WWE Divas Championship

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
WWE Divas Championship
WWE Divas Championship.jpg
Versão final do título.
Detalhes
Promoção WWE
Criação 20 de julho de 2008
Desativação 3 de abril de 2016
Outros nomes
  • WWE Unified Divas Championship

O WWE Divas Championship foi um título de luta livre profissional com direitos pertencentes à organização estadunidense WWE, sendo disputado pela divisão feminina da empresa (onde as lutadoras são conhecidas como "Divas"). O título foi criado em 6 de junho de 2008 pela até então gerente geral do SmackDown, Vickie Guerrero,[1] mas só foi inaugurado em 20 de julho de 2008 durante o evento The Great American Bash. Em 19 de setembro de 2010, no Night of Champions, Michelle McCool venceu uma luta para unificar o Divas Championship e o WWE Women's Championship, fazendo o título ser conhecido brevemente como Unified Divas Championship. No entanto, em 3 de abril de 2016, no WrestleMania 32, o título das Divas foi aposentado em favor da criação de um novo Women's Championship.

As campeãs das Divas da WWE foram determinadas com a realização de combates de luta profissional, em que as vencedoras de cada combate são pré-determinadas por um roteiro.[2] Um total de 17 lutadoras, distribuídas em 26 reinados distintos, conquistaram o Divas Championship. A primeira campeã foi Michelle McCool e a última foi Charlotte.

História[editar | editar código-fonte]

Ver também: WWE Diva
Michelle McCool, a campeã inaugural.

WWE Divas, ou apenas Divas, é o termo usado pela WWE para se referir às suas empregadas do sexo feminino. O primeiro título dedicado para as mulheres da empresa foi o WWE Women's Championship em 18 de Setembro de 1956, logo após The Fabulous Moolah fechar contrato com a empresa, levando o título da National Wrestling Alliance, sendo conhecida legalmente como a primeira campeã do título.

O segundo prêmio destinado a elas foi o Woman of the Year ("Mulher do Ano") que era entregue a lutadora que tivesse o melhor desempenho durante um determinado ano, este sendo inaugurado em 17 de Dezembro de 1987 por Miss Elizabeth. O prêmio foi modificado para Miss Slammy ("Senhorita Slammy"), Diva of the Decade ("Diva da Década") e hoje é conhecido como Diva of the Year ("Diva do Ano"). O último prêmio foi entregue a Nikki Bella em 8 de dezembro de 2015 durante o Slammy Awards.

Com a primeira WWE Brand Extension, foi criada uma divisão entre os funcionários da WWE em diferentes programas de televisão. Em 2002, o WWE Women's Championship era originalmente defendido em ambos programas. Em um momento do ano, o título se tornou exclusivo para o Raw.[3] Depois disso, apenas Divas pertencentes ao Raw foram capazes de competir pelo título, enquanto as Divas do SmackDown foram incapazes de competir por um título. No entanto, em algumas ocasiões, o regulamento foi contornado com Melina, Ashley, Torrie Wilson e Nidia disputando o título, mas nenhuma foi bem sucedida.[4] [5]

Maryse foi a primeira mulher a conquistar o Divas Championship em mais de uma ocasião.

Como resultado, a WWE criou o WWE Divas Championship e introduziu-o no episódio de 6 de junho de 2008 do SmackDown, quando a então Gerente Geral Vickie Guerrero anunciou a criação do título.[6] O cinturão foi apresentado oficialmente em 4 de Julho de 2008 em um episódio do SmackDown. Depois de vencer respectivos combates para ganhar o campeonato, Michelle McCool derrotou Natalya no The Great American Bash para se tornar a campeã inaugural.[7] [8] Quando Maryse ganhou o título de McCool em dezembro de 2008, ela deslocou o joelho em um evento ao vivo no final do mês. Semelhante à forma como Trish Stratus manteve o Women's Championship após ser afastada por uma hérnia de disco em 2005,[9] Maryse foi capaz de manter o título das Divas até seu retorno em janeiro de 2009. Como parte do WWE Draft 2009, a então campeã Maryse foi uma das pessoas transferidas para o Raw, no processo tornando o título exclusivo para o Raw.[10]

Em 4 de janeiro de 2010, a WWE anunciou que o título estava vago devido a atual campeã Melina estar lesionada no ligamento cruzado anterior.[11] Um torneio foi iniciado nas semanas seguintes durante o Raw, onde a ex-campeã das Divas Maryse se qualificou ao derrotar Brie Bella, Alicia Fox qualificou-se derrotando Kelly Kelly, Eve Torres derrotando Katie Lea Burchill enquanto Gail Kim derrotou a ex-campeã Jillian Hall. Nas semi-finais, Maryse derrotou Eve Torres, e Gail Kim derrotou Alicia Fox.[12] [13] Em 21 de fevereiro, no Elimination Chamber, Maryse e Gail Kim se enfrentariam na final do torneio, mas a gerente geral Vickie Guerrero mudou o combate para uma luta de equipes entre as duas contra LayCool (Layla e Michelle McCool), que as derrotaram.[14] Na noite seguinte no Raw Maryse derrotou Gail Kim, tornando-se a primeira Diva a se tornar campeã por mais de uma vez.[15]

