Vila Operária (Goiana)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vila Operária de Goiana
  Bairro do Brasil  
Localização
Distrito Sede
Município Goiana
Outras informações
Limites Centro e Balde do Rio
Fonte: Não disponível

A Vila Operária é um bairro de Goiana, Pernambuco. Reconhecida como a primeira vila operária da América Latina,[1] a qual está rodeada por diversos templos da era colonial e possui uma arquitetura típica do interior nordestino.[2]

Conjunto arquitetônico[editar | editar código-fonte]

O conjunto da Fiação de Tecidos Goiana (FITEG) foi composto da fábrica, da casa do proprietário e da vila operária, com alguns vestígios que permanecem até hoje, sendo um marco da arquitetura do início do século XX, começo do período republicano brasileiro, possuindo em si a peculiaridade de todas as edificações, exceto a fábrica, seguirem a mesma modulação: cada habitação representa um formato em uma espécie de trapézio, a que tanto a fábrica, quanto a casa do proprietário obedeceram, repetindo, no entanto, tantos módulos no mesmo formato quantos se fizeram necessários. As casas estreitas vão espalhando-se conforme os logradouros, distribuídas em nove quadras, entre o centro histórico e o Rio Goiana, totalizando em todo o conjunto 376 habitações nessa área.[livro 1][3] A fábrica foi fechada na década de 1950 depois de declarar a sua falência, deixando centenas de pessoas desempregadas. Hoje o edifício da fábrica é utilizada para fins comerciais e algumas casas sofreram alterações do estilo inicial.[4]

Referências

  1. «Vila Operária». Consultado em 26 de julho de 2013 
  2. [1]
  3. «Goiana: casario da vila operária». Consultado em 26 de julho de 2013 
  4. «Vila Operária». Consultado em 26 de julho de 2013 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Diversos (1982). Plano de Preservação dos Sítios Históricos do Interior. 1. Recife: [s.n.] 75 páginas 


Ícone de esboço Este artigo sobre município de Goiana é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.