Antimicótico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde outubro de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Os antimicóticos ou antifúngicos são agentes que previnem ou inibem a proliferação dos fungos ou os destrói. Dizendo melhor, é um agente que previne o aumento da célula dos fungos ou até mesmo destrui-los. Os agentes antifúngicos são classificados em várias categorias:agentes antifúngicos sistémicos para tratamento de infecções sistémicas,agentes antifúngicos orais para infecções mucocutâneas e agentes antifúngicos tópicos para infecções mucocutâneas.

Na membrana celular os antifúngicos podem agir por diferentes mecanismos:

a) a membrana celular pode sofrer oxidação de seus lípides, com sua consequente destruição;

b) o alvo pode ser a enzima citocromo P-450 esterol-dimetilase, com consequente distúrbio na biossíntese dos esteróides indispensáveis ao metabolismo da célula;

c) o alvo pode ser a esqualeno-epoxidase, prejudicando igualmente a biossíntese de esteróis.

Já no núcleo dos parasitas dois pontos são suscetíveis as drogas utilizadas:

a) os microtúbulos, que podem ser modi­ficados na sua estrutura e função;

b) os ácidos nucléicos, que podem ser atingidos em sua fase de síntese.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.