Unlawful Entry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Unlawful Entry
No Brasil Obsessão Fatal[1]
Em Portugal Obsessão Selvagem[2]
 Estados Unidos
1992 •  cor •  112 min 
Direção Jonathan Kaplan
Produção Charles Gordon
Sulla Hamer
Gene Levy
Roteiro Lewis Colick
Ken Friedman
História George Putnam
John Katchmer
Elenco Kurt Russell
Ray Liotta
Madeleine Stowe
Gênero mistério
neo-noir
policial
suspense psicológico
Música James Horner
Cinematografia Jamie Anderson
Edição Curtiss Clayton
Companhia(s) produtora(s) Largo Entertainment
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 26 de junho de 1992
Idioma inglês
Orçamento US$ 23 milhões
Receita US$ 57,138,719 (Estados Unidos)[3]

Unlawful Entry (Brasil: Obsessão Fatal /Portugal: Obsessão Selvagem) é um filme neo-noir[4] de suspense psicológico do ano 1992 dirigido por Jonathan Kaplan e estrelado por Kurt Russell, Madeleine Stowe e Ray Liotta.[5]

O filme envolve um casal que faz amizade com um policial solitário, apenas para ele desenvolver uma fixação não correspondida na esposa, levando a consequências assustadoras. Ray Liotta foi indicado para um MTV Movie Award em 1993 por sua interpretação do policial psicopata. O filme ganhou um remake em Bollywood intitulado Fareb em 1996.

O filme foi lançado nos EUA em 26 de junho de 1992, abrindo em #2 em 1,511 cinemas, uma média de US $6,662 dólares por teatro. Lucrando US$10,067,609 no primeiro fim de semana, ele somou US$57,138,719 no mercado doméstico.[3] Foi um sucesso de bilheteria e trouxe de volta seu orçamento de US$23 milhões.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um casal chama a polícia depois ter a casa assaltada. A partir de então um policial fica a disposição deles para vigia-la. Porém, ele passa a fazer rondas cada vez mais frequentes, tornando-se um ato obsessivo.[6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A filmagem principal começou em 25 de outubro de 1991. As filmagens ocorreram em Los Angeles, Califórnia. A casa que foi usada para a residência de Carr no filme está localizada na Av. Wilcox 546. A sequência da escola foi filmada na Doris Place Elementary School. A sequência em que Michael está preso foi filmada na cadeia Lincoln Heights. Produção encerrada em 5 de fevereiro de 1992.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme tem recepção favorável por parte da crítica especializada. No Rotten Tomatoes tem 75% de Tomatometer, baseado em 32 avaliações.[7] As audiências pesquisadas pelo CinemaScore deram ao filme uma nota média de "B" em uma escala A+ a F.[8] Roger Ebert elogiou o diretor Jonathan Kaplan por dar à história do filme um senso de realismo com suas locações, personagens com "realismo desenfreado" dos atores e tendo "tons de um drama social sério" ao enfrentar medos sobre uma autoridade policial delirante.[9] Todd McCarthy na Variety escreveu que apesar de ser um outro filme que se segue no molde de Fatal Attraction, ele chamou de "um thriller de vitimização muito eficaz", elogiando as performances de Liotta e Russell e a direção de Kaplan do roteiro em "áreas de observações sociais e de estrutura de classe" ao lidar com figuras policiais desequilibradas em um ambiente urbano.[10] Em sua resenha para o New York Times, Janet Maslin criticou os três principais protagonistas, sem profundidade e substância nas motivações de seus personagens, mas deu crédito a Liotta por dar "complexidade" ao seu papel, um sólido elenco de apoio e a direção "equilibrada" que Kaplan toma com o enredo, mesmo quando aumenta sua credibilidade.[11]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Obsessão Fatal Cineplayers
  2. Obsessão Selvagem Sapo Mag
  3. a b «Unlawful Entry». Box Office Mojo 
  4. Spicer, Andrew (2010). Historical Dictionary of Film Noir. [S.l.]: Lanham, MD: Scarecrow Press. p. 436. ISBN 978-0-8108-5960-9 
  5. Maslin, Janet (26 de junho de 1992). «Unlawful Entry (1992) Review/Film; An Officer Too Involved in His Work». The New York Times 
  6. Obsessão Fatal CineDica
  7. Unlawful Entry Rotten Tomatoes
  8. «CinemaScore». cinemascore.com 
  9. Ebert, Roger (26 de junho de 1992). «Unlawful Entry Movie Review». Chicago Sun-Times. Consultado em 14 de março de 2018  3 de 4 estrelas.
  10. McCarthy, Todd (22 de junho de 1992). «Unlawful Entry». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 14 de março de 2018 
  11. Maslin, Janet (26 de junho de 1992). «An Officer Too Involved in His Work». The New York Times. The New York Times Company. Consultado em 14 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]