Universidade da Região da Campanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Universidade da Região da Campanha
URCAMP
Fundação 16 de Fevereiro, 1989
Tipo de instituição Comunitária
Localização Bagé, RS (Sede)

Campi:
Alegrete, RS
Dom Pedrito, RS
Santana do Livramento, RS
São Gabriel, RS

Página oficial http://www.urcamp.edu.br

O Centro Universitário da Região da Campanha (URCAMP), anteriormente Universidade da Região da Campanha, é uma instituição multicampi, comunitária, regional e filantrópica localizada na região Sudoeste do Rio Grande do Sul. Sua sede está localizada em Bagé[1][2][3][4][5][6] e está presente em mais quatro cidades das regiões da Fronteira Oeste e Campanha Gaúcha. Tem como Reitora a engenheira civil Lia Maria Herzer Quintana e como vice, Fábio Josende Paz.

História[editar | editar código-fonte]

Criada em 13 de janeiro de 1969 como Fundação Universidade de Bagé (FUnBa) por Attila Taborda, quando ocorreu a unificação dos cursos superiores das instituições: Faculdade Católica de Filosofia, Ciências e Letras, Faculdade de Ciências Econômicas, Faculdade de Belas Artes e da Faculdade de Direito.[7] Em 1972, foi criada a Faculdade de Educação Física e logo depois a Faculdade de Medicina Veterinária e Agronomia em 1976. Com o surgimento de mais cursos, a FUnBA tornou–se a Fundação Attila Taborda e em 16 de fevereiro de 1989, a instituição foi reconhecida como Universidade da Região da Campanha. Após a fundação da Urcamp foram criados os campi de Dom Pedrito, Caçapava do Sul, São Gabriel, Santana do Livramento, São Borja, Alegrete e Itaqui.

Desde 2007, a Urcamp ostenta o selo de Instituição Socialmente Responsável da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior - ABMES[8][9]. É também integrante da COMUNG.

Em 2017, reitoria e membros do conselho universitário, considerando a necessidade de readequação à realidade acadêmica, financeira e administrativa, e considerando que a instituição não cumpria com todos os requisitos para se manter na organização acadêmica do tipo Universidade (entre eles, a ausência de cursos de pós-graduação stricto sensu, mestrados e doutorados) optaram por solicitar o recredenciamento da instituição como Centro Universitário[10]. Em agosto de 2018, após a visita in loco relativa ao seu processo de recredenciamento, recebeu nota máxima do Ministério da Educação (MEC)[11]. Este recredenciamento, entretanto, alterou a organização acadêmica da instituição de Universidade para Centro Universitário, como solicitado e dado que a instituição não cumpria todos os critérios para ser enquadrada como universidade[12].

Campi[editar | editar código-fonte]

Campus central, em Bagé/RS.

Os campi da Urcamp são os seguintes:

Ensino[editar | editar código-fonte]

A Urcamp oferece 20 cursos de graduação superior.[14] A partir de 2020, a instituição passou a oferecer também a modalidade EAD (Educação à Distância), e mais 22 cursos estão sendo oferecidos à distância em todos os campi, com aulas pela internet e semipresenciais. A instituição ainda oferece mais de 10 cursos de pós-graduação lato sensu na modalidade híbrida, dentre eles as especializações em Direitos Humanos e Políticas Públicas, em Terapia Cognitivo Comportamental e o MBA em Agronegócio, Tecnologia, Gestão e Sucessão.[15]

Pesquisa e Extensão[editar | editar código-fonte]

A instituição realiza, uma vez por ano, o evento Congrega Urcamp, em que ocorrem apresentações de trabalhos científicos de grupos de pesquisa na Jornada de Pós-Graduação, mostra de Projetos Comunitários, de Extensão e Integradores e Mostra de Iniciação Científica Júnior[16]. No campus Alegrete ocorre o evento Concurso de Oratória Ruy Ramos, anualmente, em homenagem ao ex-deputado federal e promotor público gaúcho[17][18].

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Hospital universitário Urcamp, em Bagé/RS.

