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Real Madrid por uma quantia de três milhões e meio de euros. Conhecido por seu estilo duro e caráter agressivo, Gravesen chegou ao clube merengue como status de "cão-de-guarda" para um time estrelado por galáticos, sendo um esteio na marcação para Zidane, Beckham, Ronaldo, Figo, Guti e Raúl.[3]

Certa vez, trocou agressões com o jogador Robinho, no treino da equipe, que causou muita polêmica na imprensa espanhola.[4]

Celtic e Retorno ao Everton[editar | editar código-fonte]

Após duas temporadas no Real. Defendeu o Celtic no Campeonato Escocês, em 2006. E nesta temporada conquistou sua única liga na carreira.

Aposentou-se em 2008, aos 32 anos, logo depois do fim de seu empréstimo ao Everton, pelo Celtic FC, devido à seguidas lesões.[5]

Seleção[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Dinamarquesa de Futebol atuou na Eurocopa de 2000, Copa de 2002, e Euro 2004.[6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Celtic

Referências