AGFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
AGFA-Gevaert N.V.
Agfa logo.jpg
Fundação 1867
Sede Bélgica Mortsel, Bélgica
Pessoas-chave Jo Cornu
Empregados 13,565 (2007)
Produtos Reprodução de imagens
Produtos para impressão
Materiais para fotografia
Radiografia computadorizada Equipamentos hospitalares
Faturamento € 3,3 bilhões (2007)
Página oficial www.agfa.com

A AGFA-Gevaert N.V. (Agfa) é uma empresa multinacional belga que desenvolve, produz e distribui produtos e sistemas digitais, assim como analógicos, na área de processamento e reprodução de imagens. A empresa é basicamente dividia em 2 áreas: healthcare (saúde) e gráfica. A empresa oferece também produtos para a área cinematográfica.

A AGFA foi durante décadas um dos maiores fabricantes europeus de filmes fotográficos, ficando atrás somente dos seus maiores concorrentes: Kodak e Fujifilm. Em 2004 a AGFA vendeu a sua divisão fotográfica, que apesar de ser o seu carro forte, estava insustentável. O foco das atividades AGFA ficou sendo: produtos para área gráfica e healthcare.

História[editar | editar código-fonte]

  • 1867: Fundação da empresa Aktiengesellschaft für Anilinfabrikation (Empresa de produção de anilina) na antiga cidade Rummelsburg (atualmente Lichtenberg, próximo a Berlim). Os fundadores eram Paul Mendelssohn Bartholdy (filho do compositor Felix Mendelssohn Bartholdy) e Carl Alexander von Martius.
  • 1894: Fundação, em Antuérpia, Bélgica, da L. Gevaert & Cie.
  • 1897: A logomarca AGFA começa a ser usada.
  • 1898: Introdução das chaparas e filmes de raios-x.
  • 1912: Bayer constrói uma fabrica em Leverkusen, Alemanha, onde químicos para filmes assim como papéis fotográficos são manufaturados.
  • 1922: Introdução de filmes médico-hospitalares com duas faces.
  • 1925: Como parte da consolidação da indústria química alemã, as atividades relacionadas a fotografia são combinadas com as da Bayer.
  • 1932: Introdução de filmes para raios-x que requirem uma dosagem menor.
  • 1937: Introdução do filme colorido Agfacolor-Neu.
  • 1940: O Agfacolor negativo-positivo colorido foi usado pela primeira vez no filme: "Frauen sind doch bessere Diplomaten" (As mulheres são as melhores diplomatas) pela produtora alemã UFA.
  • 1942: Introdução dos produtos de intensificação de tela.
  • 1952: Restabelecimento da “AGFA AG” como subsidiária da Bayer, em Leverkusen.
  • 1964: União da Agfa AG e Gevaert Photo-Producten N.V. com a Bayer AG e Gevaert.
  • 1972: Introdução do filme de mamografia.
  • 1981: Bayer compra a Gevaert e se torna assim proprietário da AGFA.
  • 1988: Aquisição da Compugraphic Corporation.
  • 1990:
    • Venda dos produtos da fitas magnéticas.
    • Introdução dos produtos relacionados a radiografia computadorizada (CR).
  • 1994: Introdução dos produtos utilizando o sistema PACS.
  • 1996: Aquisição da Hoechst ( chapas de impressão).
  • 1997: Venda da divisão de gravação de filmes para a empresa alemã CCG Digital Image Technology.[1]
  • 1998:
    • Aquisição da Dupont's, empresa atuante na área de impressão “offset”.
    • Venda da parte de sistemas de cópia AGFA para a Lanier Worldwide Inc.
    • Aquisição da CEA AB.
    • Aquisição da Monotype Typography Inc.
  • 1999:
    • Aquisição da Sterling Diagnostic Imaging (Sterling Diagnóstico por Imagem).
    • A separação entre AGFA e Bayer é feita.
  • 2000:
    • Aquisição da Krautkramer, um produtor de sistemas de ultra-som.
    • Aquisição da Quadrat, um produtor europeu de sistema de informação na área de radiologia.
  • 2001:
    • Aquisição da empresa americana Autologic.
    • Aquisição da Talk Technology, uma fabricante de sistema de reconhecimento de voz.
    • Aquisição da empresa alemã Seifert e da Pantak, ambos produtores de equipamentos de raios-x.
    • Aquisição em partes da MediVision, desenvolverdor e produtor de sistemas de imagem digital para oftalmologia.
    • A AGFA encerra suas atividades relacionadas à scanners e câmeras digitais em Setembro de 2001. Um suporte para ambas as áreas não é mais oferecido.
  • 2002: Aquisição da Mitra Imaging Inc., desenvolvedor atuante na área de “healthcare”.
  • 2003:
    • Uma nova fabrica de chapas de impressão é aberta em Wuxi, China.
    • Aquisição da Granite Systems, uma produtora de software e drivers para impressoras e equipamentos multifuncionais.
  • 2004:
    • Aquisição da Dotrix, uma produtora belga de sistemas de impressão digital coloridos para a aplicação industrial.
    • Aquisição da Lastra, produtora italiano de chapas, químicos e equipamentos para impressão “offset”.
    • Venda da divisão de negócios relacionados a produtos para consumidores finais. A empresa AgfaPhoto foi fundada em parceria com a AGFA, podendo utilizar a logomarca e o nome AGFA. Após um ano de atuação a AgfaPhoto faliu e encerrou suas atividades.
    • Aquisição da ProImage, empresa israelita que desenvolvia web browsers, oferecendo soluções para empresas atuantes no ramo de impressão de jornais.
    • Aquisição da Symphonie On Line, uma firma francesa que atuava no ramo de TI e desenvolvia sistemas EPR (electronic patient record).
    • Venda da Agfa Monotype Corporation, uma repartição da AGFA que oferecia fonte tipográficass, assim como softwares relacionados a fontes tipográficas.
    • Aquisição da GWI, uma desenvolvedora alemã que oferecia sistemas de informação para o uso médico.
  • 2005:
    • Aquisição da Heartlab, Inc., uma desenvolvedora americana que comercializava sistemas de informação e imagem para a área de cardiologia.
    • Aquisição da Med2Rad, uma firma com sede na Itália que também desenvolvia sistemas médicos de informação.
    • Os produtos de jato de tinta para a área industrial foram lançados no mercado.
  • 2006:
    • A AGFA anuncia que uma reestruturação mundial da empresa será feita, devido a isso um corte de 2000 funcionários será feito até o ano de 2008.
    • O banco belga KBC adquire 27% de share da AGFA.
  • 2007:
    • Em Fevereiro, a AGFA-Gevaert anuncia a sua intenção de dividir a empresa em três partes independentes, sendo elas: Agfa Graphics (área gráfica), Agfa HCES (healthcare e TI) e Agfa Materials (materiais para indústrias).
    • A divisão é programada para ocorrer no verão de 2008.
  • 2008:
    • No final de Abril, a AGFA anuncia que a idéia de dividir-se em três empresas independentes não é mais viável.
  • 2010:
    • A Agfa divide-se em duas empresas distintas: Agfa Gevaert voltada para área gráfica. Agfa HealthCare com foco em produtos de diagnóstico por imagem.
  • 2011
    • Aquisição da WPD, uma desenvolvedora brasileira que comercializava sistemas de Gestão Hospitalar e BI.

