Trairão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Trairão
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico Não disponível
Prefeito(a) Valdinei José Ferreira (PSDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Trairão
Localização de Trairão no Pará
Trairão está localizado em: Brasil
Trairão
Localização de Trairão no Brasil
04° 34' 26" S 55° 56' 38" O04° 34' 26" S 55° 56' 38" O
Unidade federativa Pará Pará
Mesorregião Sudoeste Paraense IBGE/2008 [1]
Microrregião Itaituba IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Itaituba, Aveiro, Novo Progresso e Jacareacanga.
Distância até a capital 1 390 km
Características geográficas
Área 11 991,015 km² [2]
População 18 469 hab. estimativa IBGE/2017[3]
Densidade 1,54 hab./km²
Altitude 105 m
Clima Equatorial
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,562 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 212 346,85 mil IBGE/2014[5]
PIB per capita R$ 11 876,22 IBGE/2014[5]
Página oficial

Trairão é um município brasileiro do estado do Pará, pertencente à Mesorregião do Sudoeste Paraense. Localiza-se no norte brasileiro, a uma latitude 04º34'28" sul e a uma longitude 55º56'37" oeste.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

No rio Amadeus foi pescado uma traira, peixe de água doce, de aproximadamente 40 kg, então começaram a referir-se ao rio como Trairão, em seguida a comunidade Jardim Amadeu também foi chamada assim devido a proximidade com o rio. Em plebiscito a população optou pela denominação Trairão ao invés do atual nome.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1972 com a abertura do ramal sul da rodovia BR-163 havia um acampamento no Itapacurá chamado de Jardim Amadeu próximo ao rio Amadeus.[6]

Em 1974 os primeiros colonos assentados reivindicaram ao INCRA uma área para ser construída um centro de apoio, para instalar escola, igreja, posto de saúde e comércio de produtos agrícolas.[6]

Em 1975, mesmo sem autorização, os colonos ocuparam uns lotes urbanos e construíram a primeira escola. Então o governo repassada a comunidade lotes medindo 15x30, onde viria a ser a Vila de Trairão.[6]

Em 1983, famílias dos colonos assentadas, recebem financiamentos para lavouras, desenvolvendo assim a região, e influenciando em 1985 a vinda de colonos oriundos das regiões Sul e Sudeste, investimento na pecuária.[6]

Economia[editar | editar código-fonte]

Inicialmente os colonos investiram na agricultura familiar com o plantio de banana, milho, arroz, mandioca e feijão. Com a chegada de novos colonos houve investimento na pecuária. Outro produto de grande rentabilidade foi o cacau; foi considerado ouro durante alguns anos, mas teve declínio em 1990 devido isolamento da área, precariedade das rodovias, baixo preço do cacau no mercado, praga vassoura de bruxa.[6]

A exploração do ouro nos garimpos da região, Trairão experimentou uma expansão comercial, de produtos agrícolas e de prestação de serviços.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizado a uma latitude 04º34'28" sul e longitude 55º56'37" oeste, estando a uma altitude de 105 metros acima do nível do mar. O município possui uma população estimada de 18 280 mil habitantes, distribuídos em 11 991,085 km² de extensão territorial.[6][7]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 22 de setembro de 2013 
  5. a b «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 2 jan. 2017 
  6. a b c d e f g h «Estado Pará, Município de Trairão». IBGE. 2015. Consultado em 7 de maio de 2017 
  7. «Trairão, Pará». Portal Geografos. Consultado em 2 de maio de 2017 
  8. IOEPA, Imprensa Oficial (3 de agosto de 2011). «Festival da Banana de Trairão é patrimônio cultural do Pará» (PDF). Diário Oficial do Estado do Pará - Caderno 4. Consultado em 2 de maio de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.