Anfótero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Anfótero ou anfotérico, de acordo com a Teoria ácido-base de Bronsted-Lowry, é a substância que se pode comportar como um ácido ou como uma base (não só os ácidos e bases de Bronsted-Lowry, como os de Lewis - que incluem os de Bronsted-Lowry), dependendo do outro reagente presente. Se estiver na presença de ácido, comportar-se-á como uma base; se estiver na presença de uma base, comportar-se-á como um ácido.

Ex: H2O (água) HSO4- (íon/ião hidrogenossulfato (ou mais usualmente bissulfato)

Nome químico: cocoamidopropilbetaina

Aspecto: líquido

Anfótero é um tensoativo (agente espumante), usado em produtos mais suaves e menos irritantes. É considerado um aditivo nobre pois sua ação promove ao produto acabado leveza, brilho, pentiabilidade e evita a irritação do couro cabeludo.

Dispensa a adição do cloreto de sódio (sal) em shampoos pois promove a viscosidade quando adicionado. Devido à estrutura de suas proteínas e de conter elementos naturais, o anfótero é bastante compatível com as estruturas biológicas, não sendo agressivo à pele e às mucosas, o que permite a obtenção de formulações de baixa irritabilidade.

Para aumentar a espuma do sabonete glicerinado em barra, indica-se a adição de 0,5% (1 ml para cada 200 g de base glicerinada) e deve ser adicionadas no mesmo momento da adição da essência.

Informações Técnicas: Possui excelente compatibilidade dérmica, apresentando baixa irritabilidade aos olhos e à pele; confere às formulações cosméticas muito mais suavidade, com menor irritação, além de conferir maior estabilidade de espuma, toque suave e um aumento de viscosidade.

Fonte:http://www.casadasessencias.com.br

Ver também[editar | editar código-fonte]