Guti (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o povo mesopotâmico da Antiguidade, veja Gútios.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

{{Info/Futebolista |nome = Guti |imagem = JM Guti.jpg |nomecompleto = José María Gutiérrez Hernández |datadenascimento = 31 de outubro de 1977 (40 anos) |cidadenatal =[[apucarana |paisnatal = Brasil |altura = 1,85 m |peso = 73 kg |pé = Canhoto |apelido = Guti.Haz |actualclube = Aposentado |clubenumero = 14 |posição = Meio-Campista-Segundo atacante |jovemanos = 1986–1994 |jovemclubes = Real Madrid |ano = 1994–1996
1995–2010
2010–2011 |clubes = Real Madrid Castilla
Real Madrid
Beşiktaş |jogos(golos) = 0026 000(11)
0542 000(77)
0040 000(12) |anoselecao = 1995
1996–1998
1999–2005 |selecaonacional = Espanha sub-18
Espanha sub-21
Espanha |partidasselecao = 0004 0000(1)
0008 0000(1)
0013 0000(3) |tupdate = 13 de janeiro de 2012 |ntupdate = 13 de janeiro de 2012 }} José María Gutiérrez Hernández, mais conhecido como Guti ou Guti.Haz (Madrid, 31 de outubro de 1977) é um ex-futebolista espanhol que atuava como meio-campo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Aos 17 anos, Guti entrou para a equipe merengue atuando como meia, onde conquistou o Campeonato Espanhol de 1996 e ajudou a equipe a conquistar a Liga dos Campeões da UEFA em 1997 e 1998.

No ano seguinte se destacou na Liga dos Campeões da UEFA, sendo líder de assistências da equipe, em 2000 os trabalhos tiveram como nunca, o seu ponto alto na carreira, conquista a Liga dos Campeões da UEFA mais uma vez. Guti defendeu o título por mais dois anos sendo um dos principais jogadores do Real Madrid e teve também importância na Super Copa da Espanha e Copa Internacional. Tendo jogado muito pouco voltou a ser campeão espanhol em 2008, mas raramente jogava os noventa minutos.

Beşiktaş[editar | editar código-fonte]

Após perder a vaga de titular nas últimas temporadas em que defendeu o Real Madrid, ele anunciou sua saída do clube. E então no dia 25 de julho de 2010, anunciou o acerto com o Beşiktaş.

Em 15 de novembro de 2011, Guti rescindiu contrato com o clube turco, segundo ele, o técnico foi culpado por sua saída.

Em 21 de setembro de 2012, anunciou sua aposentadoria.[1]

Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Atuou pela Seleção Espanhola em algumas ocasiões, tendo disputado treze partidas e marcado três gols. Nunca foi convocado pela Furia para nenhuma competição.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Guti foi casado com a apresentadora de TV Arantxa de Benito com quem teve três filhos.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Espanha Real Madrid
Turquia Beşiktaş

Referências

  1. «Guti hangs up his boots» (em inglês). ESPN. 21 de setembro de 2012. Consultado em 16 de outubro de 2012. 
  2. Globoesporte. 11 de janeiro de 2013 http://globoesporte.globo.com/boleirama/noticia/2013/01/guti-ex-jogador-do-real-madrid-e-pai-pela-terceira-vez.html. Consultado em 15 de janeiro de 2013.  Em falta ou vazio |título= (ajuda)