Zeta1 Muscae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ζ1 Muscae
Dados observacionais (J2000)
Constelação Musca
Asc. reta 12h 22m 12,0s[1]
Declinação -68° 18′ 26,3″[1]
Magnitude aparente 5,74[1]
Características
Tipo espectral K0 III[1]
Astrometria
Velocidade radial 20,10 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -8,02 mas/a[2]
Mov. próprio (DEC) -49,77 mas/a[2]
Paralaxe 7,8246 ± 0,1781 mas[2]
Distância 417 ± 9 anos-luz
128 ± 3 pc
Magnitude absoluta 0,2
Detalhes
Raio 14,73[2] R
Luminosidade 98,474[2] L
Temperatura 4737[2] K
Outras denominações
CPD-67 1939, HR 4704, HD 107567, HIP 60329, SAO 251868.[1]
Zeta1 Muscae
Musca constellation map.png

Zeta1 Muscae1 Mus, ζ1 Muscae) é uma estrela binária astrométrica[3] na constelação de Musca. Sua magnitude aparente é de 5,74,[1] portanto é visível a olho nu apenas em locais com excelentes condições de visualização. Com base em medições de paralaxe, está localizada a aproximadamente 417 anos-luz (128 parsecs) da Terra.[2] É uma estrela gigante com tipo espectral de K0 III,[1] o que significa que já esgotou todo o hidrogênio de seu núcleo e saiu da sequência principal. Estrelas assim tipicamente têm coloração alaranjada e temperatura efetiva de cerca de 4 900 K.[4] Não se sabe nada sobre a estrela companheira.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h «SIMBAD query result - zet01 Mus». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 24 de fevereiro de 2014. 
  2. a b c d e f g Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  3. a b Eggleton, P. P.; Tokovinin, A. A. (setembro de 2008), «A catalogue of multiplicity among bright stellar systems», Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 389 (2): 869–879, Bibcode:2008MNRAS.389..869E, arXiv:0806.2878Acessível livremente, doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13596.x. 
  4. «The Colour of Stars», Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation, Australia Telescope, Outreach and Education, 21 de dezembro de 2004, consultado em 24 de fevereiro de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.