Universidade Feevale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Universidade Feevale
Vista do Campus II da Universidade Feevale, em Novo Hamburgo (RS)
FEEVALE
Lema Conhecimento para inovar o mundo.
Nomes anteriores Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior em Novo Hamburgo
Centro Universitário Feevale
Fundação 28 de Junho de 1969
Tipo de instituição Privada
Comunitária
Filantrópica
Mantenedora Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo
Localização Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil
Reitor(a) Cleber Prodanov
Campus Campus I - Hamburgo Velho
Campus II - Vila Nova
Campus III - Campo Bom
Cores da escola      Verde Amazonas
     Verde
     Amarelo
Afiliações COMUNG, ABRUC
Índice Geral de Cursos 4 (2016) [1]
Página oficial Página oficial

A Universidade Feevale é uma universidade brasileira, localizada no município de Novo Hamburgo, no Vale do Rio dos Sinos, o maior centro calçadista do país, região metropolitana de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul.

É uma entidade de caráter comunitário, sem fins lucrativos, com autonomia didática, científica, administrativa e disciplinar. Atua em todos os níveis de ensino, desde a Educação Básica até o Ensino Superior, abrangendo graduação, pós-graduação lato e stricto sensu, extensão e pesquisa.

A Universidade Feevale está entre as melhores instituições de ensino superior do país, reconhecida pela qualidade dos cursos e serviços oferecidos. Além disso, oportuniza a realização de intercâmbios internacionais, a partir de parcerias em todos os continentes, com cerca de 114 instituições, em 27 países.

O atual reitor da Universidade Feevale, Cléber Prodanov, tem currículo extenso como professor nas áreas das ciências humanas,[2] e administra a Feevale há quatro anos, tendo sido introduzido como seu administrador em junho de 2018. [3]

História[editar | editar código-fonte]

Em 28 de junho de 1969 foi fundada a Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo (Aspeur), mantenedora da Feevale, com a denominação de Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior em Novo Hamburgo. Em 21 de julho de 1999, o até então Centro Universitário Feevale adquiriu autonomia universitária. A partir desse momento, os projetos da instituição puderam ser desenvolvidos com maior rapidez, oportunizando a conquista dos espaços desejados.

A grande conquista ocorreu em 5 de abril de 2010, data em que Novo Hamburgo comemorou seus 83 anos de emancipação política, quando foi publicada, no Diário Oficial da União, uma portaria do Ministério da Educação, credenciando o Centro Universitário Feevale como Universidade. A notícia era aguardada pela comunidade acadêmica e pelo município há pelo menos cinco anos.[4][5][6].

Cursos, ingresso, e financiamento estudantil[editar | editar código-fonte]

São oferecidos cursos de graduação, mestrado, doutorado, extensão, especialização, e cursos de idiomas. O ingresso se dá através do vestibular, sendo também possível o ingresso extravestibular e vestibular agendado.

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Grupos de pesquisa[editar | editar código-fonte]

  • Ambiente e Sociedade
  • Bioanálises
  • Cadeia Produtiva do Carvão Vegetal
  • Computação Aplicada
  • Comunicação, Imagem e Identidade
  • Corpo, Movimento e Saúde
  • Cultura e Memória da Comunidade
  • Desenvolvimento Regional
  • Design
  • Direito e Desenvolvimento
  • Educação, Formação e Diversidade
  • Gestão
  • Indicadores de Qualidade Ambiental
  • Informática na Educação
  • Linguagens e Manifestações Culturais
  • Materiais e tecnologia aplicados ao setor couro
  • Materiais Metálicos
  • Materiais Poliméricos
  • Processos midiáticos e apropriação dos Meios de Comunicação
  • Psicologia, Subjetividade Contemporânea e Saúde Mental
  • Reabilitação em Doenças Crônicas Não Transmissíveis
  • Saúde Humana e Ambiente
  • Sistemas Eletrônicos
  • Tecnologia e Gerenciamento Ambiental
  • Virologia Ambiental
  • Virologia

Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

Biblioteca Feevale Câmpus II
Biblioteca Feevale, Câmpus II da Universidade.

A Feevale possui uma biblioteca no Câmpus I, uma no Câmpus II e outra no Câmpus III. Os três acervos contam com uma pluralidade de obras, tais como livros, revistas e dvds. No que tange à pesquisa acadêmica, os alunos tem acesso a um banco de teses, artigos e dissertações e graduação e pós-graduação. Além disso, os alunos também têm acesso a jogos digitais, músicas e materiais em braile.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Teatro Feevale, que atualmente ocupa o posto de maior teatro do Rio Grande do Sul.

O Teatro Feevale, localizado no Câmpus II da Universidade e administrado em parceria com a Opus Promoções, coloca o Vale dos Sinos no roteiro de espetáculos nacionais e internacionais. Inaugurado em 20 de setembro de 2011, com a apresentação do tenor José Carreras, o local atende as necessidades da Instituição na realização de formaturas e outros eventos acadêmicos, além de receber diversas produções artísticas. O espaço cultural tem cerca de 10.500 m² e pode receber até 1842 espectadores.[7]

Programa Cultura no Câmpus[editar | editar código-fonte]

O programa Cultura no Câmpus visa socializar o acesso à arte e à cultura é propiciar à comunidade local e regional momentos de vivências significativas, por meio do contato com a arte através de espetáculos, como peças teatrais, apresentações de dança, musicais, entre outros.

Outros espaços culturais:

  • Editora Feevale
  • Movimento Teatral
  • Museu Nacional do Calçado
  • Pinacoteca
  • Movimento Coral

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]