Trespass (filme de 2011)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Trespass
Transgressão (PT)
Reféns (BR)
 Estados Unidos
2011 •  cor •  91 min 
Direção Joel Schumacher
Produção Rene Besson
Irwin Winkler
David Winkler
Roteiro Karl Gajdusek
Elenco Nicolas Cage
Nicole Kidman
Liana Liberato
Cam Gigandet
Ben Mendelsohn
Jordana Spiro
Dash Mihok
Gênero Suspense
Música David Buckley
Cinematografia Andrzej Bartkowiak
Edição Bill Pankow
Companhia(s) produtora(s) Saturn Films
Nu Image
Distribuição Millennium Entertainment
Lançamento 14 de setembro de 2011 (Festival de Toronto)
Estados Unidos 14 de outubro de 2011
Brasil 11 de novembro de 2011
Portugal Portugal 8 de dezembro de 2011
Idioma inglês
Orçamento US$ 35 milhões
Receita US$ 9 612 469[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Trespass (Reféns BRA ou Transgressão POR) é um filme norte-americano de 2011, dirigido por Joel Schumacher, e estrelado por Nicolas Cage e Nicole Kidman.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme começa com o empresário e diamantes, Kyle Miller falando com um cliente no telefone quando ele retorna para sua mansão, sua esposa Sarah e sua filha adolescente Avery. Apesar da encantadora fachada, é evidente que a família é disfuncional e emocionalmente distante: Avery desrespeita seus pais e apesar de ser proibida de fazê-lo, sai escondida de casa para ir a uma festa com sua amiga Kendra. Sarah parece entediada com a vida como dona de casa e anseia por mais em seu casamento, enquanto Kyle parece abrigar uma aversão oculta para sua esposa. Quando Kyle está prestes a sair para uma transação comercial, a casa é subitamente invadida por uma gangue de ladrões disfarçados de policiais. Os ladrões, que consiste em líder Elias, sua namorada Petal, seu irmão mais novo Jonah, e um grande homem intimidante chamado de Ty, que diz a Kyle e Sarah que eles estavam espionando-os por algum tempo e estão cientes das grandes quantidades de dinheiro e diamantes escondidos em sua casa. Eles exigem para Kyle abrir um cofre escondido na parede, mas apesar de receber duras ameaças, ele se recusa, acreditando que ele e Sarah seriam mortos. Sarah, reconhece Jonah através de sua máscara. Através de uma série de flashbacks de Jonah e de uma conversa com Elias, é fortemente implícito que Sarah e Jonah tiveram um caso anterior, quando este último foi contratado como técnico para instalar o sistema de segurança da casa. Sem o conhecimento de Elias, Sarah secretamente rouba uma seringa durante esta conversa.

Tendo deixado a festa em desgosto, Avery volta para casa e também é capturada e levada a seus pais. Elias apela para Kyle, alegando que ele precisa de dinheiro para pagar por um rim para transplantar em sua mãe, se Kyle se recusar a cumprir, ele pegará um dos rins de Avery. Sarah pega Elias desprevenido e prende-o como refém com a seringa. Forçado a um impasse, os ladrões deixam Avery escapar em troca de Kyle abrir o cofre. Ele faz isso, revelando que ele estava completamente vazio. Kyle explica que ele está falido; sua casa e todos os seus bens foram comprados a crédito emprestado. Enfurecido, Elias quebra a mão de Kyle e em vez disso exige compensação material, pedindo os colares de diamantes de Sarah. No entanto, Kyle revela que são réplicas sem valor. Ty recaptura Avery de fora e trá-la de volta para a casa.

Kyle voluntaria-se para o seu próprio rim ser tomado, em vez de sua filha, mas Elias revela que era uma manobra para forçá-lo abrir o cofre. Ty fica impaciente depois de receber um telefonema e comanda Elias se apressar; Kyle percebe que os assaltantes estão coagidos a cometer o assalto contra a sua vontade. Os ladrões então separam a família Miller, com Kyle e Avery sendo amarrados na sala de estar e Sarah sendo perseguida por Jonah na cozinha. Jonah afirma a Sarah que ele ainda a ama e promete que ela e Avery serão deixadas ilesas. Enquanto isso, Kyle usa um isqueiro para queimar ambas as cordas que prendem ele e Avery; eles tentam uma fuga e partem para o sistema de segurança da casa. Depois de uma luta, Kyle consegue injetar uma parte dos produtos químicos da seringa em Ty, fazendo-o cair inconsciente. Pensando que Ty está morto, Elias dispara na perna de Kyle e revela seus verdadeiros motivos: que ele é um vendedor de drogas para um sindicato do crime organizado. Pouco depois de ser dado um emprego para vender 180 mil dólares em cocaína, Elias e Petal foram roubados. Confrontados com ameaças de retaliação, Elias foi forçado a cometer um assalto (sob a supervisão do capanga Ty) para pagar sua dívida. Jonah, que tinha visto anteriormente a residência dos Miller, sugere como um lugar para roubar.