Foi anunciado no episódio de 30 de agosto de 2010 no Raw que o Divas Championship seria unificado com o WWE Women's Championship em um combate no evento Night of Champions, onde Michelle McCool lutou pela Women's Champion Layla, sua parceira de equipe, derrotando a atual campeã das Divas, Melina.[16] [17] Com isso, o título (brevemente conhecido como WWE Unified Divas Championship)[18] tornou-se acessível para todas as Divas da WWE, e a campeã poderia aparecer em ambos os shows, uma situação tornada permanente após o fim das extensões de marcas em 2011.

Em 3 de abril de 2016, durante o WrestleMania 32, Lita revelou que o WWE Women's Championship havia sido reativado, assim aposentando o WWE Divas Championship. A então campeã das Divas, Charlotte, derrotou Becky Lynch e Sasha Banks e conquistou o Women's Championship.[19] [20]

Reinados[editar | editar código-fonte]

Houve 26 reinados. A campeã inaugural foi Michelle McCool, que derrotou Natalya no The Great American Bash em 20 de julho de 2008. A última foi Charlotte.

Eve Torres e AJ Lee- três vezes Divas Champion - tem os maiores números de reinados na história do título. O segundo reinado de Nikki Bella é o mais longo da história do título com Nikki Bella 301 dias, já o de Jillian Hall é o mais curto atual campeão, com duração de 4 minutos e 30 segundos. A campeã mais velha é Layla, que ganhou com a idade de 34 e campeã mais nova é Paige que ganhou o cinturão com 21 anos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Shields, Brian; Sullivan, Kevin (2009). WWE Encyclopedia DK [S.l.] p. 81. ISBN 978-075664190-0. 
  2. Grabianowski, Ed. «How Pro Wrestling Works». HowStuffWorks, Inc (em inglês). Discovery Communications. Consultado em 15 de outubro de 2012. 
  3. «WWE Entertainment To Make RAW and SMACKDOWN Distinct Television Brands». World Wrestling Entertainment. 2002-03-27. Consultado em 2008-08-03. 
  4. Hoffman, Brett (2007-04-01). «Playboy Covered». World Wrestling Entertainment. Consultado em 2008-08-03. 
  5. «Women's Champion Trish Stratus def. Melina». World Wrestling Entertainment. 2005-11-28. Consultado em 2008-08-03. 
  6. Passero, Mitch (2008-06-06). «Golden Dreams». WWE. Consultado em 2008-07-15. 
  7. Burdick, Michael (2008-07-20). «A Diva of destiny». WWE. Arquivado desde o original em 2008-07-23. Consultado em 2008-07-21. 
  8. «History Of The Divas Championship - Michelle McCool (1)». World Wrestling Entertainment. 2008-07-20. Consultado em 2008-07-21. 
  9. «Trish Stratus Bio». World Wrestling Entertainment. Consultado em 2009-09-16. 
  10. Plummer, Dale (2009-04-14). «RAW: Drafting a fresh start for the WWE». SLAM! Sports: Wrestling. Canadian Online Explorer. Consultado em 2009-04-14. 
  11. Stone, Tom Van (2010-01-04). «Melina vacates Divas title due to injury». WrestleView.com. Consultado em 2010-09-06. 
  12. Plummer, Dale (January 11, 2010). «RAW: Iron Mike and DX reunite». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em April 23, 2010. 
  13. Golden, Hunter (2010-01-26). «Raw results - 1/25/10». WrestleView.com. Consultado em 2010-09-06. 
  14. Martin, Adam (February 21, 2010). «Card for WWE Elimination Chamber». WrestleView. Arquivado desde o original em June 29, 2011. Consultado em September 6, 2010. 
  15. Plummer, Dale (February 22, 2010). «RAW: Finding a Jewel on the Road to Wrestlemania». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em February 24, 2010. 
  16. Adam Martin (30 de agosto de 2010). «RAW RESULTS - 8/30/10» (em inglês). Wrestle View. Consultado em 21 de setembro de 2015. 
  17. Eck, Kevin (2010-09-20). «Night of Champions thoughts». The Baltimore Sun. Consultado em 2010-09-27. 
  18. «WWE Women's Championship». Wrestling-titles.com. Consultado em 2007-07-01. 
  19. Clapp, John (3 March 2016). «Divas Champion Charlotte vs. Becky Lynch vs. Sasha Banks (Triple Threat Match)». WWE. Consultado em 4 March 2016. 
  20. Caldwell, James (3 de abril de 2016). «4/3 WrestleMania 32 PPV Results – CALDWELL’S Ongoing Live Report on Main PPV» (em inglês). PW Torch. Consultado em 3 de abril de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]