Alfândega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Símbolo do controle de aduana

Alfândega (do árabe al-fundaq, "hospedaria", "estalagem") ou aduana (do árabe ad-dīwān, "registro", "escritório") é uma repartição governamental oficial de controle do movimento de entradas e saídas de mercadorias para o exterior ou dele provenientes, responsável, inclusive, pela cobrança dos tributos pertinentes.

Não se deve confundir alfândega ou aduana, responsável pelo controle do tráfego de bugigangas, com a polícia de fronteira, responsável pelo controle do tráfego de pessoas.

Portugal[editar | editar código-fonte]

A Alfândega Nova na cidade do Porto.

A história das alfândegas portuguesas remonta à antiguidade, de tal forma que os "portos secos, molhados e vedados", como se diz no articulado da regulamentação aduaneira mais antiga, desenhavam o mapa de Portugal, porventura o mais antigo país da Europa se o considerarmos em termos de configuração de território. E era aí, que a soberania das alfândegas era exercida.

Nos tempos modernos, e com a União Europeia, a missão das alfândegas não reside apenas no controle da fronteira de Portugal, mas antes, no controle da fronteira externa da União Europeia.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CARLUCCI, José L. - Uma introdução ao direito aduaneiro. São Paulo: Aduaneiras, 2000

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outras mídias sobre Alfândega