Avery tenta correr para fora da casa novamente, mas é capturada por Jonah. Sob a ameaça de seus pais serem mortos, ela é obrigada a atender uma chamada a partir da empresa de segurança e convence-los com sucesso a cancelar o alerta da polícia. No entanto, um guarda de segurança aparece, com Sarah condenada a fazê-lo sair, mas o guarda de segurança avista Jonah e reconhece-lo como um colega, o que leva a Jonah atirar na cabeça dele. Kyle revela a Elias que a única coisa de valor para ele é o seu seguro de vida. Desesperado e sem opções, Elias se prepara para matar Kyle. No último segundo, Avery lembra do dinheiro que ela viu na casa da festa mais cedo e diz aos ladrões que ela pode ajudá-los a roubá-la se poupar a vida de seu pai. Elias concorda com a proposta e envia Petal para supervisionar Avery enquanto se dirige para a casa da festa (durante uma conversa entre Elias e Petal é revelado que sua filha foi colocada sob cuidados). Embora a idéia inicial de Avery é seduzir Jake e em seguida roubar seu dinheiro, ela fica horrorizada quando Petal começa a proclamar delirantemente que ela planeja massacrar todos os convidados da festa e em seguida tomar o dinheiro. Avery acelera o carro, solta o cinto de segurança de Petal e intencionalmente bate em um poste.

De volta à casa Miller, Sarah descobre que Kyle tinha descoberto uma foto dela beijando Jonah na câmera de segurança e suspeitava há algum tempo que ela tinha sido infiel. Sarah no entanto, insiste que é inocente e só ama Kyle: o mesmo flashback agora é mostrado a partir de sua perspectiva, revelando que Jonah é mentalmente doente e que o suposto amor entre ele e Sarah estava em sua cabeça e o "beijo" tinha ocorrido sem o consentimento de Sarah. Neste ponto, Ty desperta e ataca Sarah. Enfurecido, Jonah aborda Ty e os dois lutam. Enquanto Ty está prestes a estrangular Jonah à morte, Elias atira nele pelas costas por tentar matar seu irmão. Ty revela a Elias que ele tinha planejado tudo o tempo todo:. os "ladrões" roubando sua cocaína no embarque foram realmente colegas da mesma organização do crime e a operação foi realizada a fim de convecer os outros roubarem mais dinheiro para ele. Ty também afirma que Jonah tinha arquitetado o plano inteiro para que ele pudesse ter uma desculpa para voltar à residência Miller e professar seu amor para Sarah.

Por meio do caos, Sarah e Kyle fogem para um galpão atrás da mansão e são perseguidos por Elias e Jonah. Após uma breve luta, os ladrões descobrem uma grande quantidade de dinheiro escondido dentro do galpão; Kyle revela que ele tinha vendido o colar de diamantes real de Sarah e estava guardando o dinheiro como uma reserva para sua família. Enquanto Elias e Jonah começam a recolher o dinheiro, Avery aparece (tendo sobrevivido ao acidente de carro com ferimentos leve) e aponta uma arma para eles. Elias chama de blefe e aponta sua arma para Sarah, mas ele é morto por Jonah. Jonah tenta novamente convencer Sarah para que ela fique com ele, mas ela rejeita suas ofertas. Na tentativa de se sacrificar, Kyle diz a sua esposa e filha para irem enquanto o galpão pega fogo. Ele também dispara no pé de Jonah com uma pistola de pregos, prendendo-o no chão. Enquanto Avery vai chamar a polícia, Sarah tenta ajudar Kyle mas ela é agarrado em um último esforço por Jonah, que está convencido de que é o destino dela morrer junto com ele no fogo. No entanto, Kyle então atira no pescoço dele, fazendo-o cair nas chamas. Sarah, em seguida, carrega Kyle para uma distância segura.

No quintal, Kyle diz para Sarah deixá-lo morrer para que ela e Avery possam sobreviver do seguro de vida, mas ela se recusa, afirmando que ela o ama, com ou sem dinheiro. Avery corre de volta para seus pais, anunciando que a ajuda está finalmente no caminho.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Trespass teve recepção uma recepção mista para negativa por parte da crítica especializada. Com base em 19 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 37% no Metacritic.

Em avaliações mistas, do The A.V. Club, Nathan Rabin disse: "Trespass começa maluco e monta na loucura até sair insanamente espuma para fora da boca. É difícil sustentar esse nível de loucura inspirada ao longo de 90 minutos, mas Trespass está na altura do desafio. Como sempre, é tolice subestimar o apelo de Cage no seu mais agradável desequilíbrio."

Do Chicago Sun-Times, Roger Ebert: "Um suspense sobre invasão de domicílio que pode estabelecer um recorde para o número de vezes que os personagens apontam pistolas carregadas de uma cabeça para outra. Primeiro ficamos com medo que alguém leve um tiro. Depois nós ficamos com medo que ninguém leve um."

Time Out New York, Keith Uhlich: "Trespass é um produto de linha de montagem através de - descaração medíocre e imediatamente esquecível. Um pedaço de Joel Schumacher, em outras palavras."

Em avaliações desfavoráveis, do The New York Times, Stephen Holden: "Então qual o motivo? Qual o motivo de estrelas da magnitude de Sr. Cage e Srª. Kidman assinarem contrato para um projeto cujo roteiro é tão inepto que o filme, mesmo se rentável, vai ficar como um impedimento na carreira? Eles não são capazes de ler?"

Slant Magazine, R. Kurt Osenlund: "Um estremecido, suspense doméstico clamoroso que tenta, com bobagens e palavrões elevar-se em dizer algo profundamente sentimental sobre as profundezas da miséria que pode chegar ao ponto de fazer controle de danos financeiros."[2]

Referências

  1. «Trespass». Box Office Mojo (em inglês). IMDb. Consultado em 3 de junho de 2015. 
  2. «Trespass» (em inglês). Metacritic. Consultado em 20 de abril de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]