Tug of War (álbum de Paul McCartney)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tug of War
Álbum de estúdio de Paul McCartney
Lançamento 26 de abril de 1982
Gravação Dezembro de 1980, Fevereiro – Dezembro de 1981
Gênero(s) Rock
Duração 41:10
Gravadora(s) AIR, Londres; AIR, Montserrat
Produção George Martin
Cronologia de Paul McCartney
McCartney II
(1980)
Pipes Of Peace
(1983)
Singles de Tug Of War
  1. "Ebony and Ivory"
    Lançamento: 29 de março de 1982
  2. "Take It Away"
    Lançamento: 21 de junho de 1982
  3. "Tug of War"
    Lançamento: 6 de setembro de 1982

Tug of War é o terceiro álbum de estúdio solo do músico inglês Paul McCartney, lançado em abril de 1982. É o primeiro álbum de Paul a ser lançado após a dissolução dos Wings, no ano anterior. No total, é seu 11º álbum desde a separação dos Beatles. É também o primeiro álbum de Paul após o assassinato de seu amigo John Lennon[1]. O álbum foi produzido pelo ex-produtor dos Beatles, George Martin, e foi um sucesso em muitos países, vendendo mais de um milhão de cópias nos Estados Unidos no ano de seu lançamento[2]. A capa é a junção de uma pintura a óleo abstrata do artista Brian Clarke, um colaborador frequente, e de uma fotografia de Paul tirada por Linda McCartney[3][4]. Sua edição deluxe remasterizada recebeu uma indicação para Melhor Box ou Pacote de Edição Limitada no Grammy Awards de 2017.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento de McCartney II, os Wings se reagruparam em julho e outubro de 1980 para ensaiar várias canções que mais tarde apareceram em Tug of War e Pipes of Peace. Sentindo falta de um diretor, McCartney chamou seu antigo produtor, George Martin[5], para começar a gravar, entre outras canções, uma escrita para o personagem animado Rupert Bear (do qual McCartney adquiriu os direitos do filme em 1970)[6], intitulada "We All Stand Together ". As produtivas sessões continuaram até 9 de dezembro, a manhã em que McCartney acordou para descobrir que seu antigo parceiro de composição e também ex-Beatle, John Lennon, havia sido baleado e morto na noite anterior em Nova York. Abandonando a sessão daquele dia no meio (onde ele e Denny Laine estavam gravando o futuro lado B "Rainclouds"), Martin e McCartney sentiram que era melhor deixar o projeto de lado por enquanto e começar de novo assim que estivessem prontos.

Em fevereiro de 1981, dois meses após a morte de Lennon, McCartney retomou as sessões, gravando naquele mês com Stevie Wonder, Stanley Clarke, Carl Perkins e Ringo Starr e gravando várias canções no processo. As sessões foram realizadas no AIR Studios em Montserrat, no Caribe, e duraram de 3 de fevereiro a 2 de março, terminando com "Ebony and Ivory" e "What's That You're Doing", duas músicas com Stevie Wonder[7]. O guitarrista do 10cc, Eric Stewart, também se tornou um colaborador frequente de McCartney durante este período[8]. Outras sessões naquele verão foram realizadas nos estúdios AIR de Martin em Oxford Street, Londres. As sessões foram tão produtivas que várias de suas faixas foram adiadas para o próximo álbum de McCartney, Pipes of Peace, que se seguiu em 1983. O resto de 1981 foi passado de forma tranquila, com McCartney e Martin retocando o álbum e aperfeiçoando-o.

Lançamento, críticas e repercussão[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4.5 de 5 estrelas.[9]
Robert Christgau B+[10]
Rolling Stone 5 de 5 estrelas.[11]
Pitchfork 6.7 de 10 estrelas.[12]

Em uma crítica contemporânea para a Rolling Stone, o crítico musical Stephen Holden saudou Tug of War como "a obra-prima que todos sempre souberam que Paul McCartney poderia fazer", e admirou particularmente sua música vívida e composição consistente[13]. Robert Palmer foi menos entusiasmado em sua crítica para o The New York Times e achou o álbum "primorosamente elaborado, embora liricamente falho", já que ele pensava que as letras de McCartney eram frequentemente "clichês ou piegas", mas que o álbum "no seu melhor, é tão fino como seu trabalho com os Beatles ".[14]

Em março de 1982, o dueto de McCartney com Stevie Wonder, "Ebony and Ivory", foi lançado com considerável sucesso comercial, alcançando o primeiro lugar em muitos países. Tug of War foi lançado em abril e, da mesma forma, tornou-se o número um mundial. O single seguinte, "Take It Away", alcançou o top dez nos Estados Unidos. O álbum vendeu várias milhões de cópias e fez muito para restaurar a reputação crítica de McCartney após o que foi visto como um período de vacas magras para ele. Tug of War foi nomeado para o G3rammy de "Álbum do Ano" em 1983. O autor de Wingspan, Mark Lewisohn, achou que era um álbum melhor do que Band on the Run.[15]

