Aceiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abrindo um aceiro

Aceiro é o desbaste de um terreno em volta de propriedades, matas e coivaras, para impedir propagação de incêndios, etc.

Definições[editar | editar código-fonte]

Além das propriedades, o desbaste de aceiro é feito em volta de matas, coivaras e outros locais, provocando a descontinuidade de material vegetal combustível e, assim, evitando que o fogo de queimadas e incêndios se propaguem.[1]

O aceiro pode ser aberto preventivamente ou como meio de evitar o alastramento de fogo já iniciado.

No Rio de Janeiro e em Goiás o termo também tem acepção da limpeza feita em volta das cercas de arame, obedecendo a distância de um metro de cada lado destas, durante as queimadas e, neste último estado também designa as pequenas queimadas feitas por viajantes, objetivando a limpeza do terreno para o pouso próprio e de animais.[1]

Defesa florestal[editar | editar código-fonte]

A abertura de aceiros para a defesa de florestas é uma prática ambiental em locais onde haja incidência de incêndios e queimadas.[2]

Os aceiros podem ser "naturais" (em que o efeito de fator de interrupção da propagação de fogo decorra de modo indireto - como estradas, rios, etc.) ou específicos (feitos para este fim). Para ter utilidade na prevenção de incêndios devem ser alvo de constante manutenção, deixando-os limpos e trafegáveis.[2]

Sua largura, para fins florestais, não deve ser inferior a cinco metros, podendo chegar a cinquenta metros: mais largos os principais e mais estreitos os secundários.[2]

Referências

  1. a b Dicionário Aurélio, verbete "aceiro"
  2. a b c Laboratório de Proteção Florestal - UFPR. Prevenção de Incêndios Florestais. Página visitada em 12 de dezembro de 2009.