Viva Voz (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Viva Voz
Pôster promocional do filme.
 Brasil
2003 •  cor •  87 min 
Direção Paulo Morelli
Roteiro Marcio Alemão
Elenco Vivianne Pasmanter
Betty Gofman
Dan Stulbach
Graziella Moretto
Género comédia
Lançamento 21 de maio de 2004[1]
Idioma português

Viva Voz é um filme brasileiro de 2003, do gênero comédia, dirigido por Paulo Morelli. Estrelado por Vivianne Pasmanter, Betty Gofman, Graziela Moretto e Dan Stulbach.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Viva Voz mostra um dia da vida de Duda, um jovem e inseguro empresário que está prestes a receber uma grande quantia de dinheiro. Tudo que ele queria era pôr sua vida em ordem e a partir deste dia passar a ser tudo que não é: honesto, fiel e seguro de si. O primeiro passo para isto é romper com sua amante, mas sua esposa acidentalmente ouve tudo pelo viva-voz do celular e esta ligação vira tudo de cabeça pra baixo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o


Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

New York International Independent Film Festival

  • Venceu na categoria de Melhor Filme Internacional.

Participação em festivais[editar | editar código-fonte]

  • Participou do Festival do Cinema Brasileiro de Paris (Março/2003), do San Diego Latino Film Festival (Março/2003) e do Istambul International Film Festival (abril/2003). Além disso, Viva Voz encerrou o 19º Festival do Filme Latino de Chicago (Abril/2003).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Foi filmado em 2001, mas só em 2003 foi possível lançá-lo.


Referências

  1. «ESTRÉIA-"Viva Voz" usa astros da TV em comédia policial». Cinema UOL. 21 de maio de 2004. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]