6º Exército (Alemanha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
6. Armee
País Alemanha Nazi Alemanha Nazi
Corporação  Deutsches Heer
Missão Exército
Criação 10 de outubro de 1939
Extinção 8 de maio de 1945
História
Guerras/batalhas Segunda Guerra Mundial

O 6º Exército alemão foi um exército de campo da Alemanha, em ação nas duas guerras mundiais, mais conhecido historicamente por sua participação na Batalha de Stalingrado, durante a Segunda Guerra Mundial.[1] [2]

I Guerra[editar | editar código-fonte]

Operou na frente ocidental na I Guerra Mundial, lutando na Lorena e na Bélgica e foi o primeiro exército a ser atacado por gás pelos britânicos em setembro de 1915. Apesar das terríveis baixas infligidas, a ofensiva britânica falhou. Em março de 1917, sob o comando do general Ludwig von Falkenhausen, ele foi atacado por forças britânicas e canadenses na Batalha de Vimy Ridge, início da Batalha de Arras, sofrendo 20 mil baixas, cedendo ao inimigo 4 mil prisioneiros de guerra e sendo obrigado a debandar frente ao Corpo Canadense.

II Guerra[editar | editar código-fonte]

Na II Guerra Mundial, o 6º Exército, originalmente denominado 10º Exército, foi formado em outubro de 1939, comandando pelo general nazista Walter von Reichenau. Sua primeira missão foi guardar as fronteiras ocidentais da Alemanha contra ataques da França e da Grã-Bretanha, durante a ofensiva alemã contra a Polônia, no leste. Com a invasão da França em 1940, atacou na Holanda e Bélgica e serviu como flanco norte das forças alemães, ao longo da costa da Normandia.

Stalingrado[editar | editar código-fonte]

O envolvimento do 6ª Exército na frente oriental da guerra, contra a URSS, foi como ponta-de-lança do Grupo de Exércitos Sul. Pouco depois de ser promovido a marechal-de-campo, Reichenau morreu num acidente aéreo em janeiro de 1942, quando era transportado ao hospital após um ataque cardíaco. Ele foi sucedido por seu antigo chefe de estado-maior, Friedrich Paulus. Paulus o levou a uma vitória na segunda batalha de Kharkov, na primavera de 1942. Esta vitória selou seu destino, pois ele foi designado pelo OKH para o ataque a Stalingrado.

Nesta épica batalha, o 6º Exército invadiu e capturou quase a totalidade da cidade em uma luta fraticida contra o 62º Exército soviético, do Exército Vermelho, sendo finalmente cercado e derrotado pelas contra-ofensivas de inverno do inimigo, em fevereiro de 1943, num dos maiores desastres militares da história da Alemanha. Pela primeira vez um exército alemão inteiro foi destruído em combate.

Nos últimos dias do combate em, Adolf Hitler retirou um oficial superior de cada divisão do exército cercado, para reconstituí-lo após Stalingrado. Esta nova formação se tornou ativa em março de 1943, sob o comando do general General Karl Adolf Hollidt, que viria a lutar na Ucrânia e na Romênia, como parte do Grupo de Exércitos Sul e Grupo de Exércitos Sul da Ucrânia, e foi novamente praticamente destruído. Foi o único exército alemão na guerra e ser cercado e destruído por três vezes, contando com a rendição final da Alemanha.

Em fins de março de 1945, após nova recomposição, ele lutava em retirada pela Áustria. Seus poucos remanescentes renderam-se aos norte-americanos em 9 de maio, um dia após a rendição alemã.

Commandantes[editar | editar código-fonte]

Chiefs of Staff[editar | editar código-fonte]

Oficiais de Operações[editar | editar código-fonte]

Ordem de Batalha[editar | editar código-fonte]

21 de Dezembro de 1940[2]

À disposição do 6º Exército

3 de Setembro de 1941[2]

À disposição do 6º Exército

2 de Janeiro de 1942[2]

À disposição do 6º Exército

22 de Abril de 1942[2]

À disposição do 6º Exército

24 de Junho de 1942[2]
15 de Novembro de 1942[2]
19 de Novembro de 1942[2]
22 de Dezembro de 1942, 1 de Janeiro de 1943[2]
9 de Abril de 1943[2]
7 de Julho de 1943[2]
20 de Novembro de 1943[2]
26 de Dezembro de 1943[2]
15 de Abril de 1944[2]
15 de Maio de 1944[2]

Á disposição do 6º Exército

15 de Junho de 1944[2]