A Urcamp faz parte da Fundação Atilla Taborda (FAT), que além dos cinco campi universitários, integra:

  1. Hospital Universitário[19] de Bagé;
  2. Casa da Menina (abrigo e lar de meninas de 0 a 18 anos em situação de vulnerabilidade social)[20];
  3. Museu da Gravura Brasileira[21];
  4. Museu Dom Diogo de Souza[22]; e os
  5. Colégios da Urcamp de ensino fundamental e médio, situados nas cidades de Dom Pedrito, Santana do Livramento, São Gabriel e o Colégio Raymundo Carvalho em Alegrete[23][24].

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • FAGUNDES, Elizabeth. Inventário Cultural de Bagé. Porto Alegre. Ed: Praça da Matriz, 2012.
  • MEDINA, Suzel. Urcamp Comunidade. Ed: Ediurcamp, 2002.
  • TABORDA,Tarcísio. GARCIA, Élida Hernandes. Bagé de Ontem e de Hoje.  Ed: Ediurcamp, 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. URCAMP - Página oficial
  2. Congrega Urcamp
  3. FAT
  4. Página do Histórico da Urcamp
  5. Página Institucional da Urcamp
  6. Página da Reitoria da Urcamp

Referências

  1. «Vestibular de inverno da Urcamp reúne 700 candidatos em Bagé, RS». Portal G1. 15 de julho de 2012. Consultado em 18 de junho de 2016 
  2. «Urcamp oferece mais de 200 bolsas integrais». Portal Universia. 9 de fevereiro de 2010. Consultado em 18 de junho de 2016 
  3. «Proceso Seletivo Verão Urcamp 2015». Jornal Minuano. 4 de novembro de 2014. Consultado em 20 de junho de 2016 
  4. «EducaEdu Brasil». EduEduBrasil. Consultado em 20 de junho de 2016 
  5. «Faculdades > Rio Grande do Sul». 10 em Tudol. Consultado em 20 de junho de 2016 
  6. «Responsabilidade Social». www.urcamp.tche.br. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  7. «A Universidade e sua formação». Jornal Minuano. 24 de março de 2015. Consultado em 18 de junho de 2016 
  8. Alves, Jonathan. «Selo Instituição Socialmente Responsável». responsabilidadesocial.abmes.org.br. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  9. «Urcamp renova selo de». Jornal Minuano | O Jornal que Bagé gosta de ler. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  10. «Urcamp pode se transformar em Centro Universitário». Farrapo. Consultado em 16 de janeiro de 2020 
  11. «Urcamp recebe nota máxima na avaliação do MEC». Jornal Minuano 
  12. Parecer CNE/CES Nº 734/2018. [1]
  13. «Universidade da Região da Campanha realiza Feira das Profissões». Jornal Zero Hora. 24 de março de 2015. Consultado em 18 de junho de 2016 
  14. «Direito da URCamp é recomendado pela OAB Nacional». Jornal A Plateia. 14 de novembro de 2014. Consultado em 18 de junho de 2016 
  15. «Matrículas para pós-graduações podem ser feitas até dia 15 de setembro». Jornal Minuano | O Jornal que Bagé gosta de ler. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  16. «Congrega Urcamp 2k20 será em outubro e terá formato on-line». Diário de Santa Maria. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  17. «Biografia do(a) Deputado(a) Federal RUY RAMOS». Portal da Câmara dos Deputados. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  18. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «RUI VITORINO RAMOS». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  19. «Folha do Hospital Universitário é paga na integralidade». Jornal Folha do Sul Gaúcho. 16 de julho de 2015. Consultado em 18 de junho de 2016 
  20. «Casa da Menina». www.urcamp.edu.br. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  21. «Museu da Gravura Brasileira reinaugura com exposição de Sebastião Salgado». Jornal Folha do Sul. 6 de maio de 2014. Consultado em 18 de junho de 2016 
  22. «Museus do Brasil» (PDF). Instituto Brasileiro de Museus. 6 de maio de 2011. Consultado em 18 de junho de 2016 
  23. «Educação Básica». www.urcamp.edu.br. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  24. escolas. «Escola - Colegio da Urcamp - Dom Pedrito - RS». Escol.as. Consultado em 29 de novembro de 2020