Estrutura da empresa[editar | editar código-fonte]

Sede da AGFA em Mortsel, Bélgica.

Com sede na cidade Mortsel, na Bélgica, a empresa conta com cerca de 120 representações no mundo todo, além de 40 filiais. No Brasil a filial da empresa é situada na cidade de São Paulo. Na cidade Suzano, no Estado de São Paulo, a AGFA possui uma fábrica de chapas de impressão, empregando no total 300 funcionários. O número de funcionários da empresa, em âmbito internacional, é de 13.565 (número registrado em 2007).[2] A AGFA-Gevaert possui no mundo todo cerca de 10 fabricas, incluindo em cidades como Bélgica, Itália, França, Alemanha, China e Estados Unidos.

Healthcare[editar | editar código-fonte]

Grupo de negócios voltado para soluções médico-hospitalares, em especial na área de imagens médicas. A empresa comercializa produtos para radiologia, tais como: filmes, impressoras e equipamentos para revelação de filmes, assim como digitalizadores de imagem radiográfica. Além disso, a AGFA também oferece sistemas de integração digital em cardiologia, oftalmologia, além de radiologia. Alguns exemplos de produtos que a empresa comercializa são:

Área gráfica[editar | editar código-fonte]

Sistemas digitais e analógicos de impressão, softwares, assim como consumíveis. Abaixo, alguns exemplos de produtos:

  • Filmes para a área gráfica
  • Chapas de impressão offset
  • Sistemas de impressão de alta qualidade (notas, cédulas de dinheiro)
  • Sistemas de impressão em grande escala (área têxtil, papéis de parede, etc)
  • Sistemas para impressão industrial a jato de tinta
  • Dentre outros

Galleria de fotos[editar | editar código-fonte]

Abaixo algumas câmeras fotográficas produzidas pela AGFA:

Referências

  1. Sobre a CCG Digital Image Technology (em inglês), definity35mm.com, site visitado em: 11 de Janeiro de 2009.
  2. Artigo oficial sobre a estrutura da empresa, Site oficial da AGFA (em português). Artigo acessado em: 23 de Fevereiro de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]