À disposição do 6º Exército

15 de Julho de 1944[2]

À disposição do 6º Exército

15 de Agosto de 1944[2]

À disposição do 6º Exercito

31 de Agosto de 1944[2]

À disposição do 6º Exército

28 de Setembro de 1944[2]
  • Gruppe Breith (III Corpo Panzer)
  • III. Panzerkorps (subordinado ao Gruppe Breith)
  • 23ª Divisão Panzer
  • 27ª Divisão Leve (Hungria)
  • Hungarian VII Corps (subordinado ao Gruppe Breith)
  • Hungarian 4th Field Replacement Division
  • 12ª Divisão de Infantaria (Hungria)
13 de Outubro de 1944[2]

À disposição do 6º Exército

31 de Dezembro de 1944[2]
21 de Janeiro de 1945[2]
  • XXX Corpo Panzer
  • Stab Panzer-Division “Feldherrnhalle”
  • 25ª Divisão de Infantaria (Hungria)
  • 3ª Divisão Panzer
  • 5. SS-Panzer-Division “Wiking”
  • 3. SS-Panzer-Division “Totenkopf”
  • 1ª Divisão Panzer
  • Gruppe Breith (III. Panzerkorps)
  • III. Panzerkorps (subordinated to Gruppe Breith)
  • 23ª Divisão Panzer
  • 4. Kavallerie-Brigade
  • Kampfgruppe Hungarian 2nd Armored Division
  • Hungarian VIII Corps (subordinado ao Gruppe Breith)
  • 1ª Divisão de Cavalaria (Hungria)
  • I. Kavallerie-Korps
  • 6ª Divisão Panzer
  • 3. Kavallerie-Brigade
  • 96ª Divisão Panzer
  • 711ª Divisão Panzer
  • LVII. Panzerkorps
  • Kampfgruppe 8ª Divisão Panzer + Hungarian Szent-László Division
  • 153. Feldausbildungs-Division
  • 20ª Divisão Panzer (em transição)
  • 211. Volksgrenadier Division
  • Kamfgruppe Staubwasser
  • Reichsgrenadier-Division Hoch- und Deutschmeister
  • IX. Waffen-Gebirgs-Armeekorps der SS
  • Panzer-Division “Feldherrnhalle” (restos)
  • 13ª Divisão Panzer (restos)
  • 8. SS-Kavallerie-Division “Florian Geyer” (restos)
  • 22. SS-Freiwilligen-Kavallerie-Division “Maria Theresia” (restos)
  • 10ª Divisão de Infantaria (Hungria) (restos)
  • 1ª Divisão Armada (Hungria) (restos)
  • 12ª Divisão de Infantaria (Hungria) (restos)
  • 23ª Divisão de Reserva (Hungria) (restos)
1 de Março de 1945[2]
  • Gruppe Harteneck (I. Kavallerie-Korps)
  • I. Kavallerie-Korps (subordinated to Gruppe Harteneck)
  • 6ª Divisão Panzer
  • 3. Kavallerie-Division
  • 96ª Divisão Panzer
  • 711ª Divisão Panzer + 23ª Divisão de Infantaria (Hungria)
  • Hungarian VIII Corps (subordinated to Gruppe Harteneck)
  • Kampfgruppe 1ª Divisão de Cavalaria (Hungria)
  • 3. Kavallerie-Division
  • IV. SS-Panzerkorps
  • 356ª Divisão de Infantaria
  • 5. SS-Panzer-Division “Wiking”
  • 3. SS-Panzer-Division “Totenkopf” + Kampfgruppe Hungarian 2nd Armored Division
12 de Abril de 1945[2]

À disposição do 6º Exército

  • 117. Jäger-Division
  • Stellvertretendes XVIII. Armeekorps (Wehrkreis XVIII)
  • Kampfgruppe Wolf
  • IV. SS-Panzerkorps
  • Kampfgruppe 5. SS-Panzer-Division “Wiking”
  • Kampfgruppe 3 Divisão Panzer
  • Kampfgruppe 1ª Divisão Panzer
  • III Corpo Panzer
  • 1. Volks-Gebirgs-Division
  • Sperr-Verband Motschmann
  • Kampfgruppe Oberst Raithel
30 de Abril de 1945[2]

Referências

  1. 6. Armee (em alemão) Lexikon der Wehrmacht. Página visitada em 15 de janeiro de 2014.
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac 6. Armee (em inglês) Axis History. Página visitada em 15 de janeiro de 2014.