Zeferino Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zeferino Brasil (Taquari, 1870Porto Alegre, 1942) foi um poeta brasileiro.

Poeta parnasiano e simbolista.

Foi membro fundador da Academia Rio-Grandense de Letras.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Alegros e Surdinas, 1890
  • Traços Cor de Rosa, 1892
  • Comédia da Vida, 1896
  • O Sul na Ponta, 1897
  • Juca, o Letrado , 1900
  • Na Vida e na Morte, 1901
  • Ester, 1902
  • Vovó Musa, 1903
  • Amores de Velho, 1903
  • O Outro, 1904
  • Visão do Ópio, 1906
  • Na Torre de Marfim, 1910
  • O Beijo, 1922
  • Meio, 1922
  • Teias de Luar, 1924
  • Boêmia da Pena, 1932
  • Alma Gaúcha, 1935
  • Hino ao Padre Joâo Cacique de Barros
  • O Carneiro
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.