O álbum foi lançado nos Estados Unidos em CD em 29 de fevereiro de 1984[16]. Em 1993, Tug of War foi remasterizado e reeditado em CD como parte da série The Paul McCartney Collection. Não havia faixas bônus: "Rainclouds" e "I'll Give You a Ring", os lados B de "Ebony and Ivory" e "Take It Away", respectivamente, foram omitidos. Em 2007, Tug of War foi remasterizado e relançado na iTunes Store adicionando uma versão solo de "Ebony and Ivory".

Uma nova reedição de Tug of War foi lançada em 2 de outubro de 2015, como parte da Paul McCartney Archive Collection. A edição incluiu uma versão remixada do álbum, junto com a mixagem original e uma série de vídeos.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas são composições de Paul McCartney, exceto "What's That You're Doing?", escrita em conjunto com Stevie Wonder.

Original[editar | editar código-fonte]

Lado um

N.º Título Duração
1. "Tug of War"   4:22
2. "Take It Away"   4:16
3. "Somebody Who Cares"   3:19
4. "What's That You're Doing?" (Dueto com Stevie Wonder) 6:22
5. "Here Today"   2:28

Lado dois

N.º Título Duração
6. "Ballroom Dancing"   4:08
7. "The Pound Is Sinking"   2:55
8. "Wanderlust"   3:49
9. "Get It" (Dueto com Carl Perkins) 2:28
10. "Be What You See"   0:34
11. "Dress Me Up as a Robber"   2:42
12. "Ebony and Ivory" (Dueto com Stevie Wonder) 3:46

Faixa bônus do iTunes

N.º Título Duração
13. "Ebony and Ivory" (Versão Solo) 3:51

Remasterização de 2015[editar | editar código-fonte]

Em 2015, o álbum foi relançado pelo Hear Music/Concord Music Group como parte do sexto conjunto de lançamentos, ao lado de Pipes of Peace, na Paul McCartney Archive Collection. Foi lançado em vários formatos[17]:

  • Edição Padrão: 2-CD; versão remixada das 12 faixas originais no primeiro disco, mais 11 faixas bônus no segundo;
  • Edição Deluxe: 3CD/1DVD + ensaio fotográfico de 112 páginas e livro de 64 páginas;
  • Edição Super Deluxe: 3CD/1DVD + ensaio fotográfico de 112 páginas e livro de 64 páginas + caixa para o conjunto (edição limitada);
  • Vinil remasterizado: Inclui também um cartão para download.

Edição Digital: Com ou sem Ebook – 24-bit/96 kHz

Disco 1 – Álbum Remixado

Versão remixada das 12 faixas do álbum original.

Disco 2 – Álbum original Remasterizado (apenas edição deluxe)

As 12 faixas do álbum original.

Áudio Bônus (disco 2 para edição padrão, disco 3 para edição deluxe)

N.º Título Duração
1. "Stop, You Don't Know Where She Came From" (demo) 1:44
2. "Wanderlust" (demo) 1:46
3. "Ballroom Dancing" (demo) 2:04
4. "Take It Away" (demo) 5:37
5. "The Pound Is Sinking" (demo) 2:35
6. "Something That Didn't Happen" (demo) 2:17
7. "Ebony and Ivory" (demo) 1:46
8. "Dress Me Up as a Robber/Robber Riff" (demo) 3:42

Faixas 1–8 não tinham sido lançadas até então.

N.º Título Duração
9. "Ebony and Ivory" (Versão solo) 3:50
10. "Rainclouds" (Escrito com Denny Laine) 3:13

Lado-B do single "Ebony and Ivory"

N.º Título Duração
11. "I'll Give You a Ring"   3:09

Lado-B do single "Take It Away"

Faixas adicionais disponíveis via paulmccartney.com[18]

N.º Título Duração
1. "Take It Away" (single edit) 4:05

Disco 4 - DVD

  1. "Tug of War" Music Video (Version 1)
  2. "Tug of War" Music Video (Version 2)
  3. "Take It Away" Music Video
  4. "Ebony and Ivory" Music Video
  5. "Fly TIA" – Behind The Scenes on Take It Away (new 18 minute documentary using previously unreleased archive footage)
    • "Por trás das cenas de 'Take It Away' (novo documentário de 18 minutos usando cenas nunca antes publicadas)

Participações[editar | editar código-fonte]

A numeração das faixas se refere às versões CD e digital do álbum.

