Vladimir Voronin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vladimir Nicolae Voronin
Vladimir Nicolae Voronin
Presidente da  Moldávia
Período 7 de abril de 2001 - 11 de setembro de 2009
Antecessor(a) Petru Lucinschi
Sucessor(a) Mihai Ghimpu
Dados pessoais
Nascimento 25 de maio de 1941 (77 anos)
Corjova, Transnístria
Partido Partido Comunista da República da Moldávia
Profissão engenheiro, economista e político

Vladimir Nicolae Voronin (em russo: Владимир Николаевич Воронин) (n. 25 de maio de 1941, em Corjova) é um engenheiro, economista e político moldávio. Foi presidente da Moldávia entre 2001 e 2009, pertencente ao Partido dos Comunistas da República da Moldávia. Voronin foi o primeiro chefe de estado comunista democraticamente eleito da Europa, depois que se dissolveu o bloco socialista (o segundo foi Dimítris Christófias, de Chipre).

Voronin renunciou à Presidência da República em 2009, depois das eleições parlamentares de julho daquele ano, quando seu partido perdeu a maioria no Parlamento, e da crise que se seguiu. Forças de oposição acusaram o governo de prender e torturar manifestantes que protestavam pacificamente, enquanto Voronin denunciava a suposta intenção dos partidos conservadores de reintegrar a Moldávia à Romênia, atentando contra a soberania do país. A 11 de setembro, Voronin deixou a Presidência, que ficou a cargo do presidente do Partido Liberal e do Parlamento moldávio, Mihai Ghimpu.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vladimir Voronin
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Petru Lucinschi
Presidente da Moldávia
2001 - 2009
Sucedido por
Mihai Ghimpu
(interino)