Paradas[editar | editar código-fonte]

Notas

  • A^ Nos Estados Unidos, Tug of War também entrou na parada de R & B, chegando ao número 11.[34]
  • B^ Até janeiro de 1987, as paradas de álbuns japoneses eram separados em LP, CD e cassetes. Tug of War também entrou na parada de cassetes, chegando ao número 12 e entrando no top 100 por 19 semanas
  • C^ Vendas combinadas de LP, CD e cassete de áudio.

Referências

  1. McCartney: Songwriter. [S.l.: s.n.] 128 páginas. ISBN 0863791107 
  2. «RIAA Certification. Recording Industry Association of America.». Consultado em 21 de abril de 2021 
  3. Plassat, François. Paul McCartney : l'empreinte d'un géant. [S.l.: s.n.] ISBN 2755606517 
  4. Tug of War (entrelinhas no álbum). Paul McCartney. EMI. 1982
  5. McCartney: Songwriter. [S.l.: s.n.] 129 páginas. ISBN 0863791107 
  6. «McCartney's solo efforts may bring an end to Beatles as recording group». The Bulletin 
  7. Paul McCartney: Recording Sessions (1969–2013). [S.l.: s.n.] pp. 213–225. ISBN 8890912219 
  8. The Words and Music of Paul McCartney: The Solo Years. [S.l.: s.n.] 105 páginas. ASIN B003X96HZM 
  9. «AllMusic.» 
  10. «Robert Christgau» 
  11. «Rolling Stone» 
  12. «Pitchfork» 
  13. «Tug of War Review». Rolling Stone 
  14. Robert, Palmer. «Music View; PAUL MCCARTNEY'S LATEST IS EXQUISITE BUT FLAWED» 
  15. «013 – LEWISOHN» 
  16. The Beatles Diary (Vol 2): After the Break-Up 1970-2001. [S.l.: s.n.] ISBN 0711983070 
  17. «Paul To Reissue 'Tug of War' and 'Pipes of Peace'» 
  18. [www.paulmccartney.com/downloads «Paul McCartney's Official Website | Downloads»] Verifique valor |url= (ajuda) 
  19. a b Kent, David (1993). Australian Chart Book 1970–1992. St Ives, N.S.W.: Australian Chart Book. ISBN 0-646-11917-6 
  20. «Paul McCartney – Tug of War – austriancharts.at» (ASP) (em German) 
  21. Nielsen Business Media, Inc (12 de Junho de 1982). Billboard – 21 June – 1982. [S.l.: s.n.] 
  22. Library and Archives Canada.
  23. «dutchcharts.nl Paul McCartney – Tug of War» (ASP). dutchcharts.nl (em Dutch). MegaCharts 
  24. «InfoDisc : Tous les Albums classés par Artiste > Choisir Un Artiste Dans la Liste» (em French). infodisc.fr. Arquivado do original (PHP) em 28 de dezembro de 2010 
  25. a b «Hit Parade Italia – Gli album più venduti del 1982» (em italiano). hitparadeitalia.it 
  26. Nielsen Business Media, Inc (19 de Junho de 1982). Billboard – 19 June – 1982. [S.l.: s.n.] 
  27. «Paul McCartney Japanese Album Chart listings». Original Confidence 
  28. «– Yamachan Land (Archives of the Japanese record charts) – Albums Chart Daijiten – The Beatles» (em Japanese). 30 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 14 de fevereiro de 2012 
  29. «charts.org.nz Paul McCartney – Tug of War» (ASP). Recording Industry Association of New Zealand 
  30. «norwegiancharts.com Paul McCartney – Tug of War» (ASP). VG-lista 
  31. Nielsen Business Media, Inc (3 de Julho de 1982). Billboard – 3 July – 1982. [S.l.: s.n.] 
  32. «swedishcharts.com Paul McCartney – Tug of War» (ASP) 
  33. «Chart Stats Paul McCartney – Tug of War». The Official Charts Company. Arquivado do original (PHP) em 2 de janeiro de 2013 
  34. a b «allmusic ((( Tug of War > Charts & Awards > Billboard Albums )))». allmusic.com 
  35. «Album Search: Paul McCartney: Tug of War» (ASP) (em German). Media Control 
  36. «Austriancharts.st – Jahreshitparade 1982». Hung Medien 
  37. «Top 100 Albums '82». RPM. 25 de dezembro de 1982 
  38. «Les Albums (CD) de 1982 par InfoDisc» (em French). infodisc.fr. Arquivado do original (PHP) em 29 de dezembro de 2012 
  39. «Japanese Year-End Albums Chart 1982» (em Japanese). Oricon. Arquivado do original em 20 de outubro de 2016 
  40. «UK best albums 1982». Arquivado do original em 29 de dezembro de 2012 
  41. Nielsen Business Media, Inc (25 de dezembro de 1982). Billboard.com – Year End Charts – Year-end Albums – The Billboard 200. [S.l.: s.n.]